Abrir menu principal

Desciclopédia β

Antinomia

Pessoas fazendo antinomia numa piscina.

Cquote1.png Proibido proibir Cquote2.png
Antinomia

Antinomia é um paradoxo da retórica, uma afirmação confusa que envolve duas teorias contraditórias entre si formando apenas um pensamento que também pode ser afirmação certeira e irrefutável. Schopenhauer até pode dizer que é uma tática de debate, mas a antinomia na realidade não passa de burrice de seu interlocutor contraditório e da carência de poder de interpretação da população em geral que nem se importa em questionar.

Resumindo, a antinomia é uma forma intelectual de analisar a estupidez humana. Ou seja, a antinomia é uma antinomia em si mesma.

Índice

O que éEditar

A antinomia é um termo inventado pelo Narrador da Sessão da Tarde para aprontar altas confusões na mente dos filósofos, teoria esta aperfeiçoada por Kant só para dar uma indireta em Schopenhauer em suas teorias vagas e ambíguas.

A antinomia está presente nas seguintes correntes filosóficas:

  1. A limitação do universo dentro de uma bola de espaço-tempo, coisa que na verdade não existem.
  2. A teoria dos átomos indivisíveis, coisa que na verdade não existem.
  3. Um homem conseguir levar alguma mulher ao orgasmo, coisa que na verdade não existe.
  4. A existência da consciência do ser, coisa que na verdade não existe (a sua existência é apenas seu cérebro te pregando peças apesar de você acreditar que existe).

ObjetivoEditar

A antinomia é um produto de uma burrice aguda, não tem utilidade a não ser a absoluta perda de tempo.

Como fazer?Editar

 
Isso não é burrice, é antinomia.


É bem simples. Você pode começar a fazer um Sudoku ou pesquisar uma palavra na Desciclopédia, tudo isso é antinomia e faz parte inerente ao aburramento do ser humano como pedaço de carne comestível.

Ou apenas afirme que 1=2 assumindo ponto de visto que se trata de um único numeral, são iguais, mas até você explicar isso já terá ganho a fama de burro.

Onde está a arteEditar

A antinomia é uma arte onde você afirma uma verdade através de mentiras. Como a incompletude dos sistemas formais pois as axionas não podem ser demonstradas por elas mesmas.

Antinomia jurídicaEditar

A antinomia jurídica é um recurso que muitos advogados de quinta categoria usam para despistar a atenção do júri criando paradoxos interpretativos teorizando leis contraditórias.

ConclusãoEditar

Esse artigo inteiro está errado.

Conclusão²Editar

Esse artigo assume estar errado desde o princípio, portanto ele está correto em suas fundamentações erradas. Logo, correto.