Abrir menu principal

Desciclopédia β

Amado Batista

Rossi.jpg Este artigo trata de coisas muito bregas, bicho!

Se você acha que a moda é coisa só pra gente chique, esqueça isso aqui e tome seu rumo, mas se você é um mal-amado fã de Alípio Martins, pegue a cadeira porque o bingo já começou.

Falcao.jpg


Cquote1.png Aê pessoal! Mais uma musica do Amado Batista! Cquote2.png

Cquote1.png Desce mais uma Cquote2.png
Teu pai caindo de bêbado no boteco de madrugada ouvindo Amado Batista
Cquote1.png Sou fã dele, é muito lindo Cquote2.png
Sua avó sobre Amado Batista

Amado Batista é o santo padroeiro dos cornos, dos pinguços e da tua avó. Suas músicas tocam em qualquer bar pé-sujo decente, pois são perfeitas pra acompanhar aquela dose de cachaça que se toma no meio da madrugada. Antigamente também acompanhavam declarações de amor, mas este aspecto não existe mais. Isto era de um tempo onde os caras se declaravam através de músicas e poemas, ao contrário de hoje em dia, que os caras se declaram chupando o pau das minas.

BiografiaEditar

Amado Batista, que morava numa cidade apelidada de Banana Murcha (Guaraíta), desde cedo tinha aptidão pra música. Aos 3 anos cantava em festas de amigos, todos cornos, que precisavam de uma música pra ajudar a descer os copos da branquinha pra se esquecerem dos chifres. Aos 7, ganhou um disco de ouro com Ilariê, regravado por Xuxa anos mais tarde. Ninguém nunca descobriu o que Xuxa deu pra ele não se manifestar sobre o roubo da música.

Depois da Xuxa roubar suas músicas, ele ficou tão enraivecido que teve de fazer um tratamento budista. Fazendo fotos de pobreza (como se já não fosse pobre) virou catador de lixo. Até que um dia namorou uma garota que era filha dum cara que tinha uma gravadora. Ele levou chifre, assim como todos os seus fãs, mas o importante é que estava gravando.

 
Amado Batista, o atual vencedor do troféu sorriso amarelo.

Quando fez Amor Perfeito, estourou em todas as paradas. Todos os radinhos a pilha nas roças dos colonos tocavam Amadão Batista. Daí veio Amar, Amar. Daí que a coisa andou mais ainda. Todo mundo comprou a fita (não tinha cd, só fita e low play) e ficava escutando, era um bom som para ritmar as enxadadas na roça. Depois de ganhar 4864121 discos de ouro, levar a inventarem o disco de platina, vender 241346548421874651879 CDs, Amado é o cantor que mais vendeu.

Conhecido como mensageiro do amor, provavelmente fica escrevendo esse tipo de músicas porque não pode bater punheta e a punheta sobe pra cabeça de cima, daí já viu (parei de bater punheta e virei poeta! Funciona! Eu garanto!). Provavelmente o cantor mais velho após a morte de Dercy Gonçalves e Silvio Santos, Amado Batista é o ídolo de todos os colonos, sem terra, pedreiros, bugres e pobres em geral.

Amado Batista é um símbolo, junto com Lula, de por que os países do exterior acham que os brasileiros são um bando de colonos, vivendo em mato e praias, sem cultura, apenas vivendo como os sambaquis viviam (comendo, vivendo, cagando tudo num lugar até formar uma pilha de sujeira pra eles morarem em cima).

Até hoje Amado Batista vende seus cd's (eu compro! e tua avó também, com a aposentadoria) e é um símbolo de como a Som Livre está decaindo e tentando empurrar merdas antigas do passado pros aposentados, pensionistas do INSS, retardados, n00bs, emos e caras como eu comprarem...

Pontos positivos das músicas de Amado BatistaEditar

  • Dá ideias pra cantadas românticas
  • Ocupa seus pais pra você ver porcaria na net
  • Gasta o dinheiro dos vizinhos
  • Evita que os colonos saiam de casa e gerem confusão
  • Evita que os velhos saiam pra lotar ônibus e fazer aumentarem as filas
  • Faz os emos terem mais motivos pra se cortarem, chorarem e se esconderem...