Abrir menu principal

Desciclopédia β

Blend S

Blend S
ブレンド・S
BlendS.jpg
Otaku na Cozinha
Gênero Slice of life, culinária
Mangá
Autor Miyuki Nakayama
Divulgação Houbunsha
Onde sai Rede Bandeirantes
Primeira publicação 2013 - atualidade
N° de volumes 5 (e saindo...)
Anime
Dirigido por Masahiko Ohta
Estúdio A-1 Pictures
Onde passa Japão
Primeira exibição 2017
N° de episódios 12
Filmes Zero redondo
OVAs Niente

Blend S é um anime que conta a história de Maika Sakuranomiya, uma garota de 16 fascinada pela exterior, pois em seu país só tem terremoto, tsunami e comida crua, e por conta disso quer ganhar alguma esmola para poder viajar para o exterior e conseguir um emprego descente por lá. Para isso ela vai em busca de algum trabalho de meio período, mas sente dificuldades graças ao seu "olhar sinistro". Contudo ela é aceita numa pelo gerente de uma cafeteria do barulho que irá aprontar altas confusões, principalmente na mente de quem assiste, que já é um pouco danificada... Isso porque nessa tal cafeteria as garçonetes fingem papeis de personalidades otakas: do tipo tsundere, irmãzinha "onii-san", idol, e por ai vai...

EnredoEditar

 
Dino sofrendo de convulsão enquanto trabalhadores da cafeteria tiram sarro da situação.

O anime começa mostrando a triste vida de Maika Com Nome Muito Grande e Chato. Ela mora numa casa totalmente japonesa, com pessoas usando quimonos, aqueles havaianas de madeira com meia, e que deve ser descontável para uma desgraça... Na realidade todo mundo parece agir desta forma, menos ela, que talvez goste de bancar a filha rebelde... Mas nada disso importa, pois o fato é que ela não consegue firmar qualquer contrato, nem de Rousseau ou de Locke, ou qualquer outro tipo, inclusive o de trabalho, que era o que mais pendia no momento. E a motivação para não aceitá-la era das mais sem sentido de todas: o sorriso maquiavélico de todos os tempos... Como o Japão tem uma cultura bastante diferenciada da brasileira, então não podemos duvidar tal tipo de ação, ou sim...

Contudo a sua maré de azar some de uma vez por todas em relação ao emprego quando ela encontra, ou é encontrada, uma cafeteria que, graças às taradices do gerente, aceita ela na hora, sem ao menos uma entrevista de emprego... Por lá ela encontra, além do gerente Dino (sim, esse é o nome dele), que é um italiano que talvez tenha sido trazido pelas ondas do tsunami, pois além disso por quais motivos traria alguém da Itália pro Japão, também temos a Kaho Hinata, uma garota com cabelo ao estilo Sailor Moon, Mafuyu Hoshikawa uma loli do tipo pinscher e Kōyō Akizuki o Midoriya versão mais velho que trabalha como cozinheiro...

E como já foi dito, cada um por lá, retirando os "homens", fazem uma determinada atuação comportamental: a Kaho é a tsundere xingadora de Twitter, e a Mafuyu é a irmãzinha fofinha kawai sugoi desu... Já Maika seria a super sádica, graças a o seu olhar envolvente. O único problema é que ela sequer é sádica de verdade, e o que realmente acontece é que ninguém bate bem da cabeça por lá, infelizmente nesse anime não tem sequer uma pessoa sensata de bom coração. Mas mesmo não fazendo nada do que lhe foi requisitado, Maika ainda continua sendo considerada do mal...

Com o passar do episódios é possível perceber que não é possível perceber qual é realmente o assunto principal: as grandes reviravoltas e plot-twist que ocorrem dentro da cafeteria ou se é o dia a dia zoado dos personagens, do tipo sair para comprar morangos que acabaram de entrar em extinção, fazer compras com a crush, se trancar dentro do estabelecimento graças a um misto de burrice com vício em videogames otakus, e por aí vai... Mas no fim das contas outra incógnita aparece, que são os personagens faltando da vinheta. Isso porque na vinheta são "cinco garotinhas", mas na realidade só vemos três. Muitos começaram a especular que o local fosse assombrado por clientes que morreram graças às péssimas condições, ou o Érick Jacquin que infartou de raiva e largaram o corpo dele por lá mesmo, por preguiça de levantar algo tão pesado... Mas, em determinado episódio, um mangá hentai é largado por lá, e causa o maior rebuliço, então como se tratam de trabalhadores sadios e jovens, e não uma quadrilha de assaltantes, eles preferem deixar por lá para caso o dono aparecesse. Acontece que ela, aparece, e sim, uma garota e não um guri, como a nossa sociedade patriarcal opressora quer que fosse acredite... No fim das contas ela era mais uma futura garçonete conhecida pelo nome de Miu Amano, e que por sinal foi a mesma que escreveu o hentai, já que se tratava de uma mangaka de putaria, e decidiu aceitar o emprego para ter mais ideias... Além disso ela faria o papel de irmã mais velha, mas que poderia ser melhor interpretado como puta paga...

 
Transexual é linchado no trabalho. Tóquio, Japão, 2017...

Logo depois que ela é contratada o clichê e episódio na praia acontece, talvez influenciado pela aura tarada da Miu Amano... Primeiramente foi um churrasco no rio, mas como a maioria era antissocial e só quiseram saber de ler mangá e jogar joguinhos eletrônicos, o chefe decidiu que seria melhor uma ida à praia. Desse modo, aquele episódio cheio de peitos pulando na tela do seu computador ou onde quer que você assista essa porra nasceu, mas nesse caso nem teve tanta putaria, mas não deixou de ter, por isso podemos classificá-la como café com leite. E o resultado disso foi outro episódio totalmente aleatório. Pois a Kaho Hinata simplesmente se transformou numa afrodescendente por ter passado 5 minutos no Sol, e por algum motivo isso deu para o gerente a ideia de transformar o estabelecimento numa selva, e picotar os aventais de todo mundo, num belo desperdício de tecido... O problema é geral se perdia na própria cafeteria de uns 2 e meio metros quadrados, e até mesmo o Kōyō Akizuki surtou mais do que tudo e acabou """acidentalmente""" (entre muitas aspas) agarrando um dos peitões da Kaho, o que iniciou a ilusão de que algum dia eles formariam um casal, talvez se houver um milagre e uma segunda temporada surja...

Depois disso todos ficaram cansados e tanto trabalhar, e por isso sugerem para o gerente contratar mais uma garota. Depois de muita insistência ele decide contratar a última de todas as garçonetes: Hideri Kanzaki. Ele era daqueles todo saltitante e alegre, pois o seu papel era atuar como um idol, que para quem não sabe é tipo uma celebridade de música pop, que causa surdez precoce caso seja ouvido até demais... Talvez o leitor tenha notado que foi usado o masculino e não feminino para retratar Hideri, mas isso é porque o cara é mais um fã da Pablo Vittar, e por conta disso se veste como menina, sendo um guri... Houveram todos os tipos de reações, mas no fim das contas o carinha conseguiu profissionalmente passar a perna no público de lá, além de fazer uma enxurrada de memes.

Depois da chegada abrupta do Hideri Kanzaki, a vida no Blend S volta à normalidade: tentativas frustadas de declaração de amor, pessoas achando que Kaho Hinata e Kōyō Akizuki também iriam formar um par, até porque o cara literalmente se declarou pra ela, mas talvez ela seja lerda demais para perceber, coisas que não são relacionadas com cafeterias, Miu Amano escrevendo putaria e por aí vai... Porém, depois de longos 12 episódios, o anime se encerra do modo mais nonsense de todos: no meio de uma estação de esqui... Por lá houveram grandes nadas, Hideri sendo atropelado por uma bola de neve, mil e uma tentativas de Dino declarar seu amor, e todas elas foram falhas, e até mesmo uma daquelas cenas de piscina quente onde todo mundo fica pelado na frente do outro, mas não rolou muita coisa por lá. Mas por fim o anime de fato termina, mas sem ninguém ficando com ninguém, sem sabermos se o pessoal ainda continuou trabalhando por lá, e sem saber se pedofilia é crime no Japão...

PersonagensEditar

  • Maika Sakuranomiya: A personagem nem-tão-principal-assim, isso porque do meio pro final do anime ela quase que perde o destaque, principalmente para personagens mais emblemáticos como o Hideri-chan... Ela veio de uma família tradicional japonesa, mas mesmo assim é altamente rica, pois em um episódio sua irmã mais velha vem simplesmente escoltada pela FBI numa limousine para conhecer o restaurante onde ela trabalha... Ela é bastante inocente e alegre, o que de fato não combina com sua personalidade do tipo super sádica, que na realidade poderia ser substituída por atrapalhada, mas provavelmente a quantidade de horas exposto à animes e mangás dos outros personagens faz com que ninguém de fato perceba isso, e no fim das contas ela acaba sendo elogiada. Muitos queriam um namoro entre ela e Dino, contudo a jovem sequer percebeu que o amor estava no ar, talvez também por ter passado a vida toda comendo biscoito de pedra e chá de fita...
 
Maika esbanjando sadismo e malvadeza...
  • Kaho Hinata: A primeira garçonete do barraco. Ela é um dentre o resto dos personagens, retirando a Maika, que é obcecada por joguinhos otakus cheio de brilho capaz de cegar olhos mais sensíveis... Ela faz a personalidade tsundere, e consegue muito bem fazer isso, menos justamente quando tem algum doido varrido jogando algum jogo que ela goste, mesmo depois de ter quase reprovado por conta do vício, ela ainda continua com essa mesma mania. E esse vício também foi responsável por tê-la deixado presa junto com o Kōyō Akizuki no restaurante, o que se fosse num hentai ou um pornô já teria dado um bom assunto pro anime... Mesmo assim ele romance entre os dois não foi pra frente, mesmo o anime ter aparentado que iria resultar em algo, mas só serviu para trazer decepção no coração de muitos, ou então eles queriam guardar esse assunto pra segunda temporada, mas como isso também não vai rolar teremos de esperar a vinda de Jesus junto com a próxima edição do mangá de Blend S pra ver se tem algo, ou não...
  • Mafuyu Hoshikawa: A mais que conhecida loli agressiva e que sai na mão com qualquer um que seja. Para piorar a sua situação ela ainda é a mais velha entre as garotas, talvez só não é mais velha do que a Miu Amano, mas de qualquer forma isso acaba prejudicando a coitada, poi pense comigo: se você fosse uma pessoa igual à Mafuyu, que tem uma aparência de adolescente, e namorasse um cara, ele seria considerado pedófilo ou não...? E para finalizar a sua personalidade de "parece mas não é" ela ainda por cima gosta de cosplay e assistir anime, enquanto isso muitos pensam que ela fosse a mais adulta e madura, mas na realidade ela sequer deve conhecer Nícolas Maduro... Um feto fato estranho é que ela mesmo sendo totalmente o inverso do que ela representa, que é a irmãzinha fofinha, ela ainda assim consegue atuar bem, talvez a melhor pois de resto é tudo um bando de avoado...
  • Miu Amano: A mais tarada de todo o quinteto de garotas garçonetes. Ela é na realidade uma mangaka de mangás eróticos ou de leve putaria, mas sempre tem de uma forma ou de outra sacanagens espalhadas... Ela só aceitou o emprego pois gosta de tentar fazer atividades diferentes para ganhar inspirações para suas criações. Por conta disso ela falta basicamente todo santo mês para poder ficar naqueles festivais de animes, mangás e outras desgraças oriundas do inferno... Sempre ocorre alguma coisa de engraçado, do tipo cair em cima da colega sem querer, pegar nas tetas da colega sem querer, estuprar a colega sem querer ou ainda dar o cu sem querer, ela saca seu bloquinho de notas e começa a escrever para depois pôr em seus hentais da vida. Justamente por ser do tipo tarada ela talvez foi quem mais gostou da existência do Hideri-chan...
  • Hideri Kanzaki: Inicialmente muitos ficaram se perguntando quando era que iria aparecer essa "garotinha" de cabelo de velha e roupa verde. Mas foi só no oitavo episódio que a gentalha realmente apareceu, mas como ficaria estranho deixar de fora o carinha da vinheta eles acabaram por decidir colocar ele lá, mas sem grandes participações... Bem, mas o que realmente temos por detrás dessas roupinhas kawai é um homem que tomou muito suco de soja e acabou se tornando o que atualmente é, se já não tiver sido linchado, pois a expectativa de vida dos transsexuais não é muito alta não... Ele tem como grande ambição se tornar um cantor de música pop japonesa, e por isso foi para a cafeteria arrecadar fans, e iludir muitos outros pedófilos com sua verdadeira natureza, até porque é preciso relembrar que as garçonetes, com exceção de duas, são menores de idade...
  • Dino: O dono da tal cafeteria. Ele é originário da Itália, mas por algum motivo com menos lógica e sentido do que o governo brasileiro e o que se passa na cabeça dos youtubers o carinha foi parar no Japão. Talvez ele quisesse reviver os bons (só que não) momentos da Segunda Guerra Mundial da aliança entre Itália e Japão, ou então ele foi acometido por uma paralisia cerebral depois de assistir muito anime de madrugada, mas seja lá qual for o motivo, o que sabemos é que o maluco beleza foi parar nas terras da comida crua, e não só isso, mas também criou um café de personagens (nem sei se tem nome pra essa desgraça)... O que tem a ver o fato dele ser italiano com ele criar um cafeteria eu não sei, talvez ninguém algum dia vá saber, contudo algo bastante conhecido pelos telespectadores de Blend S a respeito do Dino, além do nome bizarro dele, é também o amor que ele sente pela Maika-chan, o que nunca irá se concretizar, pois eles tem 10 anos de diferença, a não ser que ele aceite ser preso e esperar uns 10.000 na cadeia até poder revê-la novamente...
  • Kōyō Akizuki: Esse carinha aqui inicialmente só ficava na cozinha fazendo chocolate para a madrinha as comidas dos clientes, e às vezes se reunia com a Mafuyu para largar uma voadora na fuça do gerente, quando ele ficava meio tarado... Contudo, ele passou a ter mais relevância durante o anime, sendo assim promovido de Wario para Luigi... Ele e a Kaho Hinata poderiam ser o único casal possível, com o tempo, pois ela tem 17 anos, e com apenas mais um ano teria a maior idade, e assim seu relacionamento poderia ser concretizado. Em algumas partes o anime até deu a entender que isso iria acontecer, pois ele se declarou para ela, literalmente, mas mesmo assim isso não foi pra frente, talvez porque o roteirista acabou ficando com alzheimer enquanto escrevia o anime, ou então ele simplesmente quis trollar geral e não colocou o namoro dos dois...