Abrir menu principal

Desciclopédia β

Baldur's Gate

Virtualgame.jpg Baldur's Gate é um jogo virtual (game).

Enquanto você lê, Mario pega as estrelas no Reino do Cogumelo.


Baldur's BackGate
Baldur's Gate cover.png

Capa sincera

Informações
Desenvolvedor BioWare/Black Isle Studios
Publicador Interplay
Ano Antigão
Gênero simulador de conversa fiada
Plataformas MS-DOS
Avaliação 40%
Idade para jogar Livre

Baldur's Gate (em português: Portão do Careca) é uma tentativa fracassada de grande franquia de jogos de RPG (veja Dark Souls, World of Warcraft ou Skyrim para versões de sucesso) produzida pela BioWare, numa época em que esta empresa ainda buscavam agradar apenas seu seleto nicho de fãs nerds virgens derrotados (afinal para que inventaram o RPG senão para esses seres fingirem que pegam alguma mulher mesmo que fictícia?) focando o jogo em frequentemente mostrar mulheres seminuas e completamente oferecidas (não um jogo para agradar feministas como Mass Effect: Andromeda).

EnredoEditar

Neste jogo controlamos o filho adotivo de Gorion (há a opção de criarmos um personagem travesti e colocarmos próteses de silicone nele para ficar um viado bem bonito, mas todos ainda vão continuar te tratando no masculino e as mulheres ainda continuarão dando mole pra você). Misteriosamente seu pai adotivo é assassinado por um grupo de black blocs e você proibido de voltar para casa. Você então deve controlar esse personagem assexuado de gênero neutro para resolver este e vários outros mistérios subsequentes.

No começo da trama precisamos resolver uma grande conspiração que envolve um grupo de maníacos que está envenenando o ferro das minas da capital transformando-o em talco e prejudicando a confecção de armas.

Na medida em que avançamos no jogo vamos conhecendo novas cidade se novos problemas típicos de RPG (entregar cartas e encomendas para os outros), vamos conhecendo novas pessoas e muitas vezes podemos recrutar pessoas com algum tipo de distúrbio mental a serem nossos amigos. Além disso frequentemente precisamos enfrentar prostitutas, visto que o rufianismo é ilegal, sendo muito fácil identificar as putas pelo fato de que os inimigos femininos estão sempre no máximo de maiô, enquanto as magas não tem vergonha de estarem revelando as coxas e as clérigas sempre com enormes decotes.

Em dado momento descobrimos que somos filho do Deus do assassinato, que conveniente e que Sarevok é seu irmão e vilão da porra toda, um cara que foi traído tantas vezes pela esposa que tem chifres até nos braços, joelhos e canelas. Precisamos por fim em sua revolta juvenil.

JogabilidadeEditar

 
O inferno que o jogador deve passar a cada novo diálogo, que não são poucos.

Em Baldur's Gate o jogador nerd virgem pode aproveitar um mundo no qual todas mulheres estão seminuas e são fáceis, devendo ele sair pelo mundo de Forgotten Realms caminhando sem destino resolvendo missões, batendo em ursos, combatendo orcs, essas coisas.

O combate é sempre desbalanceado e você passa mais tempo farmando e conversando do que realmente jogando RPG, arqueiros são os melhores e mais apelões, podem atacar de longe e causam o mesmo dano das espadas, coisa de jogo iniciante. As espadas se quebram como se fosse feitas de sal, mas assim que resolver a questão do envenenamento do ferro, as lojas instantaneamente vão passar a vender espadas inquebráveis.

O grande foco do jogo, porém, é a relação interpessoal entre o protagonista e uma equipe de até 6 aliados, cada um com suas personalidades únicas. A ideia é shippar personagens ou causar treta entre eles. Bem ao estilo RPG, podemos definir o alinhamento de nosso personagem, se ele é maluco, imbecil, essas coisas, para gerar desconfortos na relação dos personagens.

Público alvoEditar

Baldur's Gate é um jogo 100% destinado ao público masculino de nerds virgens derrotados sem vida social. Por isso mesmo se você fizer uma protagonista mulher, ela será necessariamente lésbica, e isso fica claro com a aliada Safana, que é bissexual e vai dar em cima de você não importa o que você seja

Você começa com um personagem fraco, mal equipado e sem aliados, justamente para o jogador já se identificar com aquele protagonista e ter empatia por ele, para sentir satisfação na medida em que ele vai criando seu harém particular de até 6 piranhas.