Abrir menu principal

Desciclopédia β

Amida

Caretamonstro.png Este artigo só pode ser coisa de MONSTROS!

Estrague este artigo que eles vão avançar e te comer! Nos dois sentidos!
Para não despertar a fúria deles, melhore este artigo, tá?

AGORA CORRE!!!

NovoWikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Amida.

Cquote1.png Você quis dizer: as minas amina Cquote2.png
Google sobre Amida
Cquote1.png Experimente também: amiga Cquote2.png
Sugestão do Google para Amida
Cquote1.png Prefiro as minas! Cquote2.png
Playsson sobre amidas
Cquote1.png Já comi! Cquote2.png
Mano sobre amidas as mina

DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...... que as amidas são parentes das aminas?

As amidas são uma função orgânica muito confundida com as minas as aminas, sendo parecidas com elas, mas com algumas peculiaridades que as tornam diferentes, senão não precisariam ter outro nome. São compostos orgânicos com um nitrogênio metendo em uma carbonila, o que explica a origem do nome, ou não. São as unidades estruturais básicas das proteínas e formam aquele bife com molho que você adora comer no almoço.

Índice

Estrutura e propriedadesEditar

 
Estrutura presente nas amidas: observa-se a suruba entre o carbono e o oxigênio, mais o nitrogênio querendo se entrosar no sanduíche. As letras R indicam radical alquila ou arila.

Menos conhecidas pelos ignorantes leigos (e químicos também) e extremamente odiadas pelas aminas, as amidas são compostos onde a carbonila presente na molécula é duramente atacada por um nitrogênio ligado a um radical punk orgânico. Como o carbono da carbonila já foi dominado e enrabado pelo oxigênio, o trabalho do nitrogênio em entrar e fazer a festa é mais do que natural. Com isso, todas as amidas terão um grupo funcional que é a junção de uma cetona com uma amina, formando uma suruba molecular, com muitos orbitais se entrosando, cruzando e fodendo fundido a todo o momento, para a alegria dos elétrons.

Como resultado de toda essa putaria quântico-molecular, as amidas interagem sexualmente entre si por meio de ligações de hidrogênio, fazendo as moléculas relacionarem intimamente entre si, o que acaba gerando altos pontos de fudição fusão e fervura ebulição, os maiores entre todas as funções orgânicas, ou não. A ligação entre amidas, na formação de um plástico polímero é chamada de ligação peptídica, que até hoje ninguém sabe o que esse nome quer dizer.

ImidasEditar

 
José Mayer, um dos mais poderosos agentes oxidantes de anéis de couro benzênicos.

As imidas, assim como as amidas, possuem uma carbonila levando uma trolha ligação simples de um nitrogênio safadinho, mas neste caso estamos falando de um composto cíclico, que forma um anel de couro, sendo muito mais interesante para reagir e oxidar por agentes oxidantes fortes, como o Ricardão, Motumbo e José Mayer, atacando preferencialmente o centro do anel e levando o mesmo ao rasgo à quebra violenta. Essas reações altamente enérgicas e destrutivas são muito comuns na indústria petroquímica, a fim de separar em partes os inúmeros componentes da nafta e gasóleo, através de cracking da bolsa catalítico, ou não.

Para os espertinhos que apenas tem a química como única e exclusiva companhia e amante, imidas também são classificadas como um nitrogênio que consegue meter em duas carbonilas ao mesmo tempo, sendo que a terceira valência fica livre pra meter onde quiser, sem preconceitos nem proibições da parte das carbonilas, que estão levando mesmo de outros átomos, gerando uma putaria sem fim.

Substituintes da amôniaEditar

Ao contrário dos compostos orgânicos, certos sais heavy metal metálicos da amônia são também chamados de amidas, por pura preguiça da parte dos químicos, que nem para dar um nome novo para essa merda. Como exemplos temos a amida de sódio (NaNH2), amida de cálcio (Ca(NH2)2) e a amida de chucknórrio (Ch(NH2)999).

NomenclaturaEditar

 
Um monte de amidas, prontas para ingestão.

Como todas as merdas funções orgânicas, as amidas também tem um monte de regrinhas criadas por vagsbundos que não tem absolutamente porra nenhuma para fazer e que precisam de algo para justificar seus gordos salários pagos pela IUPAC (International Union of Pikaretologic AlChemy). Dentre essas regras de nomenclatura:

  • Amidas simples, onde o nitrogênio que está metendo na carbonila não está ligado a outros carbonos, metendo apenas em outros dois hidrogênios tem o nome com a seguinte estrutura: prefixo do radical (número de carbonos), sufixo, indicando se o xadrez a cadeia é gorda saturada ou insaturada, terminando com o sufixo amida. Exemplos:
    • Amida de com quatro carbonos: bucetamida butanamida;
    • Amida de um carbono: metenamina metanamida;
    • Amida de dois carbonos com uma ligação dupla: etenamida;
  • Amidas di e trissubstituídas, ou seja, em que o nitrogênio fominha, além de meter na carbonila, ainda mete em mais um ou dos outros carbonos, dependendo da vontade do freguês. Neste caso, os nomes dos radicais que estão tomando do nitrogênio irão aparecer na frente, com o prefixo N-, para indicar que estão grudadinhos nele. Exemplos:
    • Amida de um carbono, com um radical metil ligado ao nitrogênio: N-metilmetanamida;
    • Amida de quatro carbonos, com um radical propil e um etil ligados ao nitrogênio: N-etil-N-propilbutanamida;
    • Amida de cinco carbonos, com um radical bucetil butil ligado ao nitrogênio: N-bucetilpintanoamida N-butilpentanamida;
 
Efeitos do uso excessivo de anabolizantes amidas.

AplicaçõesEditar

Uma das grandes aplicações das amidas são como aditivos alimentares, nas formas de carne sangue e derivados, muito utilizados juntamente com esteróides anabolizantes com fins de inflar aumentar a massa muscular e diminuir a massa encefálica, também muito utilizada como ração para você animais, com fins de engorda. Fisiculturistas, bombados e outros animais fazem uso de suas propriedades a fim de fazer os músculos crescerem, geralmente usando uréia ou outros compostos baratos e de fácil uso.

Além dos usos alimentícios de de doping, muitas amidas são utilizadas na confecção de polímeros, especialmente os plásticos que você usa para depois jogar fora, lenvando muitisissíssimo tempo para se decomporem em merda. Uretanos, carbamatos e mais um monte de xingamentos nomes que só os químicos e nerds sabem são amidas, que podem ser utilizadas para reações químicas esdrúxulas, para contaminar o ambiente e, principalmente, para justificar os empregos e salários de inúmeros vagabundos engenheiros químicos, químicos, (os não tão gordos salarios dos arigós e estagiários) e diretores de muitas empresas, químicas ou não.

Ver tambémEditar