Abrir menu principal

Desciclopédia β

Alex (O Massacre da Serra Elétrica)

250px-Wario WWare.gif Este artigo é sobre um personagem secundário!

Quase ninguém sabe da existência deste zé ruela que só serve pra encher linguiça na trama e provavelmente está morto. Se bobear, nem no Google tá!

Clique aqui para ver gente que só fãs alienados conhecem.

Deppmorte.gif
Alex (O Massacre da Serra Elétrica)
é uma vítima infeliz e sem sorte!

Foi "checar lá fora"

Apesar do nome, Alex é uma mulher, que apareceu em O Massacre da Serra Elétrica - O Início. Bem, está certo que ela é bem mais macho do que todos os "homens" do filme juntos, mas não deixa de ser uma mulher, pelo menos biologicamente falando. Apesar de andar com uma Beretta na cintura, ela não conseguiu fugir de seu destino como personagem terciária de filme de terror, e foi mais uma vítima da Família Hewitt/Sawyer, mais precisamente de Charlie Hewitt, que lhe acertou um tiro de carabina na boca do estômago, matando-a na hora.

CaracterísticasEditar

Na verdade, não se tem muito para falar desta personagem, até porque ela é terciária, para não dizer quarternária. Ela apareceu em apenas duas cenas antes de ser mandada para o colo de Satanás, onde está até os dias de hoje. Alex é tão insignificante para a história do filme, que muita gente nem sabe o nome dela (nem eu sabia, só fui saber ao pesquisar em uma wiki especializada). A única informação concreta sobre Alex é que ela é uma ladra de galinhas, que percorre as estradas do Texas assaltando os idiotas que não conhecem a lenda de Leatherface e sua trupe e resolvem passar por ali. Fora isso, Alex é uma mulher comum, bonita até, que gosta de punk rock, cerveja misturada com crack, brigas com correntes e rachas de motos. Além disso, ela namora um sujeito chamado Holden, que se parece com um rockeiro dos anos 70. Enfim, ela é uma pessoa nada comum, que possui mais pesonalidade do que algumas protagonistas da série O Massacre da Serra Elétrica, mas que teve que se contentar com o papel de vítima em um filme de terror para ganhar algum dinheiro, que ela usou para reabastecer o seu estoque de ervas.

HistóriaEditar

Acha mesmo que uma personagem deste calibre possui uma história? Só em sonho mesmo! Se ela mal apareceu no filme, quanto mais em qualquer outro lugar. Então, pulemos a parte de seu passado, e falemos apenas sobre a sua mínima participação em O Massacre da Serra Elétrica - O Início.

 
Sem dúvidas, esta é a única imagem de Alex na internet, na qual a motoqueira posa com o seu Ray-Ban e com a sua arma (que não apareceu, porque eu não sou bom em tirar print screens, e muito menos em fazer edições no Paint)

Era um dia comum no Texas. Alex estava nos amassos com seu namorado Holden, quando percebeu que alguns forasteiros playboys com cara de panacas estavam passando por ali com a sua caminhonete, cujas peças poderiam ser trocadas na Ponte da Amizade por alguns pacotes de cocaína. Percebendo que assaltar aquele grupo poderia ser rentoso, Alex não pensou duas vezes: Pegou a sua moto tunada cheia de adesivos do Bart Simpson, e os seguiu de longe, esperando pela melhor oportunidade para surrupiar o veículo e todos os bens deles. Para cumprir essa missão, ela levou a sua Beretta de estimação, companheira inseparável.

Após alguns minutos de perseguição a distância, Alex resolveu agir: Sacou a sua Beretta, e mandou Eric Hill, o motorista do carro, encostar e entregar pacificamente tudo o que o grupo tinha. Como sabia que estava em um filme de terror, e que se paresse algo muito ruim aconteceria, Eric acelerou ao máximo, com a ilusão de que conseguiria fazer a ladra comer poeira. Percebendo que não conseguiria despistar Alex, Eric pegou sua pistolinha de estimação que estava no porta-luvas, e estava pronto para meter uma azeitona na cabeça da motoqueira. Nesse instante de distração, ele conseguiu um feito incrível: Ele bateu no primeiro boi que passava pela estrada em 200 anos, causando um acidente que quase matou todos os seus amigos mais cedo.

Com o carro capotado e com todo mundo com 1 pé e 3/4 na cova, Alex apenas precisou abordá-los, e pedir educadamente apontando a sua arma para eles entregarem tudo o que tinham, inclusive as cuecas, pois todas as peças íntimas de seu namorado estavam com buracos horríveis. Tudo estava correndo bem para Alex, e ela pensava que pela primeira vez na vida iria se dar bem, porém, do nada, apareceu Charlie Hewitt Hoyt, o xerife. A princípio, Alex pensou que seria fácil enganar o homem da lei, e que ela apenas precisaria jogar algumas palavras doces ou suborná-la um pouco, porém, antes que ela pudesse dizer qualquer coisa, Hoyt pegou a espingarda e lhe atirou na boca do estômago, matando-a na hora.

Depois disso, o corpo de Alex foi colocado no banco de passageiros da viatura e levado para o abatedouro da Família Hewitt/Sawyer, onde ela foi desossada, teve a carne cortada em bifes pelo açougueiro Leatherface e foi servida no jantar dos Hewitt.


v d e h
BUUUUUZZZZZZZZZZZZZZ!!! O Massacre da Serra Elétrica...