Abrir menu principal

Desciclopédia β

Bandeira de Granada

A Bandeira de Granada é formada por um retângulo vermelho em torno de triângulos verde e amarelo com hipotenusas e catetos, ou seja, é uma verdadeira aula de geometria e trigonometria. Há ainda sete estrelas representando cada um dos sete habitantes nativos da ilha, sendo a estrela central envolta num círculo, representando o cacique. Na esquerda, há ainda um símbolo um tanto bizarro, que muitos acham de forma enganosa se tratar de algo mais, mas na verdade trata-se de uma ponta de fósforo acesa, sendo que na bandeira marítima é uma sombra de uma granada.

Granada
Bandeira de Granada.png

Índice

HistóriaEditar

A primeira bandeira de Granada foi feita por alguns brasileiros em 1967, o que justifica suas cores verde, amarelo, azul e branco. Como a tecnologia da granada ainda não havia chegado em Granada, ilha que na época se chamava "Coquetel Molotov", ao centro da bandeira há o primeiro brasão do Reino de Coquetel Molotov.

Bandeira atualEditar

Em 1974 a atual bandeira é adotada, neste formato aberrante proposital para ver se conseguem chamar pelo menos alguma atenção. Se já não bastasse o formato tosco da bandeira ainda fizeram a questão de desenhar uma vagina menstruada na lateral esquerda da bandeira.

As novas cores adotadas tinham como objetivo simbolizar a África, o problema é que eles não sabem explicar direito o que vermelho, amarelo e verde tem a ver com África.

SignificadosEditar

  • Vermelho - Simboliza a coragem e vitalidade necessária para viver em Granada e nunca ter tido a ideia de se mudar dali.
  • Amarelo - Simboliza a noz-moscada, único alimento granadense.
  • Verde - Simboliza as folhas de bananeira fonte principal da arquitetura granadense.

Evolução da bandeiraEditar