Abrir menu principal

Desciclopédia β

Bandeira da Geórgia

Bandeira da Geórgia é o símbolo cristão e boiola dos georgianos, com uma cruz vermelha cercada de florzinhas.

Geórgia
Bandeira da Georgia.png

Índice

HistóriaEditar

A primeira bandeira da Geórgia surgiu de 1918 quando alguém teve a ideia de mau gosto de criar um país por cima da Abecásia. A bandeira tinha uma cor-de-burro-quando-foge-açoitado-no-estábulo-enquanto-leva-frutas-para-vender-na-feira, no cantão havia duas faixas branca e preta simbolizando o pão de ló, prato culinário local.

O resultado foi tão tosco que a Stalin resolveu por fim naquilo ao conquistar sua terra natal e criar a República Socialista Soviética da Geórgia cuja bandeira trazia vermelho, cruz, martelo e foice, as quatro únicas coisas que um comunista precisava para viver além de uma latinha de feijões distribuída pelo governo gratuitamente.

Com a falência da União Soviética a antiga bandeira de 1918 foi retomada em 1993.

Bandeira atualEditar

Muitos georiganos achavam aquela bandeira feia demais, além de lembrar a bandeira de Tonga seus tirânicos colonizadores do século XVIII. Para mudar a bandeira, fizeram a Revlução Rosa, onde os opositores da revolução foram atacados com pétalas de rosas e no lugar de uma cruz colocaram uma rosa, afinal os georgianos não queriam dar muito na cara que são cristãos, afinal o Irã é logo ali e vai que rola um jihadzinho básico...

SignificadosEditar

  • Branco - Simboliza a paz e prosperidade que só existe na Geórgia do mundo dos sonhos.
  • Cruz Vermelha - Simboliza não o cristianismo como algumas fontes erroneamente afirmam, mas sim um hospital porque é disso que os georgianos precisam depois de tanta guerra civil.

Evolução da bandeiraEditar