Abrir menu principal

Desciclopédia β

As pessoas boas devem amar seus inimigos

Seu Madruga ganhou o oscar de ´´melhor frase de efeito``

Cquote1.png Eu gostaria de ser inimigo da Maitê Proença. Cquote2.png
Seu Madruga sobre As pessoas boas devem amar seus inimigos

As pessoas boas devem amar seus inimigos é uma frase de efeito criada pelo maior de todos os filósofos, Seu Madruga, em um momento de profunda meditação e paz interna.

Índice

OrigemEditar

 
Uma boa hora para usar a frase.

Muitas lendas remontam como surgiu exatamente essa frase tão poderosa, mas a única coisa que se sabe com certeza é que foi criada por Seu Madruga, no auge de sua filosofia. Alguns dizem que Seu Madruga criou essa frase para inspirar os egípcios comandados pelo faraó que estavam atrás dos egípcios comandados por Moisés.

Outros já dizem que essa frase foi feita para uma mulher em especial, Cleópatra, que, em agradecimento à tal declaração, lhe deu o gentil apelido de Mamá. Os mais fanáticos dizem que essa frase foi criada para convencer Hitler a não matar mais judeus e negros, mas muitos negam isso, por não aceitarem que essa frase tão poderosa tenha falhado com alguém.

As lendas controversas são duas, leia e tente decifrar qual foi a verdadeira origem da mais poderosa frase de efeito já criada.

1° lenda do surgimento - o improvisoEditar

 
Para se criar uma frase como essa, deve-se pensar por horas e horas...

A primeira lenda diz que, enquanto Seu Madruga descansava no Jardim do Éden, sob a sombra de uma árvore carregada de belas maçãs, uma cobra apareceu e lhe dise para comer tão frondosos furtos. Mas, Seu Madruga mostrou que já nasceu filosofando, e soltou uma das primeiras frases de efeito da história: ´´Eu sou pobre, porém honrado``. Ao ouvir isso, a cobra desistiu e foi falar com Adão e Eva.

Depois de Adão e Eva fazerem a cagada de comer os frutos, eles foram expulsos do Jardim do Éden, porém prometeram vingança. Como Seu Madruga era um grande amigo deles, para tentar acalmar o desejo de vingança, ele soltou uma frase no improviso: ´´As pessoas boas devem amar seus inimigos``. Com isso, o coração raivoso de Adão e Eva sumiu e a poderosa frase surgiu.

2° lenda do surgimento - bem boladoEditar

A segunda lenda diz que essa maravilhosa frase surgiu durante a perseguição da Igreja Católica aos cientistas e filósofos, na Idade Média. Assim, para tentar acalmar os ânimos, foram reunidos os maiores filósofos do mundo, para pensarem em alguma solução. Claro que Seu Madruga tava no meio deles.

Após todos os filósofos ficarem dias pensando, eles não conseguiam achar uma solução, e quem teve que salvar o dia foi Seu Madruga, como sempre. Ele resolveu apresentar uma nova frase de efeito que ele tinha criado, que era ´´As pessoas boas devem amar seus inimigos``. Isso comoveu todos os presentes, e também comoveu a Igreja Católica, que parou com as perseguições.


Há ainda outra percepção: na realidade, assistindo ao episódio, quem diz a frase é a Chiquinha. Seu Madruga não lembra de tê-la dito. Provavelmente, trata-se de uma alegoria ao problema da santíssima trindade. A Chiquinha, enquanto filha, proferiu as palavras do Pai, em seu santo nome, da mesma forma que Jesus, o filho, tentou redimir os homens, mesmo com o ceticismo do Pai, que preferia sempre punir a humanidade com pragas.

Ver tambémEditar