Abrir menu principal

Desciclopédia β

Aliança Nacional Libertadora

Hammer and sickle.png Este artigo foi aprovado pelo Conselho de Proteção à Moral da Família Soviética como sendo livre de conteúdo subversivo.
Este artigo é relacionado à história.

Lembre-se que os alemães perderam a guerra. Duas vezes.

Cruzada7.jpg
"SABE O QUE ISTO AQUI, MEU FILHO? É o lico de cair pinto, e vamos usar no Getúlio Vargas."

A Aliança Nacional Libertadora (ANL) era um bando de badernista que atuaram em 1935 apenas no Brasil e aparentemente queriam acabar com o governo Vargas e também com seus rivais do Integralismo, mas não eram bem exatamente de maneira bem sisuda comunistas de facto, embora quem realmente mandasse nessa porra era o PCB.

HistóriaEditar

Com o "fim" do tenentismo, os tais militares revoltadinhos viviam na dúvida durante a era Vargas. Alguns viraram varguistas, fazendo rituais satanistas, outros viraram adeptos do Duce e passaram a fazer torturas com os amiguinhos só pra provar que eram fodões (anos depois, no Golpe de 1964 eles provariam bem isso). E por fim, uns grupelhos ficaram lendo O Manifesto Comunista, sob influência do Luís Carlos Prestes, e começaram a ANL como uma continuação mais fuderosa da Coluna Prestes antes deles tomarem quatro chutes na coluna.

Claro, como eram um grupo de oposição ao Varguinho, ele mandou tacar fogo na igreja, ops, na sede deles e proibiu-os de atuar no país, principalmente quando uns bananas da ANL decidiram proclamar Prestes deus no lugar de Vargas. Isso logo levaria a alguns, como o Prestes e sua amante Olga Benário, tentarem a chamada Intentona Comunista, que deu em merda e todo mundo foi em cana ou deportado, sendo extinta pra sempre a ANL (ou não, já que teve o Plano Cohen, esqueceram?).

Não confundam com a ALN (Ação Libertadora Nacional), essa já foi outra, diferente, que mais parecia um grupo de terroristas do comunismo do que um movimento de malucos querendo mudar o país.

Este esboço relacionado a um esboço é um esboço.
O remetente deste esboço também pode ter mandado um esboço.
Você pode ajudar o esboço se desesboçá-lo.