Abrir menu principal

Desciclopédia β

Call of Duty 3

Call of Duty 3 é mais um enjoativo, nada inovador, repetitivo, bugado, sofrível multiplayer limitado de console, sem criatividade jogo de first person shooter, narrado na Guerra de 100 Anos travada entre Estados Unidos e nazistas, com destaque para tudo quanto é coadjuvante da guerra com a participação inclusive dos poloneses na história do jogo.

Call of Duty 3: A Mesma Coisa de Sempre que nem Precisa de Subtítulo
Call Of Duty 3.jpg

Linda capa

Informações
Desenvolvedor Nintendo Treyarch
Publicador Activision
Ano 1996 (a julgar pela qualidade)
Gênero Tiro e Pulo
Plataformas PolyStation
Avaliação 50%
Idade para jogar livre para toda família

HistóriaEditar

História? Você está brincando. Há apenas uma enorme enrolação de coisas absolutamente sem sentido para tentar explicar o que aconteceu antes do famoso Dia D, mas como é de se esperar de qualquer jogo de tiro, qualquer preocupação com enredo ou carisma de personagens é mero detalhe, tanto que o jogo deve ter só uns 3 ou 4 dubladores para todos soldados do jogo que são todos clones por serem tão parecidos. Mas pelo menos eles foram coerentes de fazer o único francês do jogo usar ceroulas e batom, o que.

JogabilidadeEditar

Realmente nada de bom ou inovador, apenas armas que fazem sempre os mesmos sons de tiro, soldados inimigos que batem cabeça e jogam granadas na parede e opções de jogabilidade ridícula de usar jipes e tanques sem o menor realismo de física. O jogo não passa de repetitivamente matar alemães que dão o mesmo grito ao morrer e que podem te fuzilar à vontade que o jogador precisa ser extremamente burro pra morrer.

GráficosEditar

Dizer que não é impossível empurrar ou explodir uma mera cadeira, como se ela fosse de aço e inexoravelmente fixada ao cenário já é o bastante para definir o nível de variedade gráfica desse jogo, mas é possível explorar outros detalhes interessantes como expressões faciais inexistentes, árvores repetidas, móveis repetidos, papéis de parede das casas repetidos, etc.

Jogá-lo no Xbox 360 ou PlayStation 3 é um desperdício podendo jogá-los nos consoles inferiores onde nem lá os gráficos são alguma coisa. Tanta coisa bugada e mal feita, e mesmo assim faz seu computador do milhão travar caso atreva-se jogar a versão pirata dessa bosta no PC.

v d e h