Abrir menu principal

Desciclopédia β

Brasão de Armas da Jamaica

Brasão de Armas da Jamaica, mon (em inglês jamaicano: Let's get together and feel all right) é um desses símbolos nacionais good vibes e 4:20 do Caribe que só não vira um ícone hippie porque geografia não é o forte dos maconheiros.

Jamaica
Brasao jamaica.jpg

DescriçãoEditar

O brasão de armas da Jamaica vem sendo usado desde os tempos do Império Britânico com mínimas alterações (que falta de criatividade...) e não deixa de seguir fielmente a cartilha dos países caribenhos com seus mais de 8000 símbolos tropicais, pra começar temos logo no topo uma representação do Zé Jacaré o mascote nacional jamaicano, este vem em cima de uma tora de madeira que foi o mais perto que eles puderam chegar de colocar um baseado de verdade sem serem processados pela Coroa Britânica. Isso tudo situado em cima de uma espécie de chapéu de armadura medieval com uma longa peruca branca e loira muito usado pelas mulheres jamaicanas em festas à fantasia, eventos de anime e rituais satânicos.

Situado aos lados do brasão vemos dois índios locais que aceitaram posar para a foto em troca de 2 vales-refeição com cannabis já incluído. A índia do lado esquerdo do brasão segura uma cesta de frutas muito usadas na receita daquele shake à base de água da Jamaica com erva que os turistas adoram, e está fazendo topless no melhor estilo paz e amor livre sem censura rastafari jamaicano que faz a população do país se reproduzir igual coelhos, design esse que mais tarde seria reaproveitado em jogos como Custer's Revenge.

Do lado direito temos o irmão da referida modelo, um índio cocalero portando um cocar ridículo parecendo pavão na cabeça, ele também está brandindo um berimbau, numa singela homenagem à influência do povo baiano na cultura da Jamaica. Ambos os nativos estão usando roupas de carnaval em mais uma referência à cultura brazuca.

Por fim, no centro sendo segurado pelos índios pra não cair costumava ter um escudo com o logotipo da Cruz Vermelha coberto por abacaxis em referência a essa que era a planta nacional até o sociólogo Pablo Escobar introduzir o THC no dia-a-dia do povo jamaicano, mudança que acabou afetando o escudo e fazendo ele ser substituído por uma simples folha de cannabis sem nada no fundo pra facilitar o dichavamento. E por fim, logo abaixo escrito num rolão de papel seda podemos ler o lema nacional da Jamaica: "Out of Many, One People" (De Tantas Ervas, Uma).