Abrir menu principal

Desciclopédia β

Bandeira de Moçambique

Bandeira de Moçambique é uma multicolorida bandeira e rascunho da bandeira da África do Sul formada por três faixas verde-musgo, preto-preto e amarelo-gemada, com duas faixas brancas separando a faixa negra central das demais. Traz também um triângulo equilátero isósceles vermelho à tralha com o desenho do brasão moçambicano ao centro: Uma foice e martelo cruzados, símbolo do atraso comunismo, sobreposto por um livro em branco representando o analfabetismo do país, sobreposto por uma inchada e uma AK-47 cruzadas que simbolizam a guerra civil do país.

Moçambique
Bandeira de Moçambique.png

Índice

HistóriaEditar

Inicialmente a bandeira de Moçambique era a colonial da África Oriental Portuguesa que nada mais era que uma bandeira portuguesa com algum símbolo moçambicano qualquer.

Com a independência do país e a instauração da República Popular de Moçambique em 1975 pelo General Oougambougooambo, Moçambique deixou de ser colônia portuguesa e passou a ser uma colônia seychellense, o que explica a bandeira inspirada em seus colonizadores com aqueles raios multicoloridos parecendo uma discoteca dos anos 80.

Bandeira atualEditar

Com o fim do comunismo em 1990, uma nova bandeira foi adotada (que havia sido feita anos antes em 1983 por um visionário e macumbeiro que já previu a falência do socialismo). A atual bandeira trazia muitas cores para que ninguém se sentisse excluído, além de um macabro brasão com o desenho de uma AK-47 com uma baioneta, símbolo da violência do país.

SignificadosEditar

  • Verde - Simboliza as plantações de melancia do país.
  • Branco - Simboliza a educação do país que passa em branco.
  • Preto - Simboliza os manos, a maioria étnica de Moçambique.
  • Amarelo - Simboliza a gema do ovo, prato típico local.
  • Vermelho - Simboliza o crescimento do PIB do país, sempre no vermelho

Evolução da bandeiraEditar