Abrir menu principal

Desciclopédia β

Aritmética

Infinitoraiz.PNG Este artigo é relacionado à matemática.

Cquote1.png Sua intenção era pesquisar: Pesadelo do Primário? Cquote2.png
Google dando uma de adivinho com a pesquisa de Aritmética

Professor Gifalales falando sobre a aritmética antes de ser interrompido.

Cquote1.png Bem... como eu ia dizendo... a Aritmética é... Cquote2.png
Professos Girafales sobre aritmética.
Cquote1.png Aritmética é que nem mulher, ninguém entende... Cquote2.png
Bêbado sobre aritmética
Cquote1.png Os brancos aprendem aritmética, enquanto os negros aprendem matemática. Cquote2.png
Rochelle sobre aritmética.
Cquote1.png Aritmética é fácil. Cquote2.png
Nerd punheteiro sobre aritmética.
Cquote1.png Claro, pra quem não tem vida social e é odiado por todas as garotas é sim! Cquote2.png
Pessoa burra com inveja sobre citação acima.

Diziam que a aritmética é uma matéria que estuda as operações adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação e radiação, aplicados em frações, logaritmos, fodimentos e principalmente reprovações. Ela também é conhecida como um dos principais motivos dos brasileiros abandonarem a escola antes de se formarem e passarem a ganhar a vida traficando trabalhando em empregos secundários que não exigem o mínimo de inteligência, como ser gari, filósofo ou coach (esses últimos requerem apenas fumar maconha e falar qualquer merda sobre a vida, o universo e tudo mais).

HistóriaEditar

 
Operação que você com certeza não entendeu.

Dizia eu que a aritmética vem fodendo a humanidade desde os primórdios: na pré-história, os humanos usavam a soma e a subtração para contar pedras (não podendo avançar mais devido a sua burrice) para jogar em outros humanos, quando estes não traziam comida ou cagavam nela. No ano de 2000 a.C, foram encontrados os primeiros registros dessas contas no Egito: de alguma forma surreal, os egípcios fizeram essa matéria ser bem mais difícil que o que já é hoje em dia, com contas bem complexas que um simples  .

Depois de séculos, os romanos, com preguiça de resolver esses cálculos e pra mostrar que têm o pau maior são superiores, resolveram criar um sistema de contagem bem mais prático e fácil, porém mesmo sendo mais fácil para aquela época, ainda era preciso usar instrumentos específicos para cálculos complexos, como o ábaco. Mais alguns séculos (e sofrimento) se passaram-se até finalmente criarem o sistema que usamos hoje: os algarismos indo-arábicos, em que surgiu algo revolucionário, o Zero. Graças a esse número jedi, a humanidade foi capaz de fazer contas ainda mais complexas, facilitando a vida de muita gente e todas as demais contas.

Aritmética na educaçãoEditar

Hoje em dia, a aritmética é ensinada em todas as escolas, servindo como uma peneira para separar alunos burros incapazes dos alunos decentes, fazendo assim os alunos mais nerds inteligentes se destacarem, irem para uma sala diferente das demais para sofrerem lavagem cerebral e serem soltos como alienados e burros como seus antigos amiguinhos, para assim continuarem passivos às merdas que o governo faz.