Abrir menu principal

Desciclopédia β

CALABARZON

CALABARZON (acrônimo para Caí Abestado Lá nos Arredores do Bordel Abarrotado de Ratazanas de Zoeira Onde Necessito) é uma das regiões filipinas dessas que se escrevem toda em maiúscula por não terem identidade própria e precisarem recorrer a siglas para se auto-nomearem. Em termos gerais é apenas a grande favela que circunda a capital do país, Manila.

HistóriaEditar

 
Expressão artística de como são as coisas em CALABARZON.

Pesquisas apontam que a atual região de CALABARZON foi o centro do Reino de Tonto, um dos mais inúteis reinos da história. É lá que foi descoberta as Inscrições de Laguna em alfabeto klingdon, um documento talhado em pedra com ordens reais chinesas ordenando que os cassinos filipinos sejam equipados com prostíbulos.

CALABARZON foi uma das primeiras regiões filipinas a se rebelarem contra o domínio espanhol e depois contra o domínio americano, afinal, eles nunca pagavam o chocolate quando entravam nos quiosques, e isso estava exagerado já.

Até 1979 se chamava Quezon em homenagem à Manuel Quezon, mas como descobriu-se depois que esse cara era um pederasta que assistia 2 Girls 1 Cup escondido por prazer sexual, os habitantes acharam melhor mudar o nome de sua região, e de preferência para um bem ridículo para que ninguém mais se lembrasse de Quezon, e assim surgiria a ideia para "CALABARZON".

EconomiaEditar

A grande proximidade com Manila, a capital do país, faz de CALABARZON região ideal para as maiores fábricas de taxinhas de todo leste asiático insular.

TurismoEditar

Eu poderia falar dos monumentos históricos, dos parques temáticos, das belas montanhas ou da divertidíssima Laguna de Bay onde os turistas podem ir se divertir pescar pneus, garrafas pet e se estiverem com sorte até cadáveres. Mas a melhor opção mesmo são os bordéis baratos.