Abrir menu principal

Desciclopédia β

Referendo sobre a permanência do Reino Unido na União Europeia em 2016

(Redirecionado de Brexit)
Bandeira da Inglaterra.png GOD SAVE THE DESCIC£OPEDIA!!

The Merlim's Order First Class garante que este artigo é 100% inglês. Ele é industrializado, casto, vitoriano e tem a aprovação de £ewis Hamilton.

Se o artigo for sem graça, é apenas humor britânico.
Rainhavitoriapre.jpg


Bolsonaro fazendo campanha pro Brexit pois a União Européia é coisa do PT.

O referendo sobre a permanência do Reino Unido na União Europeia (ou Brexit) foi um plebiscito que aconteceu em 23 de junho de 2016 com o intuito de decidir o futuro do Reino Unido na União Europeia e fazer muitos ingleses perderem a hora do chá. A permanência britânica no bloco econômico tem sido controversa e é, constantemente, motivo de debates acalorados desde que o país se juntou à Comunidade Econômica Europeia em 1973, ou seja, antes de você nascer. A votação terminou como uma vitória para os que eram favoráveis à saída do Reino Unido da União Europeia com 52% dos votos válidos contra 48% daqueles que queriam que a nação permanecesse na EU.

Índice

PerguntaEditar

 

Inglés: Should the United Kingdom remain a member of the European Union?

Galés: A ddylai’r Deyrnas Unedig aros yn aelod o’r Undeb Ewropeaidd?

Deve o Reini Unido seguir membro da União Européia?

 

Com as seguintes opções de resposta:

 

Inglés: Yes / No

Galés: Dylai / Na ddylai

Sim / Não

 

Posteriormente, a Comissão Eleitoral recomendou que a questão proposta mudado por outro mais clara e direta para os eleitores e que se expressasse de uma maneira mais neutra para que a entendam bem claramente sem pestanejar. Finalmente, decidiu-se que a pergunta que os cidadãos britânicos, irlandeses e os cidadãos da Commonwealth contestaria o dia do referendo sobre a permanência do Reino Unido na União Europeia seria:

 

Inglés: Should the United Kingdom remain a member of the European Union or leave the European Union?
Galés: A ddylai’r Deyrnas Unedig aros yn aelod o’r Undeb Ewropeaidd neu adael yr Undeb Ewropeaidd?
Deve o Reino Unido permanecer gentilmente ou deveriamos sair de maneira educada da União Européia?

 

Com as possíveis respostas:

 

Inglês: I did not understand, you can repeat me the question again?
Galês: Doeddwn i ddim yn deall, gallwch ailadrodd y cwestiwn i mi eto?
Minerês: Não entendi porra nenhuma esse trêm, aí só!

 

PosicionamentosEditar

 
Belgas fazendo campanha para a permanência do Reino Unido, pois afinal de contas de quem eles seriam salvos dos alemães em caso de nova invasão?
Postura Pessoa famosa
Sim UE Estou a favor de bruxos mestiços e trouxas continentais. - J.K.Rowling (Bruxa de Gryffindor)
Europa me atrai com a mesma forza como un buraco negro. - Stephen Hawking
Não quero que Manchester United acabe jogando a liga Catalã. - David Beckham (modelo de Slippers)
Estando na UE posso ter médicos españhóis como escravosassistentes. - Gregory House (médico sarcástico)
Estou sempre com a união... exceto no caso do Oasis. Fuck Oasis! - Liam Gallagher
Não UE O Reino Unido não pode fazer o que funcionários europeus ditan sem rosto, precisamos de um herói de trás da máscara! - Michael Caine (Mordomo de Batman)
Europa está cheia de ratos. É provavelmente um rato. By the way, eu estou ficando com fame! - Roger Daltrey (quén?)
O que os romanos fizeron por nós? - John Cleese (Sir Lancelot)

ResultadosEditar

InglaterraEditar

 
Ukip sobre brexit.

Imagine o seu avô mal-humorado, que é um pouco racista e dá igual tudo. Que só fala bobagem, chora como um bebê chorão quando o hino nacional toca e solta comentários ácidos sobre gays. Agora troque a cor da pele para uma tonalidade rosa distintiva e britânica... já tem o inglês médio!

Claro, eles votaram para a saída, pois não há nada maior do que o Império Britânico, e a rainha da Inglaterra, o que naturalmente defendia a saída como revelou ao The Sun. Eles não querem que os imigrantes sujos, indo para tomar o seu trabalho, mesmo que eles próprios já aposentados!

A exceção foi o caso dos traidores da capital. Estes londrinos infectados pelo grande número de poloneses, paquistaneses e negros, que corromperam suas mentes. Claro, eles pensam muito importante por ser o principal motor econômico do país, mas vamos lá, que eles pensam que são? A capital? É a sede do governo? Enquanto Londres está podre e por causa da UE. O que fez a UE por nós? Nada. Apenas finanças e subsidiar as nossas terras e universidades, para que não são pobres e por isso Poderíamos ter uma economia, mas isso não é importante. Além disso, vamos continuar a subsidiar, certo? A propósito... o que é a UE? Eu não sei, mas você tem que deixá-lo, ele disse que querido Nigel!

EscóciaEditar

A Escócia venceu por por goleada a opção de permanecem. Isso faz parte da hipocrisia tradicional escocesa, bem copiado do catalão, que é fará novamente um referendo para a independência, mas quer depender da UE. De fato, após o resultado de terem sido já decidiu preparar um novo referendo para perdê-lo novamente.

As reações na Escócia foram rápidos. E melhor do que eles tinham bebido bastante úisque feito loucos desde aquela noite deu-lhe o resultado suficiente bom para esses políticos. Agora eles estão sóbrios e têm sido capazes de compreender a magnitude do resultado, preferem não falar sobre isso.

Gales and WalesEditar

O galeses consultaram a legislação da UE sobre o tratamento dos animais. Depois de verificar que ele recrimina o sexo ilegal com as ovelhas, definitivamente, estabeleceu a escolha para sair. Além disso, sua irmã Inglaterra também está ansiosa para sair, e eles ainda vão juntos onde quer que vá.

Em algumas áreas, incluindo a capital Cardiff houve vitórias para ficar na União, mas isso é porque eles são urbanos que não sabem o que é bom contacto com a lã.

Irlanda do NorteEditar

Na Irlanda do Norte 55% dos eleitores foram às urnas após terem bebido muita cerveja e escolheram permanecer. Os restantes 45% votou a favor do Brexit, também extremamente bêbado. Dado este resultado Declan Kearney, do Sinn Fein, exigiu um referendo sobre a independência, porque "o povo da Irlanda do Norte, ambos republicanos e unionistas, católicos e protestantes perderam o direito de ficar bêbado livremente em qualquer parte do continente com a incompetência do governo britânico".

GilbratarEditar

Gibraltar é um território espanhol que foi conquistada pelos britânicos no ponto de tiros de canhão e Franco nunca pôde recuperar. 5% da população votou a favor da produção e 95% para a permanência. O grupo votado pela saída era dos macacos do Rochedo de Gibraltar. No início de 2016 veio promotores do Brexit para treinar macacos para votar para a saída. Se o macaco recebeu uma banana marcada Deixar (claro, com uma curvatura necessária fora da UE) e se escolheu uma marcada em Permanecer recebeu um choque elétrico. A população humana de Gibraltar votou para ficar por medo de perder seus clientes comunitários que vêm para lavagem de dinheiro para paraísos fiscais.

Ilhas MalvinasEditar

 
Reação de um eleitor das ilhas Malvinas com a permanência do Reino Unido na União Europeia.

As Ilhas Falkland ou Malvinas é um território ultramarino que é britânico ou da Argentina, dependendo do tipo de infusão para levar a pessoa (chá ou mate, respectivamnete) a que você perguntar para o seu estado. 70% da população votou a favor da saída e 30% para a permanência. A população de pinguins votou para fora da União Europeia e não queria compartilhar seus mexilhões com Bruxelas. Os pinguins afirmam que a União Europeia tem o seu melhor para servir os mexilhões com batatas fritas nos restaurantes mais exclusivos da Bélgica. O grupo votou a permanecer na Europa foi a comunidade argentina e foder fez o inglês.