Abrir menu principal

Desciclopédia β

Ametista (DC Comics)

Shermie kof.jpg Este artigo se trata de uma Hentai Girl

Ela é gostosa, mas nón ecziste. Ela participa de algum desenho, jogo ou quadrinhos e sabe a tática do Infernal Silicone.

Cquote1.png Ela não é tão boa quanto eu. Cquote2.png
Mulher Maravilha sobre Ametista
Cquote1.png Só se for boa de cama. Cquote2.png
Ametista sobre a citação acima
Cquote1.png Prima! Cquote2.png
She-Ra sobre Ametista

Ametista fazendo pose de gostosa.

Ametista, a princesa Gostosa do Mundo de Cristal é uma poderosa feiticeira e super-heróina de quadrinhos da DC Comics, podendo facilmente da porrada no Superman já que aquele cara é fraco contra magias e mulheres gostosas. Ela foi criada por Dan Mishkin, Gary Cohn e Ernie Colon, dois grandes hentaizistas girls desenhistas e sua primeira aparição foi em Legion of Super-Heroes v2#298 (houve muita sacanagem naquela edição).

Suas origensEditar

Amy Winston, em seu 13º aniversário descobre ser na verdade uma princesa dum mundo místico chamado Gemworld (ela devia ter fumado crack por achar que esse mundo existia mesmo) e que seus pais terrestres eram cafetões adotivos. Seus pais reais haviam sido mortos por Lorde Dark Opal (não confundir com o Lord Voldermond, aquele feiticeiro gay e sem nariz), que usurpara o trono e procurava agora também morta a filha do casal, ou não.

O seu destinoEditar

Ao enfrentar aquelas putas Demônios da Sombra do Antimonitor em Crise nas Infinitas Terras, Ametista ficou cega para poder lutar com aquelas putas sem ver seus belos corpos sedutores. O Sr. Destino levou-a de volta para Gemworld, e contou-lhe que na verdade, o pai de Amy Wiston era um Lorde da Ordem Dercif (ou não), raça de seres misticamente poderosos do qual o próprio Sr. Destino faz parte. Sr. Destino largou-a a própria mercê, a medida que monstros se aproximavam. Ametista criou então instintivamente um sentido que permitia-lhe detectar magia, de modo que pôde derrotar os monstros (na verdade, Destino havia a abandonado conhecendo que ela teria potencial para desenvolver este dom ou ser morta caso ela seja burra).

v d e h
O incompreensível mundo do Universo D.C.