Abrir menu principal

Desciclopédia β

Brinquedo Assassino 3

Psycho.jpg
Este artigo é sobre um filme de terror!

É melhor nem lê-lo, a menos que queira encontrar a menina do exorcista. Se vandalizar, a Samara virá te comer pegar daqui à 7 dias!
Se você for bom de linguagem wiki (ou tiver curiosidade de pôr seu ponteiro do mouse em cima da imagem) verá que o nome da mesma já diz tudo... (não entendeu a piada se mata!)

Brinquedo Assassino 3 é o número três (AH VÁ!) de uma série de filmes chamados Brinquedo Asssassino. Ironicamente é o último da série a ser chamado de "Brinquedo Assassino", já que os outros vão querer imitar o Frankenstein com aquelas viagens de "noiva" e "filho" de Chucky. Daqui a pouco vai também aparecer igual ao carinha com cabeça de parafuso teve um Blackenstein, vai rolar um "Chucky Negão"...

SinopseEditar

Oito anos após o filme do artigo número 2 dos artigos de Brinquedo Assassino, Andy Barclay decide se alistar, já que virou um hominho, e vai pro exército para lutar na Guerra do Golfo. Obviamente ele não brinca mais de bonecos (quer dizer, eu acho né), então na teoria ele nem deveria mais participar do filme, mas os diretores acharam interessante colocar o carinha aí só pra encher linguiça. Bom, o fato é que novamente os fabricantes do Good Guy decidiram fazer outro boneco desse infeliz. E novamente os espíritos do além enfiaram a alma perversa do Chucky dentro dessa josta, ressussitando o filho da fruta novamente outra vez. E ele ainda por cima é dado de presente pro amante do Andy, Ronald Tyler, um molequinho que também era do exército como escoteiro mirim. Vendo que seu velho inimigo também estava lá, Chucky começa a não só torturar o muleque como também quer vingança contra o Andy.

E no final mais uma vez o boneco se ferra, num parque de diversões, jogado contra um ventilador gigante (ISSO EXISTE EM PARQUES?) e assim DEVERIA SER o fim dessa franquia bizarra. Mas todo mundo sabe que não, né?


v d e h
Olá, eu sou o Chucky, vamos brincar?