Abrir menu principal

Desciclopédia β

Andy Murray

William Wallace.jpg Thws artekille ys Scotch!

Este artigo é escocês! Ele usa Kilt, bebe whisky e Irn-Bru, arremessa troncos de árvores e martelos, toca gaita-de-foles, é fã do David Coulthard e é primo do Duncan MacLeod!

Se você traiu William Wallace, caia fora daqui!

Paisagem escócia.jpg


Rf7lxch3-200.jpg Este artigo é algo que a Larissa Parison aprovaria, se não tivesse sido demitida do elenco das Bailarinas do Faustão...

Este é um artigo que pode te levar para o Lado Amarelo da Força. Se estiver perto de algum evento decisivo, não o leia, pois pode causar um FAIL épico.


Cquote1.png Freguês Cquote2.png
Novak Djokovic sobre Andy Murray
Cquote1.png Mas eu ganhei no US Open de 2012 e em Wimbledon em 2013! Cquote2.png
Murrinha sobre comentário acima
Cquote1.png Oh Coitado! Cquote2.png
Tim Henman e Greg Rusedski sobre Andy Morreaí
Cquote1.png Lindo, tesão, bonito e gostosão! Cquote2.png
Marias-Raquete sobre Ande e Morra
Cquote1.png Você não vai com a minha cara? Cquote2.png
Andy Murray sobre seu espelho
Cquote1.png Se tem, bigodes de foca, nariz de tamanduá... e orelhas de camelo Cquote2.png
Simony sobre Andy Murray


Andrew Murray é um tenista britânico que até 2007 não era nada no tênis, mas misteriosamente em 2008 de 9999 do ranking da ATP subiu para número 4... Ninguém sabe como... E ninguém sabe como ainda se mantém entre os 4 melhores do mundo.

Índice

CaracterísticasEditar

 
Murray fazendo bicos em Matrix para conseguir dinheiro.

Andy Murray é famoso por seu formoso cabelo que é muito semelhante a uma juba de um leão, pelos seus típicos dentes ingleses (beges e horripilantes) e também por ser um dos caras mais reclamões do circuito (Só perde para Marat Safin).

Seu kiay (grito que os tenistas dão para aliviar a força na hora da batida) é o mais feio desde a época que as raquetes eram de madeira, eles parecem com aqueles gritinhos no começo da música T.N.T do AC/DC. Provavelmente, seu grito foi inspirado em seu rosto, tão feio quanto. Ou até mais.

InfânciaEditar

Ninguém sabe da origem estranha de Murray, alguns dizem que ele é da Escócia, outros dizem que ele é britânico, e outros dizem que ele é irmão de Dave Murray o guitarrista do Iron Maiden. Porém, é mais provável que seja descendente dos leprechauns irlandeses, algo que pode ser notado através da sua formosura facial.

Murray sofreu em sua infância. Foi abandonado pelos pais e cresceu em um orfanato no Zimbábue. Murray cresceu isolado no orfanato porque 9 de cada 10 crianças do orfanatos eram negras e ele era o único branco. Alias, branco não. Murray chega a ser transparente.

Murray começou a jogar tênis em uma mini academia à qual o orfanato levou 5 garotos. Murray era o pior para variar. Mas dizem que quando o dono do orfanato disse que ele só poderia andar de primeira classe de avião se fosse jogador de tênis, ele deu um jeito de subornar os juízes da ATP e virou profissional.

CarreiraEditar

Murray passou a temporada inteira de 2008 com as mesmas roupas da Fred Perry. Ele nunca disse a ninguém o porquê... Além disso só ganha suas partidas porque os adversários deles não suporta seus gritinhos de bixa e pedem arrego na mesma hora.

 
Murray em um momento de descontração. (Ou não.)

Hoje em dia tudo que Murray faz de importante é ganhar o Torneio de Wimbledon e medalha de ouro nas [[|Jogos Olímpicos|Olímpiadas]]. Isso porque não enfrenta Federer ou Nadal nas finais (mas espera aí, ele enfrentou o Federer na final em Londres 2012...).

SexualidadeEditar

Ninguém nunca viu Murray com uma namorada, ou ficante, ou piriguete, ou ficante séria... Enfim nunca o viram com a companhia de uma mulher.

Dizem que Murray é gay. Mas o fato é que todo inglês parece ser gay, além de emo e descendentes do capeta, de tão horríveis.

Na atualidade, o que Murray gosta mesmo é de segurar no cabo da raquete. E jogar tênis.

Estilo de jogoEditar

Super-criativo, fica no fundo da quadra mandando bolas longas do outro lado até o adversário morrer de cansaço (se bem que esse é o princípio básico do tênis, matar o outro de cansaço). Nunca tenta uma deixada, nem ao menos manda slices. Fica fazendo a mesma merda maçante o jogo inteiro. Não é à toa que nunca avança em Grand Slams. Durante muito tempo a única coisa que conseguiu fazer foi alcançar uma final de U.S. Open e outra de Australian Open (pouca coisa para os nada exigentes padrões brasileiros), mas foi destruído por Federer em ambas. Contudo,sua sorte finalmente muda no Us Open de 2012,quando ele foi um tcheco especialista em bolas duras para treinar seu jogo (e ficaram horas e horas no quarto treinando,dizem as más linguas),contudo o duro treinamento teve resultado e Murray finalmente conseguiu vencer seu Grand Slam derrotando Djokovic na final.

v d e h
Tênis