Abrir menu principal

Desciclopédia β

Arautos de Galactus

TV pós-Globo.

Este artigo é sobre mais um programa de tortura televisiva. Salve-se mudando para o Canal do Boi, ou leia sobre mais essa desgraça da TV.

Mafiapre.jpg Este artigo é criminoso!
Este artigo fala sobre um bando, uma quadrilha ou sobre um criminoso qualquer. Ele usa de sua influência nas forças armadas para praticar crimes numa boa e não paga impostos, pois é protegido pelo governo. Tem boa convivência com os populares, frequenta estádios de futebol apenas para fazer baderna e tem supostas ligações com a máfia.

Arautos de Galactus fecha com o bonde!

LadrãoIdiota.gif

Cquote1.png Meu primeiro emprego. Cquote2.png
Dercy Gonçalves sobre Arautos de Galactus

Cquote1.png Eu tava na praia de bobeira e veio esse maluco ai me dar uma prancha prateada.. Cquote2.png
Caiçara Prateado sobre seu emprego.


Índice

Quem são eles?Editar

Os Arautos de Galactus são um bando de vagabundos, que no auge do desemprego, foram contratados pelo Devorador de Mundos para executar tarefas mundanas e trabalharem nos serviços de casa.


Dercy GonçalvesEditar

Antes do Big Bang, Galactus palitava seus dentes após devorar algum planeta quando ouviu um choro. Acolheu o pobre bebê, este em um ato infeliz, e concedeu vida eterna à ela para ser um de seus Arautos. Mas os constantes palavrões e a incapacidade de achar algo fizeram com que fosse banida ao planeta Terra.

Surfista PrateadoEditar

 
O segundo arauto de Galactus

Espiridião Amin, era um político no planeta Terra, quando veio à tona diversas fraudes que cometera e fora banido do Parlamentarismo. Sem o que fazer, mudou-se para Boiçucanga e foi aprender a surfar. Após Galactus banir Dercy, ele viu em Amin algo interessante: sua careca. Então resolveu fazer uma proposta de trabalho ao mesmo. Amim aceitou, senão Galactus iria destruir seu planeta natal.

Sua primeira tarefa era guiá-lo a um planeta corrupto para que pudesse se alimentar. O Caiçara o levou até Coruscant onde traiu Galactus ligando ele à um esquema de superfaturamento. Com a crise na Bolsa, Galactus decidiu rescindir seu contrato com Amim e procurar outro arauto.

Gabriel, o Andarilho dos CéusEditar

 
Mais uma vítima nas mãos de Chuck

Gabriel era um piloto da TAM que havia conseguido um emprego na NASA. Rapidamente, tornou-se piloto de ônibus espaciais. Em uma missão, calculou tragicamente a trejatória do foguete e foram parar em Saturno. E lá estava Galactus mais uma vez que salvou o onibus e em troca, ofereceu um contrato para Gabriel que aceitou. Tornou-se o Andarilho dos Céus. Estava desempenhando bem sua função, certo dia pegou a nave de Galactus escondido para ir na balada com os amigos, e no trânsito, colidiu com a nave de Chuck Norris, que ficou muito puto e matou o arauto.





Terrax, o AdestradorEditar

 
Terrax, o Adestrador

Galactus, temendo ser morto pelo Mestre do Universo, nem reclamou que este matou um arauto seu. Pagou a multa e saiu sem dar um piu. Resolveu ir à um circo pangalático que estava rolando no planeta "Birj". Lá, conheceu o adestrador de animais, Terrax e seu machado. Após aplicar o golpe do "Boa Noite Cinderela", Galactus levou Terrax à sua nave e transformou em outro Arauto.


Senhor do FogoEditar

Durante sua estadia em Xandar, conheceu um membro da Legião dos Super-Heróis Brasileiros que faziam um treinamento paramilitar com a Tropa Nova. Sua simpatia foi tanta com o Atocha Humana que o propos um contrato irrecusável com diversas orgias financiadas com dinheiro de cofres públicos de outros planetas e o transformou no Senhor do Fogo. Apesar de ter aceito e trabalhado alguns meses como Arauto, a Legião dos Super-Heróis Brasileiros acionou a justiça e o STJD deu ganho de causa aos heróis brasileiros pois ele tinha um contrato em vigor ainda com a Legião e este não pode mais ser um Arauto.

 
Atocha Humana