Abrir menu principal

Desciclopédia β

Marcelo Picão Picón, a.k.a: Boliiiiinha... Viaaaaado...

(Redirecionado de Bolinha (Pânico))


Olho na Bosta, Olho na Band!

Coisa da Band é sempre mal-feita!

Este artigo está relacionado à Band. E só existe para não falarem que lá só passa programa do Silas Malafaia ou Igreja Mundial do Poder de Deus. Também passa na Rede 21.

Conheça mais dessa gentalha aqui.

Argentina.jpg ¡¡NO DJORES POR MI, DESCICLOPÉDIA!!

La hinchada del Boca Xuniors há assegurado que esto artículo és un lerrítimo arrentino porteño, y por eso, és lo más merrór de la Desciclopédia, así como Maradona és merrór que Pelé.


NeyMatogrossoBichona.jpg Este artigo pode te levar para o lado rosa da Força!

E tem um personal super musculoso!

Não o leia, exceto se você for macho, mulher ou está pintando as unhas de glitter.

Reportagem feita por uma importante revista, mostrando Bolinha, e sua prática com o pau.

Cquote1.png Você quis dizer: Cantor Bolinha? Cquote2.png
Google sobre Bolinha

Cquote1.png AAAAARRRRGGGGHHH!! Puta que pariu, meu!! Cquote2.png
Bola sendo sacaneado pelo Bolinha

Cquote1.png Vesgo Otário! Cquote2.png
Bolinha fazendo uma piada sobre Vesgo

Cquote1.png Bolinha... Pequeno testículo... bolinha... Cquote2.png
Marcelo de Carvalho sobre Bolinha

Cquote1.png Ele é muito legal, eu amo o Bolinha... Cquote2.png
Ariadna sobre Bolinha

Cquote1.png Ela é uma pessoa bonita, simpática Cquote2.png
Bolinha sobre Ariadna

Cquote1.png Bolinha viado, Bolinha viado... Cquote2.png
Todo mundo sobre Bolinha

Marcelo Picón, ou Bolinha, é um dos vagabundos integrantes do programa Pânico na TV, nascido no Rio Grande do Sul,no ano de 1900 e não sei, diz ser argentino assumido, por vergonha de se assumir gaúcho. Entrou como o melhor humorista do programa (dizia ele), mas ele tinha razão, a final, os supostos comediantes do programa precisavam de um palhaço para se entreter e se inspirar. Um cara inteligente como a Carla Perez, simpático como um abutre, engraçado como Batoré, educado como um javali, sutil como um seixo rolado. Um cara divertido, um cara educado, um cara carismático, um cara talentoso, um cara extraordinário, um cara popular, um cara que todo o Brasil admira, um gigante do humor, como a Desciclopédia,... Um grande expoente da televisão brasileira, um cara lindo, um cara sexy, um verdadeiro gênio, sem dúvida alguma, O Bolinha é tudo isso! Só na cabeça dele...

Atualmente, quando não está fazendo as sobrancelhas ou desenhando o formato da barba, vive um affair com Ariadna, pois Bolinha gosta de mulheres viris e com pegada mais forte, enfim, coisas másculas.

Como tudo começouEditar

Marcelo, quando criança se mudou para São Paulo, pois seus pais queriam arrumar empregos melhores, porque no Estado Gaúcho o único trabalho que há é queimar a rosca. Quando frequêntava a escola, Bolinha era constantemente zoado, por se dizer argentino, por não gostar muito de meninas, além de se interessar por Luta Greco-romana, ele achava excitante ver dois homens se agarrando, feito minhocas no cio. Mas as coisas foram piorando, Marcelo começou a trabalhar em uma oficina de marcenária, e o garoto passava o dia inteiro alisando o pau (prática muito comum no Rio Grande do Sul). Marcelo era constantemente jogado nas latas de lixo, soterrado de bolinhas de papel na sala de aula (provavelmente teria sido esse o motivo de seu apelido no Pânico), vítima constante do Bullying e das bulinadas que recebia dos seus colegas, tornou-se um pitboy violento e revoltado que descontava sua raiva interior no primeiro que passava na sua frente.

Carreira no PânicoEditar

 
instrumentos necessarios para rir dos quadros de Bolinha
 
Bolinha e sua amada Ariadna mostrando na pele o que sentem um pelo outro.

Marcelo estava em uma fila de agência de empregos, arrumando confusão, porque o atendimento estava demorando muito, 1:30 minutos, segundo ele. Quando o carro do Diretor Geral do Pânico, Alan Rapp, passou em frente ao local onde estava acontecendo um dos maiores xiliques que Bolinha já fez. Então Alan o chamou e perguntou se ele queria trabalhar no Pânico na TV, pois viu um grande idiota prodígio do humor.

Quando começou no programa, fez um quadro que mais combinava com sua personalidade, A Hora da Morte, em que vestido de Bob Esponja e com o nome ridículo de Bixiguinha, passava o tempo inteiro esculachando com as pessoas que passam na rua, além de provocar vandalismos e danos ao patrimônio público.

O programa retirou a atração do ar por conta do 6.0221415 × 1023 de processos que estava recebendo na Justiça. Mas, para compensar, o Pânico colocou um quadro mais idiota ainda genial que Bolinha fez: O Homem Tombo. Um cara que, em qualquer lugar, cai como Merda de pombo, como não tem criatividade para fazer piadas ou outras pessoas rirem, Bolinha resolveu apelar para o ridículo, se jogando no chão para ser (ou não) engraçado; o que de fato aconteceu, fazendo rir crianças com menos de 3 anos de idade e deficientes mentais.

Depois desse fracasso, a produção do Pânico resolveu colocá-lo em um quadro onde ele mais se encaixaria: Como motorista do Bola no falido quadro Bola Visita, não tendo qualquer participação ativa no quadro, apenas dirigindo o carro, sem falar nenhuma palavra, isso foi o que gerou muito sucesso no Bola Visita. Por esse incrível mérito, se tornou diretor de externas do Pânico, comandando parte dos quadros do programa, com toda a sua competência e sagacidade, o que explica a acentuada queda de audiência do programa.

Também apresenta alguns quadros ao lado de Bola (afinal toda bola gosta de ser chutada), mostrando carisma e desenvoltura, dizendo de forma simples que as panicats são burras e que até um jumento poderia fazer coisas mais inteligentes do que elas, por elas serem mulheres (algo que Bolinha detesta), e uma saudável relação de amizade com Rodrigo Scarpa (o Repórter Vesgo) fazendo piadas chamando-o de otário (repetidas vezes para ter graça) e de que quebraria a cara dele.

Relacionamentos atuaisEditar

Bolinha sempre foi muito reservado e seletivo em seus relacionamentos, tanto que só ficou com duas pessoas em toda sua vida. Um caso com Paulinho Rola, mas não deu certo, porque Paulinho achou ele muito feio. E atualmente tem um caso com Ariadna, a transexual e ex-participante do BBB11, por ela representar muito bem a classe no programa.

  Este artigo trata de uma personalidade mortalmente,
putaqueparivelmente e filhadaputamente odiada!
E não deve ser digno(a) nem da merda que caga!

Conheça outros filhos da puta clicando aqui.


v d e h
Pânico na TV Band