Abrir menu principal

Desciclopédia β

Apiúna

Ponte-HLuz.jpg Se quésh quésh, se non quésh, dish!

Este artigo é catarinense! Já entrou em coma alcoólico na Oktoberfest, sabe o que é boi-de-mamão, tem um poster do Guga e pensa que é alemão!

Venha para o lado barriga-verde da força você também!

O pão de açúcar de Apiúna

Cquote1.png Você quis dizer: Picuda Cquote2.png
Google sobre Apiúna
Cquote1.png os melhores chops da cidades estão aqui, apesar de Blumenal ainda ser a melhor. Cquote2.png
Alemães sobre Apiúna

Apiúna é um município brasileiro do estado de Santa Catarina cheios de gordos alemãs e de outras raças também.

Sua história

Em 1878, famílias chegadas da Alemanha, da Itália e da Polônia e daté do Inferno, receberam lotes na região, que já foi chamada de Ribeirão do Bugre, Ribeirão Neisse e Aquidabã (nome de um navio brasileiro que participou da Guerra do Paraguai e levou a bordo voluntários catarinenses, entre eles um apiunense morrendo todo mundo por lá). O nome Apiúna, em tupi-guarani, significa “cabeço negro”, uma referência ao arredondado e escuro Morro Dom Bosco, com 390m de altura, além da cabeçona preta que o prefeito possuia, sendo muito admirtado pela mulherada.

A sua principal caracteristica

A sua natureza praticamente intocada e cerca de 100 cachoeiras poluidas favorecem a prática de esportes radicais, como rafting, montanhismo e rapel e um monte de loucuras que muiuta gente fazem por lá.

Além é claro que o município antigo está localizado no alto dos picos duros que circundam a região. No vale encontra-se um vilarejo nas proximidades da rodovia BR-470, também sendo uma atração por lá, conhecida como a BR da morte, devido aos bebados dirigindo a noite as estradas da Apiúna.