Abrir menu principal

Desciclopédia β

Arábia Saudita

(Redirecionado de Arabia Saudita)
SheikYerbouti.jpg

"Vai tomar no cu", em árabe
Brimo, este artigo é árabe!
Se você confunfir árabes com persas, terá a casa varrida do mapa por um 747-400.

Lava domes2.jpg Este artigo é queeeente!

Se quiser editar este artigo, entre numa geladeira, ligue o ar condicionado no máximo e beba uma coca-cola gelada. E não lute contra Sailor Mars!


Cquote1.png Você quis dizer: Arabia Maldita? Cquote2.png
Google sobre Arábia Saudita
Cquote1.png Eu sempre saudei a mandioca lá Cquote2.png
Dilma sobre Arabia Saudita
Cquote1.png Ótimo lugar pra passar o verão Cquote2.png
Turista Retardado sobre suas férias na Arabia Saudita
Cquote1.png Na União soviética o petróleo explora VOCÊ!!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Arábia Saudita

المملكة العربية السعودية
Saudi Arabia
Arábia Maldita
Bandeira da Arábia Saudita
Brasão de Armas da Arábia Saudita
Bandeira Brasão
Lema: Morte aos infiéis!
Hino nacional: Rock the Casbah

Localização de Arábia Maldita

Capital Riad Mim
Cidade mais populosa Casa do Sheik
Língua Árabe
Religião oficial Islamismo
Governo Moderamente religioso
 - Sheik Osama Bin Laden
Heróis Nacionais Tocha Humana
Área  
 - Total 2.149.690 km² com muitos poços de petróleo km² 
 - Água (%) 0
Analfabetismo Médio: Médio-cre  
População 24 milhões tradicantes de petrodólares 
PIB per Capita 20.000.000.000 reais (obtido com a venda de petróleo) 
IDH 06 
Moeda Tâmaras e Damascos Reais (TDR$)
Fuso horário AZT+ (Acre's Zone Time)
Clima Petrolífico
Website governamental Governo Saudita


Arábia Saudita é um país civilizado e bonito... ou não, localizado no deserto do Cagaquistão.

Índice

HistóriaEditar

 
Criança árabe: "Quero ser homem-bomba quando crescer".

Há muito tempo atrás, quando os Dinotopianos comandavam sanguinariamente e com crueldade o planeta Coruscant, um povo decidiu fugir da opressão do sistema e acabou parando no nosso planeta através do Star Gate e fundou a Arábia Saudita. Eram os cruéis árabes, que trouxeram consigo seus escravos judeus, jegue com bolas no lombo, funkeiros, apresentadores de talk shows, restart, egípcios, mouros e cantores de rap.

Durante o acerto de fronteiras com os outros países árabes mais fracos, conquistou mais deserto que estes e se destaca no mapa do Oriente Médio.

Atualmente, os árabes tem o nome de terroristas.

EconomiaEditar

A Arábia Saudita faz jus a cultura árabe de dinheirama. É o país no mundo com a maior quantidade de petróleo e parada certa de sheiks bilionários, além dos harens gigantes.

O meio de transporte mais popular no país são os tapetes voadores (que cagam em suas cabeças).

Homens-Bomba DemografiaEditar

 
Passaporte árabe.

Camponeses, pequenos comerciantes, ladrões de galinha, assassinos de aluguel e traficantes de ópio. São criaturas bem apessoadas que se inspiraram no Bomberman e no Coringa para fundar uma seita denominada Maçonaria. Lutam contra o mundo ocidental, a Igreja Católica, os kriptonianos, os descendentes de Jimmy Carter e os atlantes, mitológicos moradores de Atlântida, no Triângulo das Bermudas. Os homens-bomba compõem a principal mão-de-obra da Arábia, que além de barata não requer pinga, décimo terceiro nem direitos trabalhistas ou vale-refeição.

Atualmente uma pequena minoria étnica de homens-bomba localizam-se no Complexo do Alemão, no Morro do Vidigal, na Cidade de Deus, em Capão Redondo e agora em Itaquera com a construção do novo estádio.

GeografiaEditar

A Arábia Saudita é formada por vastos desertos escaldantes e em qualquer lugar que se cavar, esguichará petróleo do solo.

O destaque fica por conta do Deserto Rub' al-Khali, as dunas na região chegam a mais de 500 metros de altura e as temperaturas são insuportáveis. Vivem na região seres fantásticos governados por Cthulhu.

Cidade sagrada para a crença islã, Meca se situa na puta que o pariu e em dias de cheia, na época do Ramadã ultrapassa Nova Deli (Índia) e Barbados em barbudos por metro quadrado.

PopulaçãoEditar

CabritosEditar

Os cabritos são atualmente grande parte da população da Arábia, lá não tem só alguns cabritos, tem cabrito pra caralho, e os árabes com o passar do tempo aprenderam a inseri-los como parte de sua cultura, e aprenderam a amar os cabritos, literalmente. Beijavam cabritos, abraçavam cabritos, faziam sexo com cabritos com muitas sarradas fortes e arco-íris. Os cabritos aguentaram essa putaria islâmica todo esse tempo. A revolução dos cabritos estava programada pra esse dia 21/12/2012 que foi cancelada a pedido do Obama, que estava muito ocupado jogando poker e ganhando dinheiro e não podia ir pra Arábia fazer guerra, então mais uma vez os cabritos foram estuprados sem piedade pelos árabes amantes de areia com ridículos rituais escrotos.

ATENÇÃO: Nunca deixe seu cabrito com um árabe, ele poderá sofrer abuso sexual.

Mulheres árabesEditar

Na Arábia as mulheres são tudo traídas, só que elas sabem disso e gostam disso, adoram ser escravizadas em suas casas e dividir o marido com 72 outras mulheres, e esse é um dos maiores pontos turísticos da arábia, a não ser que você seja um cabrito. Mesmo com o calor desértico árabe de 300ºC de noite em um quarto com ar condicionado, as mulheres são obrigadas a andar completamente vestidas e cobertas até a alma em uns trapos sujos feitos de lã de camelo russo, com altos riscos de morte por insolação antes de atingir a maioridade. Na arábia todas as menininhas casam aos 12 anos e começam a ter filhos desde então com outras crianças e cabritos, e começam a sua vida de explosivos humanos desde cedo respeitando as leis de Maomé à pedido de Alá.

As mulheres árabes são muito bem cuidadas em seu país. Se mostrarem qualquer parte do corpo são aconselhadas a não mostrá-las, sendo apedrejadas pelos próprios familiares nas calçadas de areia do deserto batida, como lição para nunca mostrar sua preciosa pele para nenhuma outra pessoa a não ser seu precioso dono marido.

SubdivisõesEditar


Brasão de armasEditar

 
Em algum lugar por aquelas bandas...

O brasão de armas da Arábia Saudita na opinião hipócrita do rei Abdullah e de seus súditos com aquela torre de petróleo cruzada por espadinhas ridículas quer dizer a impaciência e a ignorância de Bush durante a Guerra do Golfo Pérsico enquanto ele se levantou das areias assustando os pecadores e o Silvio Santos. Se você encher o saco de Sua Majestade o Rei Abdullah, ele jogará um barril cheio de merda na tua cara, porra!!! Sai desse país estranho, por favor!

Ver tambémEditar