Abrir menu principal

Desciclopédia β

Árgon
Cilindros de ar.jpg
Cilindros cheios de ar
Símbolo, número Ar, 18
Série Peido nobre
Principal isótopo xAr
Propriedades atômicas
Massa atômica 39,948(1)
Dureza Intengível
Nível de radioatividade Baixa
Nível de toxicidade Baixa
Propriedades físicas
Comestível? Incomestível
Inalável? Plenamente
Posso passar na pele? Sim
Onde encontrar Nos cilindros de Ar
ponto de fudição zero absoluto
ponto de rebuliço zero absoluto
Coisas de quadrinhos
Probabilidade de te transformar num super-herói Nulo



Cquote1.png Na União Soviética o Ar respira VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Ar
Cquote1.png Em São Paulo você respira Ar, gás oxigênio, nitrogênio, chumbo, prata, enxofre, cobre, latão e principalmente monóxido de carbono Cquote2.png
Realidade paulistana sobre Reversal Russa acima
Cquote1.png No Rio você respira bala mano! Cquote2.png
Realidade carioca sobre realidade paulistana

Argônio, chamado em Portugal de árgão ou argónio porque lá eles gostam de utilizar til ou acento agudo em praticamente todas palavras, é um gás nobre facilmente reconhecível nas fórmulas químicas pelo símbolo óbvio de Ar, por ser ar.

Índice

CaracterísticasEditar

 
Uma máquina de fazer argônio vendida pela Polishop. Compre hoje e incluiremos gratuitamente rodinha deslizantes para você poder carregar ela com facilidade até aquele seu vizinho invejoso e mostrar que tem uma autentica e única maquina de fazer porra nenhuma argônio.

Não fede, não cheira, invisível, insípido, indiferente, inútil, imprestável, indiferente. Tem um monte em volta de você e você não sabe e não quer saber já que não faz a menor diferença.

  Nem vi  
Stevie Wonder sobre argônio
  Nunca vi, nem comi, só ouço falar, alias, nem ouço  
Zeca Pagodinho sobre seu pinto argônio

HistóriaEditar

O primeiro a teorizar a existência do argônio foi o químico especulador Enrique Almoço na Caverna quando no século XVIII em seu renomado trabalho "Sobre o que eu Acho e o que eu Não Acho" ele afirmou que "deveria existir um elemento mais pesado na composição do ar", dando o nome de "ar" para esse elemento, ou "argônio" em seu nome completo.

O argônio só seria isolado pela primeira vez em 1894 na Universidade de Massachussets Ohio, quando os cientistas de um audacioso projeto encheram um recipiente de ar e depois extraíram o ar de dentro deste, mas não totalmente, deixando só um resquício de ar, os quais chamaram de Ar, que logo foi aceito como o décimo oitavo elemento da tabela periódica.

CaracterísticasEditar

Como todo gás nobre, é um elemento inabalável e quimicamente inativo, além de muito antissocial não gostando de interagir com ninguém, poucos sabem porém que o argônio tem um passado pobre e nem sempre foi nobre, porque não passa de um potássio que se enobreceu.

Fontes sórdidasEditar

  • No Ar;
  • No Ar que você respira;
  • No Ar que você não respira porque está na China;
  • No Ar que você peida;
  • Nos cadáveres de defuntos com fosseis velhos (decaiu de Potássio).

Grandes inimigos do argônioEditar

  • Xenônio: por ter roubado o lugar do argônio nas TVs de plasma. Felizmente ninguém se importa mais com plasma, agora é só LCD.
  • Radônio: por ter roubado o lugar do argônio nas TVs LCD. Esse sim deixa o argônio furioso.
  • Sua mãe: por não deixar você brincar com ele.
  • Os seus olhos: por não enxerga-lo. Imagina como você se sentiria se as pessoas não lhe enxergassem...
  • Seu nariz: ...não lhe sentissem...
  • Seu ouvido: ...não lhe escutassem...
  • Seu cérebro: ...nem sequer soubessem que você existe.

Recomendações para um bom convívio com o argônioEditar

Nunca coma o Ar já que quando você come aquilo lá entra e não consegue sair, não consegue, não consegue e vai junto com as comida pro intestino e depois sai junto com o metano dos odores desagradáveis (é claro que ele em si não irá feder, mas como está aumentando o volume de gás dissipado pela saída redonda, aumentará o barulho).

AplicaçõesEditar

  • Substituir o ar quando o assunto é escrita (na pratica o argônio é muito ruim pra esse papel);
  • Ocupar um lugar na tabela periódica (imagina, a tabela periódica toda bonitinha e arrumadinha, se o argônio não existisse ficaria um buraco lá. Por isso o argônio é muito importante para a química moderna);
  • Ser mais invisível, imperceptível que você (provavelmente a única coisa no mundo) aumentando assim sua auto-estima para que não se mate. Se bem que isso é uma pessima utilidade do argônio.