Alan Smithee

Quevedo25on.gif Este artigo trata de coisas que nón eczisten!

Este artigo trata de algum mito, lenda, conto, história de pescador ou desculpa esfarrapada. Tome cuidado, pois você pode espirrar e ter sua alma levada pelo capeta caso alguém não fale saúde.

Se você abre os créditos iniciais de um filme e dá de cara com esse diretor, desligue a TV/DVD e vá ler um livro!

Alan Smithee é um diretor de cinema mitológico, grande mestre de filmes, tendo inacreditáveis 103 filmes e episódios de seriados no IMDb, algumas vezes chamado de Alan N. Smithee, Allen Smithee ou Alan Smithee Jr. Ele surgiu no mundo do cinema por volta de 1968 e seguiu em frente até o início da década de 2000, quando insatisfeito com Hollywood ele decidiu se aposentar do mundo cinematográfico.

BiografiaEditar

Alan apareceu pela primeira vez como diretor substituto do filme Death of a Gunfighter, quando os respectivos diretores do filme, Robert Totten e Don Siegel, ficaram insatisfeitos com o resultado final, o primeiro inclusive foi simplesmente botado pra fora pelo ator principal em pessoa (tipo você por tua mãe pra fora de casa por não curtir o feijão que ela faz e substituir por outra do nada). No fim, geral foi substituído pelo Alan, que assumiu o filho que ninguém mais queria.

A proposta original era usar o pseudônimo "Al Smith", mas esse era considerado um nome muito comum, e na verdade já estava em uso no setor cinematográfico. O sobrenome foi alterado para "Smithe", e depois para "Smithee", que foi pensado para ser distintivo o suficiente para evitar a confusão com nomes semelhantes, mas sem chamar a atenção para si (apesar que chamou pacas). Os críticos elogiaram o filme e seu "novo" diretor. O The New York Times comentou que o filme foi "diretamente dirigido por Allen Smithee, que tem uma facilidade hábil para escanear rostos e extrair detalhes de fundo afiados" e Roger Ebert (ATÉ ELE!) comentou: "O diretor Allen Smithee, um nome que não conheço, permite que sua história se desenrole naturalmente". E assim todos foram enganados... (trecho quase todo copiado da Wikipédia, foda-se, tava engraçadalho pra carilho mesmo...).

Daí pra frente ele passou a ser um cara que sempre dava as caras pra assumir a direção de filmes que os diretores por algum motivo ficavam de cu doce e caíam fora da produção ou fingiam que não tinham feito nada.

Alguns filmes do AlanEditar

  • Twilight Zone: The Movie (1983) - Não foi o filme completo, apenas a primeira parte, que deu merda quando o ator Vic Morrow e mais duas crianças morreram (de verdade). Como o diretor dessa parte do filme ficou com medinho de levar a responsabilidade pelas mortes, o Alan, mostrando ter colhões, assumiu a praga;
  • Hellraiser IV - Herança Maldita (1996) - O último filme de Hellraiser a dar às caras nos cinemas, foi tão confuso pra caralho que o Kevin Yagher, diretor original, deu o fora;
  • Os Pássaros 2 (1994) - Filme que tentou fazer uma continuação do clássico do Alfred Hitchcock, mas era tão ruim que o diretor desistiu de se creditar. Por que caralhos o diretor de Birdemic não fez a mesma coisa?
  • A Verdadeira História de O.J. Simpson (1995) - Fazer um filme sobre um não-assassino (WTF?) é um problema pra certos diretores;
  • Duna (1984) - A versão de TV, porque David Lynch achou essa parada de versão televisiva um cu (claro, isso antes de Twin Peaks);
  • Fogo contra Fogo (1995) - Mais uma versão televisiva que o diretor peidou pra muzenga e não quis assumir o bastardo;
  • Meet Joe Black (1998) - Quando fazem uma versão exclusiva pra passar em AVIÕES, não há como querer assumir. Deixa o Alan pegar o filhote;
  • Hollywood Por Trás das Câmeras (1998) - Um filme inovador, no qual o próprio diretor contracena em um exemplo brilhante de metalinguagem.

Entre muitos outros. Acredite se quiser, até o clipe de "I Will Always Love You" de Whitney Houston foi creditado a ele. Não tô zoando não...

Ver tambémEditar

Artigo escrito por Alan Smithee.

 
Até esse artigo foi renegado pelo autor original...
  Este artigo trata de uma personalidade mortalmente,
putaqueparivelmente e filhadaputamente odiada!
E não deve ser digno(a) nem da merda que caga!

Conheça outros filhos da puta clicando aqui.