Abrir menu principal

Desciclopédia β

Afflicted


Cquote1.png Você quis dizer: Los Ganados Cquote2.png
Google sobre Afflicted

Afflicted são presidiários esquizofrênicos utilizados como armas de destruição em massa. Seguindo a fórmula dos Majini e dos J'avo, os Afflicted nada mais são do que Ganados com um nome diferente para passar a falsa ideia de originalidade, já que não pegaria muito bem se a Capcom desse o mesmo nome para os inimigos em todo jogo posterior a Resident Evil 4.

Índice

AntecedenteEditar

 
Claire prestes a meter a faca num Afflicted batedor de carteiras.

A história dos Afflicted começou quando numa bela manhã, uma megalomaníaca conhecida como Alex Wesker chegou a conclusão de que a única função dos bandidos era a de ocupar lugar no espaço, roubando o oxigênio das pessoas decentes. Em sua visão pessoal do mundo, não fazia sentido manter vivos vagabundos que além de não contribuírem para porcaria nenhuma na sociedade, ainda por cima aporrinhavam a vida do próximo.

Tendo isso em mente, Alex decidiu traçar uma meta para sua vida: já que a legislação faz de tudo para proteger essa escória, ela desenvolveria uma maneira de pelo menos fazer com que os criminosos contribuíssem de alguma forma para o desenvolvimento da humanidade. Alex ingressou no curso de farmácia, e a cada dia que passava na faculdade, pensava em mil e uma formas diferentes de usar vagabundos como cobaias em experimentos científicos.

Assim que se formou, Alex se uniu a uma organização illuminati conhecida como Umbrella Corporation, cujo principal objetivo era promover a redução populacional por meio do bioterrorismo. Lá Alex encontrou o lugar propício para pôr em prática seu plano de dar utilidade a escória humana que habitava os presídios do mundo todo.

CriaçãoEditar

 
Um Afflicted com seu sorriso cativante, exibindo com muito orgulho sua sedosa pele pestilenta e suas belíssimas feridas abertas.

Alex passou a usar toda a influência da Umbrella para intervir em casos de superlotação carcerária, subornando policiais corruptos a entregarem os mais depravados bandidos aos seus cuidados, sob a alegação de que garantiria que eles pagariam sua dívida com a sociedade. A proposta era irrecusável, pois eram dois coelhos com uma cajadada só: além de resolver o problema da lotação nos presídios, de sobra ela passaria a ser responsável por figuras de que os próprios policiais se cagavam de medo de lidar diariamente. Conforme sua sociopatia avançava, Alex também passou a fazer acordos ocultos com ditadores como Pinochet, Mao Tsé-Tung e Jair Bolsonaro, que lhe presenteavam diariamente com membros da oposição de seus governos, que misteriosamente desapareciam da face da Terra e nunca mais eram encontrados.

Durante anos Alex coletou seres humanos do mais baixo nível, desde pedófilos até apresentadores de programas de domingo, ao mesmo tempo em que desenvolvia uma poderoso agente biológico conhecido como T-Phobos. O T-Phobos era desenvolvido a partir de uma mistura de T-Vírus e LSD com o agente causador da lepra.

Quando a fase final do desenvolvimento do T-Phobos foi finalmente concluída, Alex passou a injetá-lo no corpo dos presidiários sequestrados ao longo dos anos. Como não passava de um genérico de baixa qualidade, o T-Phobos não demonstrava a mesma eficiência que o T-Vírus, precisando de um catalisador para começar a fazer efeito no corpo dos vagabundos.

Foi então que Alex descobriu uma forma muito eficaz de fazer o vírus se manifestar: o medo. Àquela altura Alex estava cagando para sua meta pessoal de fazer os bandidos passarem a ser úteis para a sociedade, e só o que queria era se deliciar com o sofrimento alheio. Alex passou a torturar diariamente os presidiários, obrigando-os a assistir ao Canal do Boi e a escutar forró 24 horas por dia.

Assim que os presidiários atingiam o ápice do desespero e da agonia, eles piravam na batatinha, tornando-se extremamente violentos e agressivos com qualquer um que não fosse um paranoico psicopata, dando origem assim aos Afflicted. Com o tempo Alex sucumbiu a sua megalomania, e passou a oferecer cruzeiros turísticos para sua ilha particular como prêmios de raspadinhas e jogos de bingo, só para poder ver as pessoas sendo perseguidas e esquartejadas pelas suas aberrações.

BiologiaEditar

 
Grupo de Afflicted competindo para ver quem é o portador da lepra mais hedionda. Tecido necrosado vale ponto extra.

Afflicted, biologicamente falando, nada mais são do que ganados leprosos. Originalmente os Afflicted eram seres humanos, mas devido a exposição prolongada a programação da televisão aberta (que era parte importante de sua tortura), acabaram tendo seu cérebro derretido como consequência de tamanho chorume. Dessa forma, eles acabaram se tornando criaturas irracionais e sem qualquer resquício de civilidade, incapazes de se comunicar sem ser por grunhidos ou berros, assim como acontece com quem fica muito tempo assistindo ao Big Brother Brasil.

Uma característica bastante marcante dos Afflicted é que fisicamente eles são mais nojentos que os Ganados e Majinis. A menos que você tenha culhões (ou que seja um dos protagonistas apelões de Resident Evil), você dificilmente conseguiria olhar para a cara asquerosa de um Afflicted sem vomitar. Eles podem apresentar uma grande variedade de deformações, abscessos, úlceras, chagas, pústulas e machucados podres, realmente, uma visão para fazer você colocar pra fora o que comeu na semana toda.

Alguns Afflicted apresentam casos severos de gangrena gasosa, que explode cagando todos os arredores com bolhas de pus tóxicas, induzindo qualquer um que encoste nelas a um câncer instantâneo. As principais variedades de Afflicted são o presidiário com roupas de mendigo, o presidiário com cabeça de ferro e o presidiário com esquistossomose, todos igualmente repugnantes. Além desses existem também o presidiário zumbi e o presidiário obeso que atira fogo com uma panela.

Devido ao tempo em que eram obrigados a ficar com os olhos grudados na frente da televisão, após sofrer a mutação eles desenvolveram um caso severo de fotofobia. Qualquer luz focada em seus olhos é capaz de resgatar o tormento que eram aos programas os quais eles eram obrigados a assistir, o que pode aterrorizá-los momentaneamente.

Comportamento e estratégiasEditar

 
Afflicted usando uma arma desenvolvida pelas talentosas mãos do gênio da engenharia, Jigsaw.

De maneira geral, os Afflicted vivem putos da cara, o que não é nenhuma surpresa, dados os horrores aos quais eles foram submetidos quando eram meros vagabundos aleatórios. Dessa forma, qualquer indivíduo que não pareça um mutante de filme de terror com o qual eles se deparam são imediatamente atacados com especiais de porrada, golpes com ferramentas, agarrões e mordidas.

Afflicted não são nada discretos, portanto é fácil saber quando um está por perto, já que ele começa a berrar feito um retardado. Alguns Afflicted são medalhistas olímpicos em salto em distância, e costumam pular como pererecas em direção a suas vítimas. Outros são tremendamente burros, e costumam ficar com a cara exposta em janelas tomando facadas no rosto (o que ajuda a poupar munição para os inimigos mais apelões).

As formas de se matar um desses desgraçados são inúmeras. Como os Afflicted são os inimigos mais recorrentes em Resident Evil: Revelations 2, eles naturalmente são os mais fracos, bastando uma lanterna e um pé-de-cabra para derrotar os molengas. É possível matá-los também com um ou dois tiros de pistola na cabeça. Quando um headshot não os mata de primeira, eles costumam ficar vulneráveis a sopapos e pancadas, o que permitirá que você se aproxime para lhes aplicar um belo de um corretivo.

Ver tambémEditar