Abrir menu principal

Desciclopédia β

Esse artigo acaba de ser nacionalizado pelo governo da Venezuela. Aguarde novas notícias.
ARRIBA!
Arruda
Aruba
Bandeira de Aruba
Brasão de Aruba
Bandeira Brasão
Lema: Aqui não tem venezuelano!
Hino nacional: Aruba Dinastin Tea

Localização de Aruba

Capital Oranjestad
Cidade mais populosa Suco de Laranja
Língua Neerlandês
Religião oficial canibalismo
Governo Socialismo Soviético
 - Rei Mambo Jambo
Heróis Nacionais Holandês Voador
Área  
 - Total 41,526 km² 
 - Água (%) 18,41
Analfabetismo
População 100.000 
PIB per Capita 2,4 mil 
IDH
Moeda Florim de Aruba
Fuso horário +69
Clima tropicaliente
Website governamental [1]


Aruba (ArribaES-ME) é a colônia de férias de Hugo Chavez. A sua capital é a Cidade Suco de Laranja.

Índice

HistóriaEditar

A história da ocupação humana na região começa quando uma dessas tribos indígenas no Brasil no ano de 1265 oprimida pelos Incas resolve fugir ao mar com o intuito de pedir asilo político em Portugal. No caminho porém, eles atolam em Aruba e decidem povoar por ali mesmo.

Posteriormente a Holanda aparece do nada, planta cana-de-açucar na região e coloca todo esse povo para trabalhar como escravo. Aruba desde então, durante toda sua história antiga sempre foi mais uma dentre as tantas ilhas do arquipélago das Antilhas Holandesas e pacificamente sempre cultivou tapetes de flores e muita cana-de-açucar, além de ter muitos moinhos e tamancos também.

Apenas recentemente, a Venezuela em sua ofensiva para conquistar o mundo anexou a ilha após a Guerra Chavista-Neerlandesa. Desde então a ilha fechou o chamado Triângulo do Mal do Caribe, formado por Cuba, Haiti e Aruba. Essa tríplice tem pretensões de algum dia invadir Miami no norte do México.

PolíticaEditar

O território atualmente é uma província distrital federal venezuelana e Hugo Chavez ganhou em eleição democrática o posto de governador e prefeito da ilha.

EconomiaEditar

Aruba é um dos integrantes da OPEP (Organização dos Países com Petróleo pra Caralho) e possui uma refinaria de petróleo e proporção de 935 barris por habitante. Dessa maneira o território se esbalda em dinheiro e tem moral para xingar os Estados Unidos sem temer ser invadido.

GeografiaEditar