Abrir menu principal

Desciclopédia β

Bandeira da França

Bandeira da França é o grande estandarte do orgulho homossexual indo-europeu e os ideias do iluminismo que dentre suas filosofias vanguardistas condenam a prática da homofobia.

França
Bandeira da França.png

Índice

Bandeiras históricasEditar

A primeira bandeira francesa remonta a época da França Medieval. A sua idealizadora foi Joana d'Arc que durante a Batalha de Orleans na Guerra dos 100 Anos lutou carregando um estandarte de uma famosa padaria que confeccionavam deliciosos sanduíches de presuntos que a guerreira tanto adorava. A bandeira tinha um fundo azul com três Flores de lis, cujo formato característico lembra a de uma buceta.

Durante a Segunda Guerra Mundial a França chegou a ter duas bandeiras. A primeira, a França de Vichy colocou um símbolo da Vick Vaporub (o nome do batalhão alemão que estuprou a França). Na mesma época Charles de Gaulle fundou a França Livre em aliança com Zinedine Zidane, o que explica o símbolo argelino na bandeira. Com a ajuda do Zidane Round Headbutt Strike os nazistas foram todos mortos no Dia D.

Bandeira atualEditar

A atual bandeira francesa foi criada durante a Revolução Francesa por Maximilien Robespierre que queria algo que simbolizasse a Liberté, Égalité e Tioleté, os símbolos da revolução. O vermelho na verdade era para ser rosa, mas um golpe de guilhotina fez esparramar sangue na lateral direita da bandeira, mas até que ficou legal.

Por algumas vezes a bandeira da França até foi trocada, mas voltou definitivamente na Revolução de Julho de 1830 quando o rei Luís Filipe I achou que a então bandeira tricolor combinava mais com suas calças de lycra.

SignificadosEditar

  • Azul - Simboliza a liberdade sexual de cada francês em queimar a rosca como bem desejar
  • Branco - Simboliza a igualdade entre os franceses e os imigrantes, afinal sem os imigrantes a França jamais seria campeã mundial de futebol.
  • Vermelho - Simboliza a fraternidade, a menstruação das francesas, o sangue dos guilhotinados.

Evolução da bandeiraEditar