Abrir menu principal

Desciclopédia β

Bandeira das Ilhas Salomão

Bandeira das Ilhas Salomão adotada oficialmente em 1977, composta por uma diagonal dourada dividindo azul e verde em homenagem aos seus colonizadores da Namíbia.

Ilhas Salomão
Bandeira das Ilhas Salomao.png

HistóriaEditar

Não é mera coincidência esta bandeira ser similar ao das Ilhas Marshall, única bandeira que os solomonessenses conheciam antes de desenharem a sua em 1977.

O Chefe Tika Tuka Luang Prabungaludogang foi quem adotou as cores pan-bananais verde, amarelo, azul e branco, só que eles não foram toscos o suficiente como certos países para combinarem losango e círculo (e nem sabiam geometria o bastante para isso).

O resultado foi apenas uma linha básica diagonal dourada representando os raios solares que fazem do arquipélago um inferno. O verde simboliza as folhas de coqueiros, e o azul o oceano (as duas únicas coisas que existem nas Ilhas Salomão).

Há ainda gravado na metade azul cinco gravuras (uma para cada grupo principal de ilhas). São a figura de dois cocos, duas folhas de palmeira e uma flor de papoula-amarela-do-himalaia que foi carregada pelos ventos alísios e pousou formosamente nas Ilhas Salomão na cabeça da Princesa Ta Dan Do Oku que após cheirá-la foi intoxicada por suas propriedade alucinógenas e começou a delirar acreditando que as Ilhas Salomão eram boas o bastante para serem uma nação independente e no final até conseguiram a independência e uma bandeira própria. É claro que essa flor tinha que estar na bandeira.

SignificadosEditar

  • Azul - Simboliza o oceano.
  • Verde - Simboliza as folhas de coqueiro.
  • Dourado - Simboliza o sol equatorial.