Abrir menu principal

Desciclopédia β

Buskerud

Cquote1.png O que é isso? Cquote2.png
Você sobre Buskerud
Cquote1.png Esse lugar não serve para nada, a única coisa que presta são as mineradoras Cquote2.png
Norueguês falando a verdade

Buskerud é um largo complexo mineiro[1] da Noruega. No mais, Buskerud é apenas um condado feito para encher linguiça e preencher um espaço vazio no mapa.

Índice

HistóriaEditar

 
As minas de Buskerud não são muito seguras.

Até hoje o descobrimento e a colonização de Buskerud não é conhecida pelos historiadores. Provavelmente, isso ocorre porque os pesquisadores estão pouco se ferrando para essa região, e preferem estudar a história de outros condados, que devem ser muito mais interessantes do que esse. Ou talvez seja porque Buskerud seja um lugar realmente sombrio, que dá medo em todo mundo que chega perto dele.

Segundo uma antiga lenda viking, dois irmãos eram explorados pelo pai, que os submetia ao trabalho infantil levavam uns animais para pastarem pelos campos gelados da região, até que um dos irmãos vê algo brilhando na grama. Ele chega mais perto e descobre que aquilo era ouro.

O garotinho, muito feliz, conta sobre aquilo para todo mundo. Então, um grupo de vikings matou o pirralho só para ele deixar de ser otário e conquistou Buskerud para ficar com as minas de ouro.

Inicialmente, Buskerud era uma parte de Akershus, e todo o dinheiro vindo da exploração das minas era destinado para a construção de castelos na fronteira com a Suécia, e outra parte ia para o bolso de políticos corruptos, mas isso não interessa. Em 1900 e guaraná com rolha, a população de Buskerud decide criar seu condado próprio, apenas para não precisar dividir suas riquezas com os outros.

GeografiaEditar

O clima de Buskerud é um dos mais frios da Noruega, mesmo ele não estando muito ao norte. Isso acontece porque a parte da poluição vinda das chaminés das fábricas locais bloqueiam boa parte dos raios solares, diminuindo a quantidade de radiação que chega naquelas bandas. Grande parte do território é composto por buracos, cavados por pessoas que acham que podem encontrar ouro e prata com facilidade.

EconomiaEditar

Quem deve ter lido todo esse artigo sem pular um ou outro parágrafo deve saber que a maior riqueza de Buskerud vem das minas, tanto as minas de onde se extraem os minérios como as minas no sentido de cocota. O condado só não é muito rico porque as joalherias preferem comprar os diamantes importados da África, que são muito mais baratos por serem extraídos por mão-de-obra escrava mais barata.

NotasEditar

  1. Não estamos falando das pessoas que moram em Minas Gerais e falam "Uai, sô!"