Abrir menu principal

Desciclopédia β

Bandeira do Equador

Bandeira do Equador é uma das bandeiras mais sem da América do Sul, graças à falta de criatividade de seus criadores que apenas pegaram a Bandeira da Colômbia e meteram por cima o brasão do Equador (este que também é uma cópia do Brasão da Colômbia).

Bandeira do Equador
Bandeira do Equador.png

Índice

HistóriaEditar

A primeira bandeira equatoriana foi criada em 1820 em comemoração à Revolução de 9 Outubro. Inicialmente a bandeira começou até original (embora lembrasse um pouco a Bandeira da Argentina usando faixas azul em branco. O país que ainda se chamava "E Coador" colocou na bandeira um símbolo de um coador da época.

Porém, dois anos depois, em 1820 a bandeira recebeu modificações, depois que a LDU humilhou o Fluminense na final da Libertadores, o brasão do clube foi colocado na bandeira equatoriana daquele ano. Nesse mesmo ano o Equador é integrado à Gran-Colômbia cuja bandeira é o primeiro molde tosco das faixas amarela, azul e vermelha.

Em 1845 o Equador]] se separa da Gran-Colômbia e cria a Linha do Equador. Coloca em sua bandeira um símbolo de um coador mais moderno. No mesmo ano porém com o surgimento do fantástico Juicer Philips Walita que vinha com um coador embutido na máquina de triturar a bandeira é novamente modificada para esta versão completamente moderna.

Bandeira atualEditar

A atual bandeira do Equador é criada em 1860. A ideia era criar algo que simbolizasse a nação, e por isso eles copiaram a Bandeira da Colômbia (e depois reclamam que sempre são confundidos).

SignificadosEditar

  • Amarelo - Representa a riqueza equatoriana (óbvio que se trata de uma ironia)
  • Azul - Representa a Linha do Equador e o mar poluído equatoriano.
  • Vermelho - Escondido sob o mar é o sangue derramado dos revolucionários
  • Brasão - O brasão equatoriano, assim como a bandeira, é uma cópia do brasão colombiano. Possui símbolos nacionais, como uma jangada, umas ruínas incas e um urubu com torcicolo.

Evolução da bandeiraEditar