Abrir menu principal

Desciclopédia β

Caçapava do Sul

Gauchodanc.jpg Mas bah, tchê!

Este artigo buenaço e tri-legal é do mais puro humor gaudério dos pampas, vivente, então veste tua bombacha, recolhe teu pelego no galpão e toma um mate amargo com a gente, macanudo!

Chima.jpg
Caçapava do Sul faliu!
Graficozero.JPG Nem o Lula quita suas dívidas!

Outros que ficaram no vermelho.

Caçapava do Sul '
Ovni caçapava.JPG
Bandeira
Caçapava não existe não se entrega
Hino Portal das falências Belezas do Pampa
Local link={{{3}}} Estados Unidos do Sul link={{{3}}} Rio Grande do Sul
Idioma Gauchês
Geografia
Clima Extra Frio
Locais de referência Não tem
Economia falida
Produtos exportados
Política
Governo
Nuvola apps core.png
de mal a pior
Atual prefeito
Nuvola apps core.png
tem? não parece!
Vice-prefeito
Nuvola apps core.png
ninguém Todo mundo ouve falar
Mídia
Cidadãos ilustres
Crystal Clear action bookmark.svg.png
Amancio
Esporte símbolo {{{esportesimbolo}}}
Santo local capelinha da matriz
A cidade tentou permanecer fiel ao passado no presente para tentar lembrar os dias em que a cidade foi considerada "boa".

já que por uma mísera vez foi capital gaucha as bestas que viven lá a comparam com Porto alegre (outra capital falida).

Caçapava do Sul é uma cidade do sul do Brasil, região quase tão esquecida quanto o Norte do Brasil.

Índice

HistóriaEditar

A história de Caçapava do Sul praticamente não existe se resume ao fato de ter sido, pelo período de 1 ano, a Segunda Capital da República Rio-grandense.
Caçapava tornou-se capital farroupilha depois que os gloriosos Farrapos foram expulsos de Piratini, por não terem pagado o aluguel da sede do Governo. Assim, Bento Gonçalves conseguiu um barraco em Caçapava emprestado por Adelayde Gonçalves, uma tia por parte de mãe, que vivia nestas bandas. Reza a lenda que ela fez isso para ficar próxima do galante Giuseppe Garibaldi, embora nenhuma indicação que tenha ocorrido algo entre os dois, já que Garibaldi tinha muito respeito por Adelayde ser da família de Bento. Antes do Final da revolução, Caçapava perdeu o posto de capital para não me perguntes onde fica o Alegrete, que na época, já era administrada por José Rubens Pillar.

Infra-estruturaEditar

Por ser uma cidade velha histórica, Caçapava tem ruas totalmente esburacadas, que não podem receber reparos e novo asfaltamento porque segundo os gênios do IPHAE, os buracos também são históricos. Nas vielas ruas que não são históricas, e que recebem asfalto, foi utilizado o ecologicamente correto asfalto-sabão, que se desmancha na primeira chuva.
Já a maravilhosa BR-392, que dá acesso à cidade, recebe melhorias com asfalto de Quinta categoria a cada 4 anos, coincidentemente, no período eleitoral. Passados 4 meses, e as eleições retorna a buraqueira novamente. Já a saída para Lavras do Sul e o acesso a principal Universidade da cidade são verdadeiros campos minado.

 
Exemplo de rua muito bem conservada em Caçapava, com o magnifico Asfalto-sabão

EconomiaEditar

O mesmo perfil econômico das outras cidades da região, ou seja, baseada na Agricultura, Pecuária e Bolsa-Família, mas com o diferencial da Mineração. Durante muito tempo, o distrito das Minas do camaquã sustentou a soberba dos caçapavanos cidade com a extração de Cobre, o distrito era tão próspero que alguns espertos cidadãos queriam emancipá-lo, para criar mais cargos de Prefeito (o pretendido era 3) e vereadores. Felizmente, a ideia não posperou, pois foi morta pelo encerramento da mineraçaõ, assim como a economia da cidade. Tudo o que restou foi uma Mina a céu aberto, para não deixar dúvida que Caçapava foi para o Buraco. Hoje, o vilarejo tenta se tornar um Pólo Turístico, através das Guaritas, embora a maior parte delas estejam em território de Lavras do Sul. Há informações de que 97,34% da economia da cidade se baseia na venda de cervejas na distribuidora de bebidas Eskinao. Por lá já passaram celebridades como Ozzy Osbourne, Phil Anselmo, Jackie Chan e Jesus. Snoop Dogg uma vez fez menção ao local dizendo: "Aprenderam comigo".

EducaçãoEditar

Abriga a Universidade falida da Região da Campanha, outra que ninguém ouve falar e sequer sabe-se o nome e a maior universidade da cidade Região dos Pampas. Essa última forma profissionais que ninguém sabe o que fazem, mas que são o futuro do Brasil, e quiçá um dia levem o nome da cidade a algum lugar. É o único estabelecimento não falido da cidade, cheio de equipamentos de primeira última geração, mas que ninguém sabe onde colocar, por que as empresas sempre dão o golpe vão a falência antes de terminarem as obras de novos prédios.

A geologia é foda pra caralho ia ia ô Sobe o morro e quebra a pedra mas que puta merda Desce o morro e colhe a amostra

mas que puta bosta

Fuma um fuma dois fuma três fuma mil PUTA QUE PARIU TRAGA TRAGA MAIS CHAÇA PRA EU ME EMBEBEDAR

E a noite E anoite cai rolar a putaria Vamos fazer o bacanal da Geologia A cachaça vai rolar De garrafa e garrafão BEBEMOS EM AÇÃO

EmpregosEditar

Com a economia completamente falida avançada, a geração de empregos se dá apenas através da Câmara de vereadores, que para felicidade geral do povo, criou mais 2 cargos, passando de 9 para 11.

Pontos de destaque da cidadeEditar

Existem diversos lugares (mentira) diferenciados dentro dos arredores dessa maravilhosa cidade idosa.

Forte Dom Pedro IIEditar

Lugar onde outrora ocorreu uma guerra muito louca entre meia dúzia de gaúchos vs uns vagabundos aí. Atualmente as ruínas desse lugar tornaram-se um ponto turístico e também um ponto de venda e consumo de drogas. Aqui os grupos de fêmeas vem tirar selfies e tomar chimarrão, enquanto os machos fingem que estão felizes ou brigam entre si. Nos domingos o local lota sem nenhuma razão aparente (vai ver é porque fica tudo fechado na cidade).

Rua XV de NovembroEditar

Uma das (única na verdade) principais ruas da cidade, esta incrível e majestosa viela é contemplada pela presença constante de seus moradores (pois não tem onde ir e o que fazer). Além é claro de possuir 5 farmácias a cada 50 metros, coisinhas para cobrar o estacionamento, lojas de móveis (que tem todas o mesmo preço), aluguéis caros pra baralho, surrealismo, placas tectônicas e é claro mais farmácias.

Postos de GasolinaEditar

Inexplicavelmente os postos de gasolina da majestosa Caçapava do Sul tornaram-se pontos de encontro entre adolescentes, jovens adultos e guaxinins que desejam praticar a cópula ao tardar da noite, ou apenas fazer um cu doce. As lendas do norte relatam que esse fenômeno começou a ocorrer desde o dia que Ronaldinho Gaúcho foi dibrado e o rapaz Tiasnega nunca mais fora visto. Desde então não existem mais locais para se ir e xavecar os outros seres vivos, se não os postos (pois estes possuem bebida e gasolina disponíveis pela madrugada).

UrbanusEditar

Trata-se de uma pizzaria (localizada na rua XV de Novembro, obviamente) de muito bom gosto. O atendimento é bom e as pizzas também. Porém existe um fenômeno de nível físico gastronômico dantesco, que faz com que os clientes que lá frequentam aceitem pagar mais de 80 reais por uma pizza grande. Cientistas de diversos países iniciaram estudos por meados de 1969 a fim de descobrir as causas desse fenômeno, porém a pesquisa foi finalizada a mando do president Roosevelt. Rumores relatam que houve intervenção das tartarugas ninjas também. Não obstante, as pessoas gostam de comer pizza e aparecer, por isso continuam indo lá e tirando fotinhos.

ConfrariaEditar

Casa de festas com aspecto diferenciado. Salão pequeno, música ruim, bebida quente e cara, público escasso e feio. Porém muitas vezes é a única opção disponível de entretenimento (sério), ou você pode urinar nas residências alheias é claro.

Hospital Victor LangEditar

O hospital público da cidade, também é o único. Semelhante aos postos de gasolina, o hospital tornou-se um ponto de encontro entre as pessoas, porém da terceira idade, tamanduás-bandeira e gente que só quer incomodar mesmo. Muitas vezes os cidadãos nem tem nada mas querem ir consurtá pra sair um pouco de casa.

PetiskosEditar

O lugar mais místico e diferenciado da cidade. Também conhecido por Beto´s, esse recinto é um restaurante/lanchonete/simulação do inferno onde são servidas porções (de dor) de tudo que se mexe e pode ser comprado no mercado Peruzzo. Aqui você terá uma comida de qualidade gastronômica nível MasterChef porém será mais mal atendido que testemunha de Jeová no domingo. Os atendentes querem que você vá embora, o atendem de chinelo e camiseta de time, além de não possuírem metade dos ítens oferecidos no cardápio. Mesmo assim, a Petiskos não quebrou até hoje e as pessoas continuam cegamento a dar seu dinheiro para tal estabelecimento. Existem denúncias de nepotismo no estabelecimento mas não foram confirmadas até hoje, nem mesmo pelo Inspetor Bugiganga.

UfologiaEditar

Vários relatos feitos por moradores alcoolizados da região, dão conta de que Discos Voadores forma avistados na cidade. Existe um ilustre morador (gay), chamado João Extremes, mais conhecido como João XT, que possui relatos documentados sobre a visitação dos ETetas em datas específicas. Os moradores de Caça a pava porém discordam de João e o acusam de ser usuário de drogas pesadas, como cheirar pó do miojo e gatinhos.

Minas-RoswellEditar

 
SIM, caçapavanos não estão sozinhos!!!

O Caso Minas-Roswell, ou Incidente em Minas-Roswell diz respeito a uma série de acontecimentos ocorridos em julho de 1947 na localidade de Minas do Camaquã, episódio presenciado pelo Geólogo Willian Roswell, que fazia pesquisas na área para a empresa mineradora CBC, quando testemunhou a queda de um OVNI.

Os destroços encontrados nas Minas eram de uma nave alienígena que, por algum motivo desconhecido, se acidentou. Ao identificarem os destroços, por ordem de Borges de Medeiros, a Brigada Militar e o Exército iniciaram uma campanha de desinformação para acobertar a verdadeira origem do material, apresentando a versão oficial de que seriam restos de um balão meteorológico. O material teria sido na verdade encaminhado para análise em instalações secretas de pesquisa na Urcamp e escondido do público. A hipótese mais provável para a queda do OVNI é a grande quantidade de magnetita existente no solo da região, responsável pelo intenso campo elétrico existente no local.

CuriosidadesEditar

Caçapava do Sul é "mara" (ou não), segundo qualquer pseudo-paty daquele recanto, pois lá elas podem achar que são ricas porque possuem um celular do Paraguay que custou 200 reais, pago em 16 vezes no crediário da Colombo, ou que ganharam em alguma promoção de supermercado e roupas compradas em 10x sem juros na Grazziotin ou a vista na loja de tudo até 10 pila. Estudam em um colégio que possui sua mensalidade mais baixa que qualquer escola particular da capital, e possuem um bando de pseudo-playboys as enganando continuamente. Ademais, qualquer pseudo-paty que saia do âmbito de Caçapava perde seu encanto (qual ?), pois descobrem que são pobres comparadas com garotas de outra cidade qualquer.

Filhos ilustresEditar

O maior nome da cidade é Borges de Medeiros, governador do Rio Grande do Sul por 25 anos. Passados 50 anos da sua morte, continua sendo o único maior Caçapavano Ilustre, já que até hoje a cidade não produziu nada demais.