Abrir menu principal

Desciclopédia β

Andaraí (Rio de Janeiro)

Bandeira rj.jpg Coé, merhmão, eshte arhtchigo eh CARIOCA!

Não vandalize, senão a chapa vai ficarh quentche, cara. Agora deixa eu irh na praia pegarh um bronze nesse sol de 50 graush, comendo unsh bishcoitosh.


Cquote1.png Vou Andaraí, de cabeça relaxada (de cabeça relaxada), Sem deixar cair, vou seguindo na levada (vou seguindo na levada) ♫ Cquote2.png
Preta Gil sobre Andaraí
Cquote1.png Porra, tanta gente pra fazer uma música sobre nós, logo a Preta Gil que nem cantar sabe é quem faz!? Cquote2.png
Morador sobre citação acima?
Cquote1.png Queria o que!? Vinícius de Moraes? Tá pensando que aí é Copacabana, é? Cquote2.png
Preta Gil sobre citação acima

Andaraí é um bairro de classe média-baixa do Rio de Janeiro, o que significa que lá é mais um dos trocentos bairros cariocas que tem pobre na tarde de domingo que pega seu carro tunado com um som do tamanho da Torre Eiffel pra colocar pagode alto e beber cerveja da qualidade da Nova Schin, torcendo pro Framengo num jogo qualquer. De preferência contra o Fruminense.

O bairroEditar

 
Mesmo sendo um sucesso (?) na área residencial, ninguém nem ousa passar em frente desse lugar. Aqui era a sede do DOPS. Não, não é drops, seu animal, e sim DOPS. Vá ler um livro de história do Brasil.

Andaraí é um dos bairros mais velhos do Rio de Janeiro, o que já indica que você vai encontrar múmias circulando pelo local. Seu nome vem de uma expressão indígena doidona que diz rio de morcegos, o que denota que essas múmias vão morrer de noite levando mordida de morcegos e/ou variações dessa, virando vampiros, o que pode ser um perigo para a sociedade. Metade do elenco da saga Crepúsculo veio de Andaraí. O rio que tinha esse nome hoje está poluído, como 99,99% dos rios do planeta.

Foi colonizado por jesuítas que plantavam cana de açúcar, que provavelmente só ficavam por ali porque a cachaça oriunda do álcool ali feito devia ser muito boa, se bobear melhor do que a Caninha 51. Antigamente Andaraí era subdividido em Andaraí Grande (Andaraí, Vila Isabel, Grajaú e Aldeia Campista) e Andaraí Pequeno (Tijuca), mas hoje Andaraí é só Andaraí mesmo (O RLY?). O bairro chegou a ser citado numa obra de Machadão, provavelmente com alguma tragédia ocorrendo lá, até porque só assim mesmo pro bairro aparecer no RJTV. A não ser que organizem a maior roda de pagode do mundo por lá, aí sim também terá mídia. E virará um inferno.

Ao contrário do que você pensa, Andaraí já foi bairro industrial, sediou a primeira fábrica de calcinhas do Rio, o que atraiu muitos tarados na região. Porque você acha que eles organizam rodas de samba? Pra ver a buzanfa dela quando ela usa aquela mini-saia, oras! Em virtude da intensa industrialização do bairro, vilas operárias foram se formando no entorno das fábricas, o que aumentou ainda mais o índice de tarados com os pedreiros que construíam as fábricas, dando uma fama ao bairro de galanteador, uma verdadeira indústria de cantadas do tipo Seu pai deve ser o capeta, porque você é um anjo caído!

Mas no século XX, com a imensa procriação, as indústrias foram todas compradas pela construtora Gafisa para fazer residenciais de mais de oito mil andares com vista para a praia, shopping, a dois minutos de um parque qualquer e com fácil acesso à puta que pariu, até porque esse povo tinha que comprar uma casa para abrigar a filharada. Por isso Andaraí virou um bairro residencial, hoje mais de classe média-média, a margem de erro para mais ou para menos é quase ignóbil.

FutebolEditar

 
Bem mais bonito do que uma filial do inferno um estádio não? Ao menos o shopping tem ar condicionado.

O America Football Club, aquele do trá-lá-lá super criativo do hino de Lamartine Babo, construiu seu primeiro estádio aqui, muito pra ver se fazia desse monte de prole de Andaraí torcedor do America. Sorte desse povo que isso não deu tão certo, senão o número de pessoas com depressão e desilusão, além de sofrer com estresse e dor de cabeça seria imensa. Alguns afirmam que a mudança foi porque em Mesquita, onde o Giulite Coutinho foi construído, a número de crianças estava sendo bem maior, e, talvez lá, por não ter um time na cidade, daria certo e assim novos torcedores do Mequinha surgiriam. Como se pode ver atualmente, não deu certo...

Hoje aquilo virou o Shopping Iguatemi, muito mais útil para a população, que sem dúvida prefere gastar dinheiro na C&A (exceto os pais de família, ainda mais quando vêem o preço) do que ver um America x Friburguense. E mais, na verdade o shopping só não se chama Shopping Andaraí porque senão seria um chamariz para todos os pobres irem visitar o shopping de regata da micareta do ano retrasado do Asa de Águia e com um chinelo Havaianas ou pior, uma cópia mal-feita de um chinelo Havaianas.