Abrir menu principal

Desciclopédia β

Behind Blue Eyes

Este artigo é sobre um HIT!

É uma música chata, repetitiva e seu vizinho adora. SOLTE O SOM!

Music madonna.jpg
ÒO..gif

Behind Blue Eyes é poser!

E vai na IURD sem estar endemoniado.

Ele(a) não sabe que o Mago Negro e o Dragão Branco de Olhos Azuis são cartas ruins que ninguém usa.

Cquote1.png Foda Cquote2.png
Eu sobre versão do The Who
Cquote1.png Lixo Cquote2.png
Eu sobre versão do Limp Bizkit
Cquote1.png Que mulher mais feia Cquote2.png
Você sobre mulher do clipe de "Behind Blue Eyes" do Limp Bizkit
Cquote1.png Filhos da puta! Cquote2.png
The Who sobre Limp Bizkit

Behind Blue Eyes é uma música do grupo de rock clássico dos clássicos Os Quem, mais tarde regravada pela bandinha de cu metal Limpa Biscate. A música fez muito sucesso em ambas as versões, e ajudou as bandas a ganharem muitos dinheiros e fama pelo mundo todo, consolidando seus status na cena mainstream. Mas, enquanto a versão do The Who é um clássico do rock e parece uma música de ópera terminando com um solo de guitarra pica (sem contar que a letra e a batida também são fodas), a versão do Limpe o Biscoito é uma merda que parece ter sido feita por algum adolescente qualquer pro trabalho de escola, sem contar nas remixagens estilo funk carioca no meio da música

Índice

HistóriaEditar

 
Quem?

A música foi escrita pelo guitarrista e narigudo do The Who Pete Townshend. Depois de levar um fora de uma groupie (porra, isso quando se é muito famoso significa que você realmente tá mal, hein?), Pete voltou pro seu camarim e lembrou de todos os foras de garotas que levou na vida (e não foram poucos) e aí começou a escrever "No one knows what it's like, to be the bad man/To be the sad man, behind blue eyes/No one knows what it's like, to be hated/To be fated, to telling only lies"(Ninguém sabe como é, ser o homem mal/Ser o homem triste, por trás dos olhos tristes/E ninguém sabe como é, ser odiado/Ser destinado, a contar só mentiras). As tais mentiras são os casos que ele tinha com groupies e putas que depois ele contava pros amigos como se fossem experiências maravilhosas, mas na verdade não era.

Aí ele ficou puto por causa disso tudo e começou a se lembrar dos casos de violência doméstica que cometeu, ao mesmo tempo que tentava refutar isso: "When my fist clenches, crack it open/Before I use it and lose my cool"(Quando meus punhos cerrarem, abra-os até quebrar/Antes que eu os use e perca a calma). Daí, pra relaxar eu vou pedir pros anjos orarem por mim, ele usou o resto de LSD que tinha no camarim e começou a ter visões mais loucas do que aquelas que o astronauta de 2001 teve (o filme todo em si é uma viagem), por isso o resto da música é só besteira. Depois ele mostrou a música pro resto da banda, que resolveu contribuir á sua maneira. Keith Moon começou a tocar bateria aleatoriamente no meio da música enquanto tinha mais uma overdose, John Entwistle teve que repor a parte de Moon e tocar uma linha de baixo com as notas mais baixas (mais baixas do que o Romário) pra criar a batida e Roger Daltrey adcionou um corinho a lá luau na praia por razão nenhuma

 
Fred mostrando o que ele fez com a música

30 anos depois, o vocalista do Limp Biskit Chorão Fred Durst está com sérios problemas. A banda estava perdendo popularidade, as pessoas não gostavam mais de pseudo metal fundido com rap e letras escrotas cheias de palavrões com clipes cheios de gostosas e os membros da banda pagando de imbecis (na verdade eles não pagam, eles realmente são imbecis). Aì pesquisando na internet (Sim, em 2003 já tinha internet) ele achou a música Behind Blue Eyes do The Who e resolveu copiar (i.e., fazer um cover). Só que pra fazer sucesso entre os adolescentes retardados, ele substituiu a parte mais foda da música por um remix escroto estilo funk carioca. O clipe da música mostra Fred na clínica de tratamento pra hemorroida, onde se ele envolve romanticamente com uma médica interpretada pela Halle Berry (uma versão da Taís Araújo mais magra e com mais peitos), enquanto tem sonhos eróticos com ela por causa das drogas que usa no tratamento.

SucessoEditar

Ambas as versões fizeram muito sucesso. A versão do Limpa Biscate fez mais (infelizmente) e foi utilizada como trilha sonora de tudo que é filme e seriado pra jovens, inclusive Malhação e sua versão internacional. Recentemente foi utilizada nos filme do Angry Birds e do Watch Dogs, e em um episódio de Californication, a série de soft-porn mais famosa do século XXI que passava no Abravannel Channel depois do Programa Silvio Santos

LetraEditar

Versão do The Who

No one knows what it's like, to be the batman bad man

To be the sandman sad man, behind blue eyes

No one knows what it's like, to be hated

To be fated, to telling only lies


But my dreams they aren't as empty

As my conscience seems to be

I have hours, only lonely

My love is vengeance, that's never free

 
A privada está atrás de olhos azuis


No one knows what it's like, to feel these feelings

Like I do, and I blame you

No one bites back as hard, on their anger

None of my pain or woe, can show through


But my dreams, they aren't as empty

As my conscience seems to be

I have hours, only lonely

My love is vengeance, that's never free


When my fist clenches, crack it open

Before I use it and lose my cool

When I smile, tell me some bad news

Before I laugh and act like a fool


And if I swallow anything evil

Put your finger down my throat

And if I shiver, please give me your blanket

Keep me warm, let me wear your coat


No one knows what it's like, to be the bad man

To be the sad man, behind blue eyes

TraduçãoEditar

 Traduzindo: Atrás olhos azuis
Babel Fish sobre Behind Blue Eyes

Ninguém sabe como é, ser o homem mal

Ser o homem triste, por trás dos olhos tristes

E ninguém sabe como é, ser odiado

Ser destinado, a contar só mentiras


Mas meus sonhos não são tão vazios

Quanto minha consciência parece ser

Passo horas, de pura solidão

Meu amor é a vingança que nunca é livre

 
Solidão atrás de olhos (nesse caso seria olho) azuis


Ninguém sabe como é, sentir estes sentimentos

Como eu sinto, e eu culpo você

Ninguém ferroa tão ferozmente, em sua ira!

Nenhuma das minhas aflições ou dores podem transparecer


Mas meus sonhos não são vazios

Quanto minha consciência parece ser

Passo horas, de pura solidão

Meu amor é a vingança que nunca é livre


Quando meus punhos cerrarem, abra-os até quebrar

Antes que eu os use e perca a calma

Quando eu sorrir, me dê algumas notícias ruins

Antes que eu sorria e aja como um tolo


E se eu beber de algo maligno

Enfie seu dedo na minha garganta

E se eu tremer me dê seu cobertor

Me mantenha aquecido, deixe-me usar seu casaco


Ninguém sabe como é, ser o homem mal

Ser o homem triste, por trás dos olhos tristes


Versão do Limp Bizkit

No one knows what it's like

To be the bad man

To be the sad man

Behind blue eyes

And no one knows what it's like

To be hated

To be fated to telling only lies


But my dreams they aren't as empty

As my conscience seems to be

I have hours, only lonely

My love is vengeance

That's never free


No one knows what its like

To feel this feelings

Like I do, and I blame you!

No one bites back as hard

On their anger

None of my pain and woe

Can show through


But my dreams they aren't as empty

As my conscience seems to be

I have hours, only lonely

My love is vengeance

That's never free


Discover

L.I.M.P.(4x)

Say it


No one knows what its like

To be mistreated, to be defeated

Behind blue eyes

No one knows how to say

That they're sorry and don't worry

I'm not telling lies


But my dreams they aren't as empty

As my conscience seems to be

I have hours, only lonely

My love is vengeance

That's never free


No one knows what its like

To be the bad man, to be the sad man

Behind blue eyes

TraduçãoEditar

Ninguém sabe como é

Ser o homem mau

Ser o homem triste

Por trás de olhos azuis


Ninguém sabe como é

Ser odiado

 
O motivo pelo qual você conhece essa música

Ser destinado

A contar apenas mentiras


Mas meus sonhos não são tão vazios

Como minha consciência parece ser

Eu tenho horas de pura solidão

Meu amor é a vingança

Que nunca está livre


Ninguém sabe como é

Sentir esses sentimentos

Como eu sinto

E eu culpo você


Ninguém reprima-se tão duro

Na sua raiva

Nada da minha dor e angustia

Pode mostrar completamente

 
Ou esse


Mas meus sonhos não são tão vazios

Como minha consciência parece ser

Eu tenho horas de pura solidão

Meu amor é a vingança

Que nunca está livre


Descubra L.I.M.P. Fale Descubra L.I.M.P. Fale Descubra L.I.M.P. Fale Descubra L.I.M.P. Fale Descubra


Ninguém sabe como é

Ser maltratado

Ser derrotado

Por trás de olhos azuis


Ninguém sabe como falar

Que está arrependido

E não se preocupe

Não estou contando mentiras.


Mas meus sonhos não são tão vazios

Como minha consciência parece ser

Eu tenho horas de pura solidão

Meu amor é a vingança

Que nunca está livre


Ninguém sabe como é

Ser o homem mau

Ser o homem triste

Por trás de olhos azuis

Ver TambémEditar

 

David Gilmour deu sua benção a este artigo!

Obrigado! Este artigo se sente mais forte agora :)

Clique aqui para mais abençoados.