Abrir menu principal

Desciclopédia β

Andy (O Massacre da Serra Elétrica)

Deppmorte.gif
Andy (O Massacre da Serra Elétrica)
é uma vítima infeliz e sem sorte!

Foi "checar lá fora"


Sem dúvidas, o cara que mais sofreu no filme O Massacre da Serra Elétrica (remake) foi Andy. O ditocujo teve as pernas cortadas pela motosserra de Leatherface, levou 300 marretadas na coluna, foi pendurado como um boi no gancho do abatedouro da família Sawyer/Hewitt e, mesmo assim, não conseguiu morrer, sendo obrigado a ficar agonizando por horas e horas. Apesar de estar todo arrebentado, com nenhum osso no lugar, ele só conseguiu acabar com sua agonia quando pediu para sua amiga imortal, Erin Hardesty, lhe enfiar a peixeira no estômago.

HistóriaEditar

PassadoEditar

 
Agora está explicado o porquê de Andy ter sofrido tanto nas mãos de Leatherface. Nem o vilão da máscara de pele humana suporta os emos.

Nascido em alguma cidade perdida dos Estados Unidos da América, Andy teve uma vida normal e tranquila. Quando criança, ele era um pirralho comum, fanático por beisebol, futebol americano e basquete. Seu maior sonho era jogar na NFL, para ganhar muitos milhões sem precisar trabalhar. Porém, a realidade era outra. Para poder comer, Andy era obrigado a ajudar o seu pai na borracharia da família. Pode parecer um trabalho sujo e mal-pago, mas Andy até que gostava daquilo, principalmente porque os calendários da parede eram bem interessantes.

Na adolescência, Andy continuava sendo um sujeito comum, que fingia que estudava, mas na verdade forçava os nerds a fazerem as suas lições de casa. Nas horas livres, Andy jogava futebol americano, e até que era bom nisso, o que o tornou muito popular em seu colégio. Apesar de toda esta popularidade, Andy nunca conseguiu pegar nem resfriado, pois a repartição de sua carteira reservada para o dinheiro já estava acumulando teias de aranha.

Durante o seu baile de formatura (sim, esta criatura acéfala conseguiu se formar), Andy conheceu Kemper, sujeito gente boa que lhe mostrou todas as propriedades e benefícios da maconha. Após algumas tragadas totalmente de grátis, Andy viciou no barato, e faria de tudo para conseguir um pouco mais daquela erva refrescante. O problema é que, como já falamos, Andy era pobre, e não poderia arcar com 20 quilos de maconha diariamente.

Para resolver este problema, Andy resolveu ir comprar ervas no México, pois naquelas bandas os baseados são baratinhos, pois a produção nacional é enorme. Como Kemper também estava indo para lá, pois estava precisando reabastecer o seu estoque, ele convidou Andy para a viagem, pois ficou com pena da pobreza do rapaz. Além dois dois, também estavam indo Erin Hardesty, a namorada de Kemper, e Morgan, o melhor cliente de Kemper.

Feitos todos os preparativos, o grupo estava pronto para começar a viagem. Porém, antes do início, eles encontraram uma caronista, chamada Pepper, que também estava indo para o México. Como a garota era bonitinha, Kemper a deixou subir, e a viagem finalmente começou.

PresenteEditar

 
Andy na casa da família Sawyer/Hewitt, pouco antes de comer o pão que o diabo amassou e cuspiu nas mãos de Leatherface.

Após 30 minutos de conversas, Andy e Pepper já estavam bem desavergonhados, tanto que ficaram no maior amasso no banco de trás da van. Apesar da possibilidade do recém-formado casal acabar fazendo um filho em seu veículo, Kemper nem deu muita bola, pois já estava alto devido aos baseados.

Se dependesse de Andy, ele ficaria no bem-bom com Pepper até o fim da viagem, mas como estamos em um filme de terror, alguma coisa sempre tem que acontecer para estragar a viagem. O que aconteceu neste caso foi que Erin Hardesty e Kemper resolveram dar carona para uma loira suicida, que estourou os miolos no banco de trás da van, causando vômitos em todos os presentes. Andy ficou impressionado ao ver uma cabeça humana por dentro, pois ele nem fazia ideia que as pessoas possuíam um cérebro. Se dependesse dele, ele continuaria a viagem normalmente, se agarrando com Pepper ao lado do corpo da defunta, mas como os outros estavam sãos, eles não aceitaram isso, e resolveram chamar pelo xerife.

Enquanto Kemper levava uma marretada na caixa d'água e morria nas mãos de Leatherface, Andy estava no maior sossego na van, se agarrando com Pepper. Porém, quando Erin voltou para a van sem Kemper, Andy se prontificou a ajudar a procurar pelo amigo, afinal, se o traficante não aparecesse, ninguém mais lhe venderia drogas por um precinho camarada. Os outros não queriam ir, pois são cagões demais, então, apenas Andy e Erin voltaram para a casa dos Sawyer/Hewitt, onde ele supostamente estaria.

Chegando lá, enquanto Erin distraiu o velhote que estava cuidando da casa, Andy invadiu a propriedade alheia, e começou a procurar por Kemper. Não estranhando em nada que os lustres da casa eram feitos com ossos humanos, e que a geladeira estava cheia de carne humana, Andy continuou investigando, até que, cagão pela própria natureza, soltou um grito de gazela ao avistar um filhote de porco. Esse grito foi o suficiente para o velho perceber que a sua casa tinha sido invadida e, como em sua residência ele não permite a entrada de homens, pois eles empesteiam o ambiente, o velho chamou Leatherface para cuidar da situação.

Quando o galã da máscara de pele humana apareceu armado com uma puta motosserra, Andy e Erin correram como doidos, e se separaram, pois assim pelo menos um conseguiria se salvar. Como Erin é a protagonista, e não poderia morrer nesta altura do campeonato, Leathrface vai atrás de Andy, que enquanto corre, fica se perguntando o porquê de não ter subornado o diretor do filme para conseguir o papel de protagonista. Apesar de estar em boa forma, Andy não consegue despistar Leatherface, pois o vilão pratica cooper todos os dias. Então, após alguns minutos, Leatherface resolve acabar com aquela palhaçada, e serra as pernas de Andy, que ainda tenta pedir água e suco de laranja, mas acaba sendo pendurado como um boi no gancho do abatedouro da família Sawyer/Hewitt.

Depois de algumas horas pendurado, Andy consegue tirar forças sabe-se lá de onde, e tenta descer do gancho, mas apenas aumenta o seu sangramento. Nete momento, percebendo que está todo arrebentado, Andy deseja morrer, mas nem tem forças para isso. Então, ele apenas espera pela hora em que Leatherface aparecerá e lhe matará de vez com a motosserra.

Mas Leatherface não é piedoso, e resolveu deixar Andy sofrendo por alguns dias, pois planejava desossá-lo e serví-lo apenas na próxima semana. Se o matasse naquele momento, até a próxima semana a carne já estaria estragada. A única pessoa que acabou com a agonia de Andy foi Erin Hardesty, a última sobrevivente, que, após pedidos desesperados de seu amigo, lhe enfiou a peixeira no estômago, matando-o de uma vez por todas.


v d e h
BUUUUUZZZZZZZZZZZZZZ!!! O Massacre da Serra Elétrica...