Abrir menu principal

Desciclopédia β

ESTE ARTIGO É SOBRE UM GALÃ!!

Ele provavelmente não passa de um BBB: bom, bonito e burro pra cacete. Mas e daí? As mulheres (e alguns homens) ficam babando litros toda vez que ele aparece na TV (ou em revistas), já que ele é um

GALÃ.

Gerard butler.jpg
Confucio.jpg Pastel de flango, né?

Este altigo foi fablicado na China e pode queblar a qualquer momento. O autor plovavelmente luta Kung Fu e tem uma pastelalia. Não estlague este altigo, pois Jackie Chan está de olho.


Bill Eastwood Gates Clinton
Billclinton2.jpg
Bill em seu gabinete, logo após a posse.
35.º Presidente de Estados Unidos da Rússia
No cargo
20 de Janeiro de 1993 – 20 de Janeiro de 2001
Vice-presidente Al Gore
Primeira-dama Monica Lewinsky Barack Obama
Antecessor Jorge Bushmann
Sucessor Jorge Arbusto Reloaded
Pessoal
Nascimento 19 de agosto de 1946
Pequim, China
Profissão Sexólogo, Ex-KGB[1]
Partido PT

William Eastwood Clinton, mais conhecido como Bill Clinton foi um especialista em receber sexo oral presidente americano que teve muitos affairs. É atualmente um grande sexólogo, sexofonista saxofonista e ex-presidente dos Estados Unidos, além de ser um dos poucos presidentes da referida nação que não declarou guerra contra nenhum estado árabe.

BiografiaEditar

Nascido no Bronx, Bill ou Billy como gostava de ser chamado, sempre foi zombado na escola por seus interesses "diferentes". Na terceira série chamava atenção pelo seu interesse em jazz e putas. Com os mesmos interesses, Bill conheceu Lisa Simpson, uma jazzista puta. Com ela, o ex-presidente aprendeu a tocar saxofone, se tornando membro da Filarmônica do Bronx. Sua mãe tinha um emprego honesto, trabalhava todos os dias, 10 horas, seu pai também, exemplo de homem, trabalhava até tarde, e de tanto trabalhar sempre chegava com o seu terno um pouco manchado em sua gola, mas provavelmente eram manchas de suor.

Com 15 anos, Clinton saiu da Filarmônica e passou a realizar trabalhos pequenos, como fazer a trilha sonora de filme pornôs e tocar o sex sax em boates de strip-tease. Em um de seus shows, Bill foi descoberto pelo então presidente Ronald Reagan, que o levou para tocar em sua banda particular, na Casa Branca. Lá, Bill comeu todas as camareiras, cozinheiras, serventes, empregadas e primeira-dama, o que o levou a ser expulso do local e se tornar um conhecido comedor. Infelizmente na Inglaterra Billy cometeu um erro fatal: traçou Lady Gaga e por isso teve de fugir às pressas, tornando-se refugiado político na tinta União Soviética.

Ao ser expulso da Casa Branca, Bill levou consigo diversos segredos de estado, o que provocou uma crise no governo George H. W. Bush (conhecido como escândalo de Watergate). Com um partido mixuruca (partido Democrata), Bill começou a fazer campanha presidencial. Aprendeu com um famoso faquir indiano a encantar serpentes com seu sax. Bill adaptou a técnica e hipnotizou os americanos, que o elegeram.

Logo Bill foi eleito, levou à Casa Branca sua esposa/babá, Hillary Clinton. Como primeira ação, Bill tentou melhorar a saúde do país. Os EUA foram à bancarrota. Depois da recuperação da crise, Bill inventiu em indústria pesada e bens imobiliários. Por incrível que pareça a um presidente americano, não declarou guerra nenhum país árabe e nem tocou na expressão armas de destruição em massa, provando o seu elevado nível intelectual perante seu antecessor e sucessor.

Hillary "Chifruda" Clinton, ao adentrar a Casa Branca, flagrou a secretária/estagiária/puta Monica Lewinsky com a boca na botija, na "botija" de Bill. Clinton disse uma cobra mordera seu pênis e Mônica o ajudara a sugar o sangue. Hillary acreditou e os eleitores também, conferindo-lhe um segundo mandato pela sua honestidade e lealdade à esposa.

Ao ser entrevistado pela revista Playboy Time e questionado sobre o comunismo, Clinton respondeu:

  Não é porque sou vermelho-rosé e gosto de charutos que tinha a obrigação de acabar com as classes sociais e decretar o fim do Estado. Além do mais, sempre preferi Lewinsky a Trotsky.  
Bill Cinton sobre Comunismo

GaleriaEditar

Ver tambémEditar

Precedido por
George H. W. Bush
 
Ditador dos Estados Unidos da América

1993 - 2001
Sucedido por
George W. Bush
  Conheça também a versão oposta de Bill Clinton no Mundo do Contra:

 
  1. Isso Nón Ecziste Putin, Vladimir