Abrir menu principal

Desciclopédia β

Braço do Trombudo

Baph wikipedia logo.jpg Aqui NÃO é a Wikipédia. E o autor deste artigo sabia disso.
NÃO copie artigos da Wikipédia ou de outros sites e cole na Desciclopédia com leves alterações!

Este artigo parece um câncer mortal em estado avançado contraído enquanto seu autor infringia algumas regras da Desciclopédia. Segundo nossos médicos, ele tem mais uma semana de vida, a contar de 20 de fevereiro de 2020 até 27 de fevereiro de 2020. Nós achamos que ele merece outra chance, então dê a ele um tratamento quimioterápico agora mesmo!
Lembre-se: Pesquisas são incentivadas para que você crie o artigo mais completo. Mas pesquisar não significa fazer Ctrl+C Ctrl+V da Wikipédia.


Luís Henrique da Silveira.jpg Se quésh quésh, se non quésh, dish!

Este artigo é catarinense! Já entrou em coma alcoólico na Oktoberfest, sabe o que é boi-de-mamão, tem um poster do Guga e pensa que é alemão!

Venha para o lado barriga-verde da força você também!

Gnome-searchtool blue.png Braço do Trombudo é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
Provavelmente, esta cidade não tem mais do que dez anos.

Sciences de la terre.svg.png
NewBouncywikilogo.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Braço do Trombudo.

Cquote1.png Braço de quem? Cquote2.png
Qualquer um sobre Braço do Trombudo
Cquote1.png Do trombudo, ué! Cquote2.png
Alguem sobre comentário acima

Braço do Trombudo é um município brasileiro do estado de Santa Catarina. Como a maioria das cidades catarinenses essa também foi colonizada pelos emos nazistas alemães. Que souberam roubar as riquezas da cidade da melhor maneira possível.

História

 
Cidadão ilustre.

Entre 1920 e 1921, Braço do Trombudo recebeu seus pioneiros, vindos de Blumenau e regiões vizinhas, e que se aventuraram subindo as margens do rio Itajaí-Açu. Procediam, essencialmente, das mais diversas regiões da Alemanha. As primeiras famílias desbravaram terras através de precárias trilhas entre as matas.

Nesta época, já havia ligação entre o planalto serrano e o litoral catarinense que passava por Braço do Trombudo,uma conhecida linha de pirataria. Por estradas precárias, sendo inicialmente feito o transporte em lombo de animais, depois por carroceiros, até a chegada dos primeiros caminhões, que faziam suas paradas nos pontos estratégicos como Serril um lugar ótimo para serrar.

Uma das primeiras referências ao nome Trombudo datam de 5 de Maio de 1791. Naquela data " o Capitão-Mór de Lages remetteu ao Governador de S. Paulo o “auto de demarcação, em 30 de Abril, no novo caminho, que da Villa de Lages vai para Santa Catharina, do lugar Serra do Trombudo até onde chegava o limite da Capitania de S. Paulo” ; demarcação a que assistio um agente por parte de Santa Catharina". ( do livro – Questão de Limites de Manuel da Silva Mafra, 1902, página 47) Posteriormente o nome da serra serviu para denominar novos lugares, surgiram daí nomes como Barra do Trombudo, Trombudo Central, Trombudo Alto (Agrolândia) e Braço do Trombudo. Braço do Trombudo possuia pequenas agroindustrias(amido de mandioca) ceramicas e serrarias(não falei!).

Na década de setenta começou a desenvolver-se quando da criação de industrias do setor metal-mecanico(fixadores, parafusos, balanças, etc) mantendo ainda o setor ceramico e moveleiro, que levou a seu desenvolvimento e busca pela emancipação politica. Seus lideres politicos locais foram sempre atuantes, notabilizando-se regionalmente pela atuação buscando o desenvolvimento, tais como Heinz Schroeder(Vereador por Rio do Sul, Prefeito de Trombudo Central por duas vezes), Arnoldo Rinnert(Vice Prefeito e Prefeito de Trombudo Central e Deputado Estadual por SC).