Abrir menu principal

Desciclopédia β

As sete palavras que não se pode dizer na televisão

(Redirecionado de As 7 Palavras que não se pode dizer na Televisão)

Cquote1.png Experimente também: Porra, caralho, merda, cu, fudido, filho da puta e cacete? Cquote2.png
Sugestão do Google para As sete palavras que não se pode dizer na televisão
Cquote1.png Cuidado, Chris! Parte desse material é da pesada Cquote2.png
O Doc tentou avisar.

As sete palavras que são “proibidas” de se dizer na televisão" são aquelas que o comediante George Carlin listou muito apropriadamente em seu monólogo, chamado "As sete palavras que você jamais pode dizer na televisão”. Naquela época elas eram consideradas inapropriadas e boca sujas pela distinta audiência dos EUA. São palavras que todo mundo estava cansado de falar e ouvir na rua, no trabalho, na escola e na hora do sapeca iá iá e outras cositas más, mas achava um absurdo ouvi-las na TV.

No Brasil, elas também são conhecidas como "As 7 palavras que não se pode dizer na Globo, sob o risco de levar um tapa e um grito do Márcio Canuto". Foram popularizadas pelo seriado Todo Mundo Odeia o Chris. Chris ouviu o disco de George Calin que pertencia ao Doc e resolveu contar para toda a escola, tentando ser finalmente popular. E é claro que, só pra variar, ele se fudeu nesse caralho, porra! se ferrou com isso.

"Esse material" era uma coleção com 30 discos de George Carlin, Redd Foxx e outros comediantes bocas-sujas.

As palavrasEditar

Dercy Gonçalves e as palavrasEditar

 
Dercy emocionada ao falar mais uma palavrão.

Dercy, a múmia da Desciclopédia foi a única ser a dizer as 7 palavras proibidas em rede nacional. Segundo ela, as 7 palavras proibidas são como palavras doces que saem com naturalidade e espontaneidade. Logo abaixo, há uma lista da primeira vez em que Dercy falou essas palavras:

  • Porra - 01 de novembro de 10000 a.C. - Primeira palavra a ser televisionada.
  • Merda - 30 de janeiro de 1543 - Ocorreu quando ela tinha apenas 15 anos de idade, no filme "Para Menores" em uma cena em que ela vê o amiguinho de seu companheiro sexual.
  • Buceta - 04 de setembro de 1765 - Palavra muito usada por Dercy na juventude e até depois de morta. Apareceu no seriado "As Catacumbas do Faraó" quando Dercy não tinha o que queria, ou quando seus planos de pegar o cafetão do Egito falhava.
  • Caralho - 13 de abril de 1812 - Pronunciada num discurso sobre bons costumes.
  • Puta - 18 de março de 1889 - No filme "Programação da República", Dercy descreve ela mesma como baranga oficial da cidade do Rio de Janeiro com a palavra puta. Ela também grita o palavrão PUTA seguido por MERDA, em uma cena pós-créditos.
  • Cu - 26 de agosto de 1955 - A essa altura, Dercy era prestigiada até no quinto dos infernos. Satã, um dos seus maiores fãs desafiou-a a inventar uma palavra pejorativa para ânus. No mesmo instante ela diz: VAI TOMAR NO CU!!
  • Foda-se - 23 de junho de 2001 - No programa "De Frente com Gabi", Maria Gabriela pergunta o porquê da fama de chamarem Dercy de Metralhadora de Palavrões. Sua resposta foi exatamente 6969 palavrões entonados em 1 minuto, no qual sua última palavra foi foda-se. Nesse dia Dercy quebrou o recorde de South Park de 6666 palavrões, incluindo a única pessoa a falar as 7 palavras proibidas da TV.

Ver tambémEditar