Abrir menu principal

Desciclopédia β

Barbalha

Cquote1.png É a festa de Santo Antônio em Barbalha é de primeira, a cidade toda corre para ver o pau da bandeira Cquote2.png
Luiz Gonzaga sobre Sobre o PAU do Santo Antônio

Barbalha é um bairro menos desenvolvido da "grande" Juazeiro do Norte, cidade conhecida por sua belas mulheres (é mesmo sabia dessa não!?), e velhas safadas e por uma festa onde se misturam solteironas taradas, gays, travestis, cachaça, mulheres realmente bonitas (maioria do Crato), solteironas taradas, forró, homens bêbados e finalmente solteironas taradas, é a festa de Santo Antônio que ocorre nos mês de Junho.

Índice

HistóriaEditar

 
Barbalha vista pelo Luan Santana durante o clipe de Vou Voar.

Barbalha era habitada pelos índios Kariris, que viviam nestas terras só deitados numa rede coçando o saco, como todo bom índio brasileiro que se preze. Até que um dia chegou na região um ser que eles denominavam ser um Deus (e que ainda hoje é considerado Deus por grande parte do povo) ele se chamava Rommel Feijão com Sal e daí por diante passou a dominar esse povo e se tornou o cacique da tribo. Rommel depois foi nomeado prefeito rei da Barbalha pelo Imperador Governador Tasso Jereissati. Barbalha, inicialmente um bairro, ganhou o nome e status da comunidade alternativa do Juazeiro do Norte, de onde importa cachaça, tabaco e um monte de solteironas que todo ano vão tocar no pau da bandeira. Todo ano o Pau da Bandeira é exaltado como protetor da solteironas e barangas vindos do mais longínquos recantos do nordeste. Na cerimonia do pau bebe-se muito e por um milagre várias mulheres devotas consegue um macho ou uma pensão (filho).

GeografiaEditar

Em comparação ao relevo de Crato, Barbalha é uma verdadeira planície!

Cidade repleta de fontes de água mineral que hoje estão tudo contaminado com coliformes fecais, possui ainda um canal de merda viva que vai desaguar no Rio Salgadinho, em Juazeiro, Barbalha estão manda toda sua merda para Juazeiro assim como o Crato.

ClimaEditar

Quente e entediante. Se para ir para inferno tem que se fazer estagio em Teresina para se acostumar com temperatura, para ir para Teresina tem que ficar uns tempos em Barbalha para se adaptar. Mas quem quiser ter a experiência mesmo, Juazeiro do Norte é bem pertinho!

EconomiaEditar

Economia baseada em cachaça, rapadura, maconha e farinha.

No setor secundário possui uma fábrica de cimento, a ITAPUI, que está em total conformidade com as leis ambientais, para se ter ideia em Barbalha nem se precisa comprar cimento pois da fumaça que a fábrica solta pode ser recolhido e dela eita o cimento para se construir. Existe ainda a FARMACE, uma Induísta Química, e mais inúmeras fábricas de calçados, lojas de artesanato.

PolíticaEditar

Barbalha atualmente encontra-se nas mãos de uma ditadura petista que vem dominando todo o Brasil. Um sujeito careca que ninguém nunca viu, porquê é de Aurora e sempre morou em Fortaleza, com apoio de uma outro cacique da cidade o Camilo Bacana conseguiu junto com o Deus Lula Molusco da Silva e com o atual Imperador do estado do Ceará Cid Gomes vencer o cacique Rommel Feijão com Sal e colocar no trono da cidade o pavão misterioso, que não é formoso José Café com Leite. Curiosamente Café com Leite já havia sido vice de Rommmel, mas depois de sumir por uns tempos volto para derrota-lo. Mas Café com Leite deu pra traz, e mesmo com todo apoio de Camilo Bacana, do Imperador Cid Gomes e de Lula Molusco se atrapalhou todo, fez um bocado de cagada, empregou um bocado de parente na prefeitura e deu um chute na bunda dos barbalhenses. Isso representa um grande perigo para dinastia petista pois o Cacique Feijão pode voltar a qualquer momento mais fodão do que nunca.

Um fato curioso na politica barbalhense é que as principais lideranças politicas da cidade Rommel, Camilo e Zé Leite não são barbalhenses, o primeiro nasceu em Juazeiro, o segundo no Crato e o atual prefeito nasceu em Aurora e morou a vida inteira em Fortaleza.

PopulaçãoEditar

Em torno de 55 mil habitantes, sendo desses: 12% jumentos, 15% de cavalos, 55% de homens, 10% de mulheres (7% de coroas e 3% de patricinhas), 8% de ratos sendo que destes 90% são políticos. É conhecida por ser uma cidade onde tem grandes médicos, engenheiros, advogados, faz parte da Conspiração Cearense para Dominar o Mundo, mas mesmo assim ninguém sabe o porquê a cidade não se desenvolve.

BairrosEditar

  • Alto da Alegria - Não se engane não. De alegre não tem nada.
  • Bela Vista - Nunca fui lá, não se é belo não.
  • Santa Teresinha
  • Malvinas - Lugar de quenga ouvir funk, abandonado tanto por Argentina quanto pelo Reino Unido.
  • Cirolândia - É o Iraque de Barbalha, se bem que o Iraque está bem mais calmo. Nenhuma morte matada, só morte morrida.
  • Centro - Onde se encontra a maior parte da população.
  • Arajara - É um distrito composto por um bocado de sítios (Santo Antônio, Macaúba, Fárias entre outros). Não pega celular lá, a não ser com uma reza muito braba e quando pega você tem que ficar estátua no lugar, senão caí. O interessante é que até os sítios vizinhos que pertencem ao distrito são mais desenvolvidos. Abriga também o Arajara Park, era para ser um parque aquático para reunir toda a elite Caririense, hoje abriga um bocado de farofeiro. Mas tem as cabôca mais bonita da região.
  • Caldas - Balneário que abriga fontes de água mineral, sendo uma das mais cristalinas do Brasil. Tem umas festas lá onde só dá sangue bom, muito sangue mesmo.
  • Estrela - É longe pra cacete.

SaúdeEditar

A cidade conta com um dos melhores centros de tratamento de câncer do estado, hospital que não fecha como os de Juazeiro do Norte.

CulturaEditar

A principal atividade cultural de Barbalha é a Festa do Pau da Bandeira de Santo Antônio que é o padroeiro da cidade. Consiste em bando de cachaceiros levando nas costas um pau de 3 toneladas no mínimo para dizer que são machos, eles caminham quilômetros carregando o pau nas costas até chegar na cidade tudo regado a muita cachaça do brejo que é quem dar forças especias para esse bando de baitola de homens viris e fortes. Então, enquanto os homens barbalhenses se matam carregando o pau nas costas, os boyzinhos de Crato, Juazeiro do Norte, Fortaleza, Recife e várias outras cidades se divertem com suas mulheres ao som de muito forró e musica eletrônica. Quando o pau chega na cidade ai é maior alegria para solteironas taradas da cidade os carregares a seguram e a esfregam no pau e elas depois tiram a casca do pau par ver se arranja um pretendente. Na festa que ocorre principalmente na rua do Videl, que é como Avenida Paulista para Barbalha tem ainda um point GLBT, onde se juntam todos os gays da região e também quem todo mundo na cidade jurava que era macho aparece lá. Apesar de toda boca que vem xingar Barbalha, mais de algum% da população de Juazeiro nasceu em Barbalha, e vai a festa todo ano. A mulherada bebe a casca do pau do Santo Antonio para casar. Esse famoso chá é chamado de Chá de Pau Barbado e levanta a moral das mulheres de barbalha. Quando a mulherada bebe o chá de pau barbado ficam louquinhas pra dar o rabo.

LazerEditar

Durantes o mês de junho é um maravilha, para quem gosta de putaria não tem cidade cearense melhor, mas antes e depois deste fatídico mês, a cidade se torna uma cidade-fantasma, alguns jovens da cidade que estudam nos colégios particulares vão para praças e para o calçadão da cidade (maior do que a área do Rock in Rio) e colocam os paredões de som dos carros de seus pais em toda altura (coisa de gente matuta sabe!?). Os pais claro fazem isso com todo prazer para mostrar o carro novo que compraram em 500 prestações.