Abrir menu principal

Desciclopédia β

A Bússola de Ouro

Mr. M.jpg Hocus Pocus!

Este artigo se trata de charlatanismo magia, encantos e todo tipo de macumba. Ele serra pessoas ao meio, tira coelho de cartola, faz vodu e adora uma varinha mágica. Se vandalizar, Maga Patalógika fará você desaparecer.


A Buceta de Ouro
A Bussola de Ouro.png
Capa do livro
Autor Philip Pum-man
País Bandeira do Reino Unido Reino Unido
Gênero Fantasia para garotinhas que ainda não estão na puberdade
Editora Editora Objetiva
Lançamento 1995


Cquote1.png Experimente também: Menina Má.com Cquote2.png
Sugestão do Google para A Bússola de Ouro
Cquote1.png Isso não ecziste! Cquote2.png
Padre Quevedo sobre Ursos do Gelo
Cquote1.png Essa garotinha muito sapeca vai criar altas confusões em um mundo paralelo para salvar seu melhor amigo de uns adultos da pesada Cquote2.png
Narrador da Sessão da Tarde sobre Lyra Belacqua

Bússola de Ouro (por vezes também traduzido como O Aletiômetro Dourado, O Compasso Dourado, Astrolábio Dourado ou ainda Coisa pra enfiar no Cu Dourada, dependendo da região onde o livro foi lançado, já que o título original Northern Lights não tem nada a ver) é o primeiro volume da trilogia Fronteiras do Universo (que em inglês tem nome nada a ver também, His Dark Materials, algo como "Ele Deu Uns Materiais"), série escrita em javanês pelo escritor javanês Philip Pum-man, e que inclusive já foi adaptada em longa-metragem. O livro conta a trajetória de Lyra Belacqua em um mundo paralelo ao nosso num enredo que explora pedofilia na figura de um Pedobear polar. O livro é tão ruim que ninguém nem sabe que existem duas continuações.

Índice

EnredoEditar

O livro traz como protagonista a traiçoeira Lyra Belacqua, garotinha de 11 anos que ainda não menstruou mas que já possui habilidade inigualável em contar mentiras. Ela, assim como todos os humanos desse mundo, possui um demônio, chamado Pantalaimon. A história se passa num universo paralelo ao nosso que Lyra visita após cheirar muita cocaína.

Lyra foi criada por padres na tranquila cidade universitária de Oxford, na Inglêsterra. Porém criancinhas começam a desaparecer e o maiores suspeitos são Barney, o Dinossauro (que na verdade é só um homem fantasiado de dinossauro roxo que possui objetivos de vida escusos) e Michael Jackson, entidades chamados pelo povo de "Pedos" (ou "Gobblers"). Lyra decide investigar o que está acontecendo com um objeto em suas mãos: o último aletiômetro (uma bússola cheia de adesivos do Barney de edição limitada), entregue por seu pai, o padre Asriel. Lyra vai passear para fora da cidade com a Dona Coulter, porque dentro da escola de freiras ela não parava quieta.

Mas após descobrir que seu amigo Roger foi sequestrado pela Dona Coulter (Barney e Michael Jackson eram totalmente inocentes), Lyra foge e inicia sua jornada para a gelada Groelândia ao lado de uns egípcios (grupo nômade do bem), e acaba encontrando ursinhos carinhosos edição guerreiro, monstros maldosos, o Urso da Coca Cola, exploradores sexuais de crianças, todos seres que serão usadas em experimentos da Herbalife caso Lyra não fizer alguma coisa para ajudá-los.

A tal da BússolaEditar

A bússola de ouro, ou aletiômero, é um objeto expelido pelo Espelho Mágico e que também como o espelho só diz a verdade. Ela é redonda, do tamanho de uma mão, feita de ouro (ou com um material que sugere o ouro) e possui um pozinho mágico em seu interior. Seu interior possui pequenos desenhos pretos de todo tipo, e quatro compassos dourados. Existe toda uma arte da utilização da bússola. Na época de Lyra, só existe uma bússola. As outras foram destruídas pela Inquisição Espanhola e substituídas por relógios do Ben 10..

Exemplo da utilização da bússola: primeiro rode os três ponteiros para três dos trinta símbolos da bússola (se, por exemplo, quiser sexo rápido, aponte os ponteiros para os símbolos do golfinho, da maconha e do furry). Depois, um pênis artificial vai sair do meio e foder o usuário do item.

MagistérioEditar

É uma instituição dominante na Inglaterra paralela que no nosso mundo seria a Igreja Católica, e no mundo de Harry Potter, Hogwarts. O magistério acredita que as bússolas de ouro são fontes do mal, do hedonismo, da magia pagã e da origem dos emos, pois são feitas de pozinho mágico. Entretanto o que o magistério quer é dominar o mundo paralelo através do mesmo pozinho e faz experiências genéticas terríveis com crianças para entender melhor o pó.

Editar

Esse pozinho mágico surgiu na Terra do Nunca, lugar onde fadas possuem uma fonte que derrama pó sobre todos os mundos paralelos. O pó conecta todos esses mundos, é fonte da vida, do universo e tudo mais. Os aletiômeros conseguem captar o pó próximo a eles e podem, com isso, serem ferramentas úteis de previsão do futuro melhor que a cartomancia, quiromancia e similares.

DemôniosEditar

São manifestações físicas e em forma de animais da alma das pessoas, que imitam a personalidade de cada pessoa. Isso gerou algumas situações engraçadas como mudança de ditados populares ("melhor quatro cabeças do que duas"). Crianças não possuem demônios com formas fixas, pois não definiram sua personalidade, sua sexualidade, seu ego, e por aí vai. O magistério tem uma base maligna na Groelândia onde as crianças são separadas de seus demônios e de sua influência demoníaca. Os dimons somem em uma nuvem de pozinho dourado, e as crianças, bem... dão excelentes substitutos para as bonecas infláveis.

PersonagensEditar

  • Lyra Belacqua: É a protagonista já bastante comentada no artigo. É mal-educada, encapetada e presunçosa. Possui um demônio chamado Pantalaimon, que passa a maior parte do tempo na forma de fuinha.
  • Lorde Asriel: Pai de Lyra, ele não é muito útil na história. Sabemos que no final do filme ele vai para um laboratório secreto na Groelândia para pesquisar o Pó, e depois cria um exército de anjinhos caídos para atacar o Magistério e a Autoridade. Seu demônio é Animalia Stelmaria, uma fofíssima furrie leopardo da neve (sim, é uma fêmea).
  • Sra. Coulter: Mãe embotoxada de Lyra, divorciada de Asriel trabalha para o magistério. É a única mulher contratada pelo Magistério. Ela é a chefe de uma seita de pedófilos que sempre consegue escapar das investidas da Polícia Federal porque tem amigos infiltrados no Ministério da Magia. Ela é tão infame que está constantemente atacando impiedosamente sua única filha, a fim de colocar as mãos em um conjunto de bijuterias que ela nem sequer vai vestir depois. Seu demônio é o Macaco Dourado Ozymandias, que já abusou de Pantalaimon, que passou a se chamar Pantagaymon.
  • Lee Scoresby: Ele é um "aerostata" (um piloto de um treco parecido com um zepelin) amigo de Iorek. É um aviador ítalo-americano que se mudou para o Texas por causa da máfia, e depois se alistou na Força Aérea dos EUA, obtendo excelentes resultados e conseguindo alcançar o posto de Tenente na Seção Limpador de Janelas. Seu demônio infernal é uma coelha.
  • Iorek Byrnison: É um urso de armadura amigo de Lyra, que foi expulso do grupo dos Ursinhos Carinhosos que vivem no pólo norte e se afundou em bebidas. Mas ele retorna, mata o ursinho-rei e vira ursinho-rei. Ursos de armadura não possuem demônios. O ex ursinho tinha Emília do Sítio do Pica Pau Amarelo uma boneca de pano como demônio.
  • Serafina Pekala: Prostituta renomada que fugiu de um bordel em Trípoli. Para não ser detectado pela polícia de trânsito, ela se disfarça de bruxa, usando trapos pretos semitransparentes. Durante a jornada da menininha protagonista, a bruxa Serafina Pekkala não hesita em ajudá-la, atirando flechas e bananas envenenadas nos inimigos. Seu demônio é um cisne.