Abrir menu principal

Desciclopédia β

A Volta do Pai dos Pobres

Esta página não se encaixa na Desciclopédia, ou é sem-graça e sem chance alguma de salvação. Alguém propôs essa página para eliminação. É melhor você ir ver se existe um processo de votação na página sobre este artigo ou predefinição ou não.

Certifique-se de surrar o máximo possível a pessoa que puser esta predefinição e não nomear o artigo para eliminação, ou vice-versa.



Cquote1.png Gostei desse negócio de só sair com o suicídio Cquote2.png
Renan Calheiros

Cquote1.png Bota o retrato do véio lá outra vez Cquote2.png
povão

Cquote1.png O Pai dos pobres e a mãe dos ricos!!! Cquote2.png
Carlos Lacerda sobre o pai dos pobres

Cquote1.png Antes de mim os pobres eram órfãos! Cquote2.png
Getúlio Vargas sobre o pai dos pobres

Só me tiram morto da Presidência!!!
Sou um homem de palavra, tchê!!!

A reeleição de Getúlio Vargas em 1950 foi chamada de A Volta do Pai dos Pobres

Ficou famoso o jingle eleitoral de sua campanha

Bota o supositório retrato do véio lá outra vez

Bota, Bota no véio

Vota e bota no véio

Onde o véio era Getúlio, que ex-ditador, coverteu-se a democracia e foi democraticamente eleito. Getúlio voltou com muitas ideias mirabolantes, como a fundação da Petrossauro e a Carteira de Trabalho. O povão adorou mais uma vez.

Getúlio, como FHC, pediu que esquecessem tudo aquilo que ele havia feito no Estado Novo. Porém Getúlio havia feito alguns inimigos. O mais mortal foi Carlos Lacerda que não deixava de um dia sequer em seu jornal o chamar de escroque para baixo.

Denúncias de corrupção atingiram duramente o governo. Finalmente, depois do Crime da Rua Toneleros a situação política ficou insustentável. Getúlio, não aguentando a pressão, suicidou-se.

Cquote1.png Fetúlio FVargas efa um amafor. Eu tramfo muito mefor esse negócio de corrfção no feu governo Cquote2.png
Lula

Cquote1.png Isso é de um amadorismo inaceitável. A renúncia e o suicídio apenas são uma declaração de culpa! Eu, que sou inocente, nem me movo do lugar. Cquote2.png
Renan Calheiros

Cquote1.png Se eu tivesse feito isso, as pessoas iriam me amar??? Cquote2.png
Fernando Collor

Lamentavelmente nenhum político do Brasil seguiu mais o exemplo de Getúlio.

Ver tambémEditar

História do Brasil: República nem tão velha, nem tão nova (1946 - 1964)

Eventos, políticas e tendências que teu pai e tua mãe não acompanharam porque estavam curtindo sexo, drogas e rock´n roll

Construção de BrasíliaO Crime da Rua TonelerosA Volta do Pai dos PobresCinquenta anos em cincoPopulismoForças ocultas


Presidentes, políticos e outros nomes de praça
O Pai dos PobresJânio QuadrosJKDutraJoão GoulartCafé FilhoRinoceronte Cacareco