Abrir menu principal

Desciclopédia β

Brasília do Seu Barriga

Carrinho spmercado.jpg Este artigo é sobre um carro.

♫ Não é homem, não é nada, mulher gosta é de carro... ♫

Ele queima óleo, suja sua garagem, solta fumaça e sempre lhe deixa na mão no meio da estrada!

Brasília (distrito federal) do Seu Barriga é um carro de carroceria ampla, de frente larga e de assento macio, feito na medida para acomodar motoristas obesos que não curtem muito se locomover rolando por aí.

HistóriaEditar

 
Barriga em sua Brasília, pronto pra arrastar umas novinhas da vila pro baile.

Este veículo lendário foi visto pela primeira vez em um ferro velho dos Estados Unidos, onde o mesmo estava sendo vendido ao lado do Impala que mais tarde seria propriedade da Família Winchester.

Foi comprado por um obeso americano, que precisava de um veículo com tudo amplo para conseguir chegar ao trabalho. O mesmo utilizou a Brasília por muitos anos, até que foi obrigado a se desfazer dela, durante a crise de 1929, vendendo para um traficante mexicano em troca de um punhado de arroz com batata e tacos.

Após alguns anos acomodando muitas meretrizes e drogas pesadas, a Brasília começou a dar defeito, por já estar muito rodada. Por este motivo, o traficante resolveu trocar de carro, vendendo a Brasília para um especulador do ramo imobiliário que estava procurando por um veículo amplo para cobrar os alugueis atrasados nas vilas as quais é proprietário.

Agora nas mãos de Barriga, a Brasília começou a rodar em sua capacidade máxima, algo que até então não havia experienciado. O impacto foi tão grande, que o motor afundou e nunca mais foi visto, agora a Brasília roda apenas pelo poder da alquimia de Paulo Coelho.

CaracterísticasEditar

A Brasília do Seu Barriga não é um veículo para motoristas inexperientes. Após sofrer com o peso do Barriga por alguns meses, o carro ficou naturalmente rebaixado, se Barriga botar um som alto, ele consegue arrastar umas novinhas pra dentro.

Porém, a característica mais marcante da Brasília do Seu Barriga é que ela só anda de marcha ré. Seu motor foi roubado por alguns meliantes inconformados com os alugueis altos, e para não ter que ficar rolando por aí, Barriga improvisou botando um motor no porta-malas.