Abrir menu principal

Desciclopédia β

Bandeira do Benim

Bandeira do Benim é uma sem graça bandeira nas cores pan-africanas da República do Dá o Mel formado por três retângulos empilhados confeccionada especialmente para caber no território de Benim sem invadir as fronteiras dos vizinhos.

Benim
Bandeira do Benim.png

Índice

HistóriaEditar

A primeira bandeira beninense foi a da antiga tribo local, os Dá o Mer (existente entre os séculos XVII e XIX), cujo carismático líder Mussum Forévis II foi aquele que desenhou a bandeira usando a mais avançada tecnologia da época, o Paint, para desenhar um elefante com hérnia de disco e uma coroa.

Em 1904 é criado o Daomé francês quando os franceses decidem abrir um W.C. por lá. A nova bandeira foi a francesa, apenas com o símbolo de um n00b sendo decapitado, o grande símbolo do Império Benim que na verdade ficava na Nigéria.

No ano de 1975 a União Soviética compra uma pequena fazenda na África Ocidental onde planejava criar avestruzes para a produção de deliciosos omeletes com queijo de leite de escaravelhos beninenses. O nome dessa fazenda foi República Popular do Benim e durou até 1990, e sua bandeira deveria ser a mesma da União Soviética, o problema é que não existia tinta vermelha por lá e todo sangue derramado nas guerras civis era exportado para a fabricação de molhos pardos em Paris, sobrou a opção de imitar a bandeira da Líbia da época que era tosca o bastante para ser toda verde.

Bandeira atualEditar

Com a falência da União Soviética em 1990 e a criação da República do Benim, na preguiça de criarem algo novo outra vez, apenas pegaram a antiga bandeira da República de Daomé.

SignificadosEditar

  • Verde - Simboliza as floresta do Benim, única coisa que existe por lá.
  • Amarelo - Simboliza todo o ouro roubado pelos franceses.
  • Vermelho - Simboliza o sangue daqueles que tinham seus corações arrancados nos alteres de sacrifício do antigo Império Daomé (ou esses eram outro império?).

Evolução da bandeiraEditar