Abrir menu principal

Desciclopédia β

Bacabal

Cquote1.png Você quis dizer: Buracabal Cquote2.png
Google sobre Bacabal
Cquote1.png Aquele que pega no meu pau?! Cquote2.png
Velhinho Maléfico sobre Bacabal
Cquote1.png Eu pus chips em todos eles, foi um trabalho árduo. Cquote2.png
José Sarney sobre povo de Bacabal
Cquote1.png Eu moraria lá numa boa! Cquote2.png
Bob Esponja sobre Bacabal
Cquote1.png Socorro! Socorro!Estou me afogando. Cquote2.png
Morador da Trisidela, depois de um sereno
Cquote1.png Cala Boca, seu idiota, não tá vendo que eu to quase zerando o Counter Strike. Cquote2.png
Prefeito sobre comentário acima
Cquote1.png Enchentes? Foda-se! Eu tenho meu JetSky. Cquote2.png
Prefeito sobre Bacabal
Cquote1.png Nossa, eu achava que era uma moto mágica Cquote2.png
Guri Retardado sobre comentário acima

Bacabal, também conhecida como a Princesa do Mearim, é só uma cidade maranhense qualquer.

Índice

HistóriaEditar

 
Qualquer semelhança desse letreiro com o Photoshop não passa de uma mera ilusão de ótica.

Mearim era um cafetão fodão nos primórdios do século xx que morava no maior puteiro do mundo Alto Alegre do Maranhão ele comia todas as putas da regiâo. Ele vivia feliz com seus lucros cada vez mais crescentes, mas também com o lucro do tráfico de prostitutas. No entanto ele se apressou por um pobre e inocente jovem que por ali passava, chamada: Roseana Sarney. O homem logo que a viu quis coisá-la, ela safada e maléfica como era, se entregou fazendo sapeca iaiai. O que o pobre homem não sabia é que Roseana era o próprio coisa ruim, filho de Sarney. Quando Mearim soube disso ele ficou rosa-chiclete por que tinha emprenhado a Princesa do Maranhão. Sarney rei do vasto império desde aquele tempo, e até eternidade (Shalamek = Sarney nos ama) ficou muito irritado, e expulsou Roseana de casa. Roseana procurou todos os pais de santo que conhecia, e pediu que a aconselhassem onde teria o bebê. Eles a guiaram até uma mata logo ali próxima à metrópole de São Luiz Gonzaga onde sentiram o mais alto fluxo de exús do estado, ali então Roseana decidiu parir seu filho que se chamaria Bacabal. Hoje Mearim dá apenas o nome do rio responsável por alagar a pobre cidade todo santo ano.

O município de Bacabal foi sempre assolado por pestes, como a malária, a gripe suína, o reggae e os 315 prefeitos anteriores. Agora passa por um período de paz. Depois que Roseana voltou para a casa do pai, o fluxo de demônios, exús, satanazes e pombagiras caiu muito para índices abaixo da média do Maranhão. Hoje em dia os moradores se dizem livres dos exús, exceto no mês de fevereiro quando os próprios habitantes invocam o Satã.

ClimaEditar

 
O Tiozinho da foto estava jogando Taquebol e não percebeu o início da garoa, ainda espera a bola apesar de todos seus amigos já terem corrido.

Crianças de 12 e 13 anos Especialistas têm estudado o fenômeno da chuva exagerada em Bacabal, e acreditam que talvez os baixos índices de macumba no município criaram um buraco cósmico, o que faz com que toda a água do estado escorra para o município de Bacabal.

Já os religiosos acreditam que a cidade é castigada todos esses anos por São Bacabal aquele que pega no meu pau por manter aquela ponte azul que em nada realçam seus olhos.

PolíticaEditar

O município passou por um rápido desenvolvimento, o que deixou muito chateado o então (como se tivesse outro) ladrão Rei do maranhão que percebeu que seus métodos de dar maconha para os pobres e fazer reformar agrária com os ricos não estava dando muito certo, então desenvolveu programas para a melhoria dos índices de desenvolvimento da cidade. Programas como: Mais Você, Big Brother Brasil, Rebelde Minha Arma minha Vida, Forró para Todos e o Bolsa Salva-Vidas.

  • Minha Arma Minha Vida - Trata-se de um programa criado pelo Rei Sarney que trabalha distribuindo para os jovens de comunidades carentes: armas, granadas, punhais e gatinhos. Os jovens ao invés de ficarem em casa coçando o saco ou engravidando as vizinhas agora podem sair a noite para brincar de assaltar lojas, bancos, escolas, e por que não igrejas han? Acabaram se os momentos de ócio, agora os jovens podem passar a noite toda trabalhando, e no outro dia terem os bolsos cheios.
  • Forró para todos - Ainda preocupado com a ociosidade da juventude bacabalense, Sarney resolveu criar o Forró para todos. O programa segue um rigoroso esquema, e tem como meta trazer 49 bandas de forró para o município por mês, assim os jovens não vão mais poder ficar em casa fazendo lição de casa, ou assistindo novela da Globo, agora podem sair para fazer coisas construtivas como: transar em locais públicos, cheiras lança-perfume em locais públicos e vomitar em locais públicos.
  • Bolsa Salva-Vidas - Mas nada se compara a abrangência e eficiência do Bolsa Salva-Vidas, projeto do Rei e do prefeito. Esse projeto tem como meta distribuir bolsas para a população em geral, bolsas contendo: Uma boia, um colete salva-vidas, um remédio contra malária e uma cesta básica de alimentos não perecíveis. Assim os moradores não precisam subir em torres no período chuvoso, agora podem ficar seguros em casa e esperar a enxurrada. Moradores afirmam que suas horas de vida foram prolongadas em média 7 horas afirma o instituto de pesquisas defuntais Mangueirão.

Bacabal é conhecida por suas politicas extraordinárias graças ao prefeito que mais rouba no Brasil, ele frequentemente faz suspeitos trabalhos de revitalização nas ruas da cidade, transformando Bacabal igual a época de seu vilarejo no século passado, retornando a cidade só a buracos, sem hospitais e praças e tudo mais.

EducaçãoEditar

A UEMA é tão longe, que os jovens da cidade preferem não fazer faculdade.

TransportesEditar

O Aeroporto de Bacabal realmente existe, apesar de muitos acreditarem quer tal fato é mera lenda.

Na questão dos transportes dentro da cidade, 90% da população possui motos, e todos gozam de uma lei de trânsito estritamente local na qual a população pode andar em suas motocicletas sem capacete.

LazerEditar

 
Foto sensual da Miss Bacabal na porta de sua casa, infelizmente depois de um leve sereno, não foi possível tirar uma boa foto.

A cidade além dos três shows de forró por noite também tem outras festas que movimentam o dia daquele povo. Há o Bacabal Folia no meio do ano (fluxo de exús baixo), as Festividades Juninas também (fluxo de exús médio) e o Carnaval em fevereiro (o exúômetro não consegue funcionar com fluxos tão altos, nem em Codó). Apesar de invocarem o demônio, Dercy Gonçalves e Vera Verão, o carnaval de Bacabal é um dos mais procurados do estado.

Há também a Expoaba, evento anual que acontece para exclusivamente apresentar animais rurais e nada mais que isso.

Mas a maior festa da cidade chama-se: Dia de Por no Sol. A data ganhou a comemoração e esse nome por que depois do período chuvoso quando os moradores finalmente voltavam a cidade sempre vão as suas casas, e botam as coisas no sol pra secar, enterram os filhos que morreram no alagamento, e festejam por estarem vivos. A festa já é uma tradição milenar apesar da cidade só ter um século. Na comemoração os habitantes dançam danças típicas, como Waka Waka e Fode Fode Foge Foge Mulher Maravilha, e cantam canções em adoração ao Rei Sarney, pois acreditam que ele o próprio é que chama Sérgio Loroza para chupar toda a água para sua enorme e vasta pança.

TurismoEditar

 
Bacabal é a única cidade do mundo que oferece um parque aquático natural gratuito e público. Oferecendo da prefeitura, repare na placa.

Bacabal tem uma ponte azul supostamente fodona toda de metal e que deve ser visitada pelo turista que lá chega, que chama a atenção dos turistas. No entanto a pobre ponte tem sido frequentemente hostilizada pelas colegas (outras pontes do Maranhão). As outras pontes confessam que fazem bullyng com a de Bacabal, afirmam que ela tem uma cor totalmente fora de tendência, e que preferem morrer a serem amigas dela. O criador da tal ponte é Halan Hasdfghjkllçsan que confessou que a cor da ponte não era pra ser aquele tom horrível, e que a ferrugem tem realmente deixado a ponte feia pra caralho... Crianças de 12 e 13 anos Especialistas perceberam que talvez a ferrugem misteriosa na ponte seja causada pelo fato dela passar os meses chuvosos submergida assim como toda a cidade.

Outros pontos turísticos de Bacabal são as praças, tão bonitas e fofinhas quanto os Teletubbies, as praças foram motivos de discórdia entre as cidades vizinhas: São José de Ribamar, Timon e Teresina.

Outra beleza a parte são as estátuas de São Bacabal aquele que pega no meu pau padroeiro do município. No entanto o santo tem reclamado do estado de suas estátuas em péssimo estado de conservação, devido ao frio intenso da cidade e do mijo das sereias nos meses chuvosos.