Abrir menu principal

Desciclopédia β

Bandeira de Omã

Bandeira de Omã é um oferecimento da Habib's Inc. formada por um "T" vermelho na horizontal sendo claramente uma referência ao comunismo por ter formato de martelo. Divide duas faixas, uma branca a cima e uma verde-musgo abaixo, e também o brasão omaniano de kibes bem servidos acompanhados de limões fresquinhos.

Omã
Bandeira de Oma.png

Índice

HistóriaEditar

A primeira vez que algo sofisticado como uma bandeira chegou no que é o atual Omã, foi em 1820 na época do Sultanato de Mascate e Omã, quando beduínos sobreviveram a um ataque de alguns capangas de Cthulhu no deserto, e limparam seu rosto ensanguentado com um turbante branco que hastearam ensanguentado depois que o OMO não funcionou em lavar aquela mancha como qualquer sabão em pó. Algum historiador passou por lá nessa época e acreditou que haveria um povo estúpido o bastante para ter uma bandeira que fosse apenas toda vermelha.

Bandeira atualEditar

Em 1970 alguém com um senso estético chegou a Omã, e fez um esboço de bandeira, nem era para ser a definitiva, mas os tangamandapianos que lá viviam foram deixando a bandeira até que em 1995 ela acabou sendo oficializada pela FIFA que colocou Omã no seu jogo FIFA 12.

SignificadosEditar

  • Branco - Simboliza a tediosidade do país.
  • Vermelho - Simboliza as batalhas que acontecem todas é no Iraque.
  • Verde - Simboliza o limão que deve acompanhar obrigatoriamente qualquer tradicional kibe omaniano.

Evolução da bandeiraEditar