Abrir menu principal

Desciclopédia β

Simbolo ateu moderno.jpg Albert Camus é Ateu/Ateia!

Isto significa que ele(a) não acredita em Jesus, Alá, Buda, Krishna ou qualquer outro Deus fantasioso criado pelos homens. Bom, ao menos é o que eles dizem até um avião sofrer uma turbulência. Clique aqui para encontrar outros céticos.

Albert Camus e o seu baseadinho, com que lhe dava inspiração pra escrever as suas baboseiras

Cquote1.png Você quis dizer: Camelo? Cquote2.png
Google sobre Albert Camus
Cquote1.png Você quis dizer: Pseudofilósofo? Cquote2.png
Google sobre Albert Camus
Cquote1.png Você quis dizer: Auto-ajuda? Cquote2.png
Google sobre Albert Camus

Albert Camus (albɛʁ kamy) foi um pseudoescritor e pseudofilósofo, nascido na Argélia. Na sua terra natal viveu sob o signo da guerra, fome, homossexualismo, assassinatos, miséria e outras mais de oito mil desgraças que pode existir.

Logo cedo Camus descobriu a homossexualidade, seu pai largou a família e foi pra guerra por causa de outro homem(sic), morreu por lá mesmo, depois desse evento sua mãe teve que se prostituir em outro bairro para sustentar a família.

Embora tenha tido uma infância difícil, Camus estudava igual gente grande, depois de se sentir obrigado a largar a escola por problemas financeiros, começou a chorar igual aquele fã viado do Luan Santana, mas o professor pedófilo por estar apaixonado por ele, bancou o estudos do futuro ganhador do Nobel de Literatura de 1957.

Camus escreveu diversas obras, todas chatas como se era de se esperar, mas uma até que não é tão ruim, se chama O estrangeiro, que segundo Carla Perez é um dos melhores dele.

MorteEditar

Camus morreu em acidente de carro, provavelmente embriagado, no carro foi um encontrado um romance autobiográfico("O Primeiro Homem") que ele estava escrevendo, por coincidência ele citou que o romance teria que acabar inacabado, como uma coisa termina inacabada é um grande mistério pra humanidade.

Camus morreu de ótario, ele viajou de carro por existência por alguns vagabundos que chamaram ele, ele já tinha comprado o bilhete para ir de trem ao seu destino, mas não quis ir e se fodeu

Por coincidência, sua mãe morre no mesmo ano que ele, talvez por remorso de não ter falado quem era seu pai verdadeiro.

Ver tambémEditar

  Albert Camus é um filósofo
Portanto também é um deficiente mental...

Este é mais um desocupado que não tinha porra nenhuma pra fazer além de contemplar a empolgante vida sexual dos caramujos-de-jardim. Se você é uma pessoa provida de um pouco de sanidade mental, vá procurar algo melhor para ler, como uma bula de remédio!