Abrir menu principal

Desciclopédia β

Belle and Sebastian

Scotland-wallace.jpg Thws artekille ys Scotch!

Este artigo é escocês! Ele usa Kilt, bebe whisky e Irn-Bru, arremessa troncos de árvores e martelos, toca gaita-de-foles, é fã do David Coulthard e é primo do Duncan MacLeod!

Se você traiu William Wallace, caia fora daqui!

Paisagem escócia.jpg
NewBouncywikilogo.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Belle and Sebastian.
Belle and Sebastian
AT 1f1c3b9d9g1g9.jpg
os manos cagando no cinema
Origem Glasgow
País Escócia
Período {{{período}}}
Gênero(s) indie qualquer coisa, folk qualquer coisa, qualquer coisa-qualquer coisa
Gravadora(s) {{{gravadora}}}
Integrante(s) vide abaixo
Ex-integrante(s) {{{exintegrantes}}}
Site oficial {{{site}}}


Cquote1.png Nunca vi Cquote2.png
Stevie Wonder sobre Belle and Sebastian
Cquote1.png Nem eu Cquote2.png
Eu sobre a citação acima
Cquote1.png Isso é um monte de bixoooonas! Cquote2.png
Severino sobre Belle and Sebastian
Cquote1.png Experimente também: Arcade Fire Cquote2.png
Google sobre Belle and Sebastian (e pior que é verdade)
Cquote1.png Eu serei seu piloto Cquote2.png
Stuart Murdoch sobre músicas em 2017
Cquote1.png Tentamos copiar, mas não deu certo Cquote2.png
Angus & Julia Stone sobre Belle and Sebastian

Índice

HistóriaEditar

Belle and Sebastian, às vezes estilizada para B&S pelos fãs e preguiçosos que não escrevem tudo é uma banda escocesa formada em Glasgow, em Janeiro de 1996. Stuart Murdoch e Stuart David se encontraram nos bares da vida, se apaixonaram e então cataram alguns músicos na fila do seguro-desemprego e formaram o B&S. Em uma semana, eles gravaram um disco, o Tigermilk, na gravadora da faculdade que permitia que isso fosse feito de graça e que se prensassem cerca de 1.000 cópias em vinil. Não era para ser uma banda séria, tanto que no começo todo mundo mantia seu emprego fora da banda e tudo mais. Depois de largarem seus empregos pra viver da música, no entanto, vivem na miséria. Os vinis não chegaram a ser vendidos com entusiasmo, mas foram distribuídos para os amigos (hoje, chegam a ser vendidos por centenas de libras em leilões). Como chegaram às mãos de um DJ local, caiu na internet, começou a fazer sucesso e o escambau. No começo, os caras apareciam SEMPRE disfarçados em fotos ou tiravam fotos de amigos e fingiam que eram eles.

 
Os integrantes da banda bêbados em alto mar

Por que B&S não apareciam em fotos?Editar

 
os verdadeiros Belle and Sebastian

Na verdade, os integrantes de Belle and Sebastian evitavam aparecer em fotos por serem muito feios você deveria seguir o exemplo, e não queriam perder fãs ou causar cegueira em pessoas inocentes. Quando, já nos anos 10 do século XXI, deixou de ser estranho ser feio, eles decidiram mostrar suas caras para o público.

Quem são os caras/dementes que até outro dia não apareciam em foto?Editar

  • Stuart Murdoch vocalista principal (a vozinha fina de homem que você vai ouvir quase sempre), é um dos formadores, compôs tudo até certo tempo (The boy with the arab strap, precisamente), mas hoje em dia, apesar da maioria das composições ser dele, já divide este posto - o que é um verdadeiro milagre, pois toda bicha só quer brilhar sozinha, né? Suas influências são Felt, The Smiths e Carole King (nenhum dos quais, provavelmente, você conhece), gosta de uísque escocês, mas não pode beber porque tem um eczema, gosta de futebol o qual prática três vezes por semana pra manter o corpo de bailarina e já foi barman, caretaker de uma igreja (sob a qual ele morava até outro dia), DJ e tentou ser corredor profissional. Até hoje canta no coral da igreja. Ele toca piano, violão, guitarra, punheta e o que cair em sua mão na banda.
  • Stevie Michael Jackson é o moço com a voz firme que você vai escutar em músicas como "The Wrong Girl". Vocalista e guitarrista, idolatra Bob Dylan, e diz que não pega em seu violão desde Tigermilk, o que é uma bênção. É o maior fã de música brasileira no grupo (ouvinte de Mutantes, Caetano Veloso, Tom Jobim e coisas por aí). Além de cantar umas músicas sozinho, faz "backing vocal" na maioria delas e toca eventualmente baixo e gaita.
  • Sarah Martin, a gordinha inglesa do grupo, é a voz que você ouve em "Asleep on a sunbeam" e "Storytelling" (que nomeia um disco e é também composição dela). Ela entrou para a banda durante a gravação de "If you're feeling sinister", o segundo álbum. Quando vieram ao Brasil para o Free Jazz Festival, cantou "Baby" do Caetano Veloso sem um pingo de sotaque. Sarah é violonista, mas eventualmente toca violão, teclados, flauta e alguns instrumentos de percussão. É ativista antitabagista mas não antimaconhista, já que todo mundo naquela banda é drogado.
  • Richard Colburn, baterista. Richard é o boca-frouxa da banda. Fala como a tia que lava roupa embaixo da sua janela. Toca também com o Camera Obscura, Polarbear, Arab Strap e o Hefner.
  • Mick Cooke, trompetista, entrou para o grupo um pouco antes do formador Stuart David sair. Além de tocar trompete Cooke se arrisca tocando guitarra uma vez por outra. Quando o David largou a banda, ele ficou tocando baixo provisoriamente.
  • Chris Geddes, tecladista. Foi a maior vítima das piadinhas de Jô Soares na entrevista dos caras aqui, por ser vegetariano. Aliás, ele gosta de cozinhar e fazer outras coisas de menininha como pintar as unhas e discutir o torso malhado do Rodrigo Santoro em Lost, tanto que Jô no programa perguntou se além de ser vegetariano ele era casto. Chris não entendeu e Jô foi ownado pelo "". Toca no V-Twin e trabalhava num café.
  • Bob Kildea, baixista, último a entrar no grupo (para substituir Stuart David), mas já tinha tocado com a banda numa turnê pela Inglaterra. Ele é o cabeludo na capa de Jonathan David (e Mike, o cabelinho curto). Dependendo da situação, ele toca guitarra, violão e percussão. Nasceu na Irlanda do Norte, também toca no V-Twin e no The Reeinder Section.

DiscografiaEditar

  • Porra Leite de Tigre - 1996
  • Se você está se sentindo Gay sinistro - 1996
  • O garoto que deu pro arabe - 1998
  • Enfia tua mão na criança e ande com esse pisante - 2002
  • Contador de histórias gays - 2002
  • Cara viadagem catastrófica - 2003
  • Puxe o barman para abrir essa sua bunda velha - 2005
  • A vida na suíte - 2006
  • Escreva sobre sexo - 2010
  • Garotas em paz querem dar - 2015