Abrir menu principal

Desciclopédia β

Mulher argentina

(Redirecionado de Argentinas)
Esta página se adequa à Nova Política de Conteúdo Sexual.
Conteúdo impróprio para menores de 18 anos! Tirem as crianças da sala! Este artigo tem conteúdo impróprio para menores!
Este artigo pode conter pornografia pesada ou leve. De preferência, leia-o de olhos fechados...

Se ele estiver cometendo uma infração à Política de Conteúdo Sexual, por favor, reporte à moderação.

Cquote1.png Cara, a mulher argentina é a mulher mais gostosa do mundo! Cquote2.png
Argentino mentiroso sobre a mulher argentina.

Mulher argentina é o nome popular de um raro espécime feminino da raça homo neandertallis, um tipo muito raro de ser humano existente nos confins da América do Sul, muito difícil de ser encontrado em seu habitat natural, afinal as ruas de Buenos Aires estão sempre tão inexplicavelmente desertas, mas podem ser avistadas todo verão em Florianópolis, para onde migram sazonalmente para procriar.

AparênciaEditar

 
Uma argentina atípica, arrumada demais.

A definição mais tradicional de uma mulher argentina seria dizer que ela é como uma europeia mal lavada, mas como todas europeias já são avessas a banho, a maneira mais correta de definir uma argentina é dizendo que elas são como uma europeia mendiga mal vestida jogada na rua. E não é exagero, andando pelos parques de Buenos Aires não são poucas as argentinas avistadas jogadas em gramados como indigentes.

A mulher argentina é por definição sempre magrela, afinal são raquíticas, dotadas de poucos atributos corporais e são constantemente confundida com os machos de sua espécie que além da semelhança corporal também deixam os cabelos grandes como das fêmeas. Por não haver Sol na Argentina (apenas calor) a pele de suas mulheres é incrivelmente pálida devido à carência crônica de vitamina D em seus organismos. Não existem argentinas naturalmente loiras, mas como lá se assiste muita novela mexicana o advento da água oxigenada foi muito assimilado pela cultura feminina, então acredita-se que a Argentina é o país no mundo com a maior quantidade de loiras falsas por habitante, ultrapassando Brasil e México.

No geral a argentina é desprovida de seio e bunda, porém existem algumas exceções de argentinas peitudas, só que estas tem uma terrível cara de traveco, talvez por causa de seus beiços inchados e bochechas de buldogue velho. São estas espécimes uma prova viva de que ninguém deve ir fazer cirurgia plástica na Argentina.

Mas para as argentinas normais (magrinhas, baixinhas e sem bunda) herdando a cultura arrogante dos hermanos elas se acham as mulheres mais gostosas da América do Sul, por isso são as mulheres menos vaidosas do mundo, sendo normal encontra-las completamente descabeladas, desarrumadas com roupas velhas unhas sujas e hálito de capim (seja lá o que elas bebem) independente do tipo de festa as argentinas estão sempre esfarrapadas. Alguns culpam a Cristina Kirchner, que usa maquiagem e fica parecendo um dragão-de-komodo, e nenhuma argentina decide copiá-la.

ComportamentoEditar

 
Assim como os argentinos, elas também ficaram putas com mais um vasco vice.

As argentinas não são diferente de seus homens no quesito marra, catimba e arrogância, elas acreditam sempre serem as garotas mais legais, cultas, politizadas, espertas, entendidas, esportistas e tudo mais o que puderem mentir para serem as melhores. Em outras palavras são um tipo de gente histérica que não param de falar nem um segundo sequer sobre todos assuntos imagináveis um mais chato que o outro. Isso se deve à fama acertada do homem argentino ser maricon, muito tímidos com aquela cabeleira emo, as mulheres sempre tiveram a iniciativa na cultura argentina, não sendo raro elas falarem para quem estão interessadas cantadas de efeito como "te parto em mil", "hermoso", ou "quiero ti coger".

Vida sexualEditar

 
Mulher argentina realizando um dos maiores fetiches existentes no Brasil.

Apesar de sua palidez que as confundem com europeias, as argentinas são na cama como qualquer latina: totalmente selvagens. Como seus homens preferem agarrar-se nos jogos do Boca, elas são também muito carentes, o que explica porque, por mais que a bunda pequena delas seja murcha, elas não sentem vergonha de mostrá-las nas praias de Florianópolis de tão desesperadas que estão atrás de um parceiro.

Uma pesquisa realizada pelo Data Foda-se comprovou que comer de quatro uma argentina loira vestindo o uniforme da seleção argentina de preferência com o nome Maradona escrito e o número 10 nas costas é um dos quatro grandes maiores e principais fetiches sexuais do brasileiro típico (os outros três são hentai, travesti e surra de bunda). 95% dos brasileiros já realizaram essa fantasia, especialmente após a Copa do Mundo de 2014. Mas por que não se vê por aí tantos brasileiros casados com argentinas? Simples: após qualquer homem passar mais de 1 noite ao lado de uma argentina, por mais gostosa que ela seja, não existe no mundo mulher que seja mais irritantemente tagarela que a argentina e essa personalidade talvez explique porque os homens argentinos tem tanta tendência ao homossexualismo.