Abrir menu principal

Desciclopédia β

Campeonato Mineiro de Futebol

(Redirecionado de Campeonato Mineiro)


Cquote1.png Você quis dizer: Campeonato Atlético x Cruzeiro Cquote2.png
Google sobre Campeonato Mineiro de Futebol
Cquote1.png Você quis dizer: Campeonato Pão de Queijo Cquote2.png
Google sobre Campeonato Mineiro de Futebol
Cquote1.png Queremos jogar com o Vaxco, Mengo, NenC! Cquote2.png
Torcedores do Tupi e seu eterno sonho de jogar o Carioca.
Cquote1.png Quem é o Campeão do Interior desse ano?? Cquote2.png
Torcedor do Interior ao término da competição.
Cquote1.png Uai, num sei!! Cquote2.png
FMF sobre a pergunta acima.
Cquote1.png Este ano vamos arrebentar!!! Cquote2.png
Torcedor do Uberlândia antes do Campeonato.
Cquote1.png Rebaixados de novo, PQP!!!! Cquote2.png
O mesmo torcedor do Uberlândia após o Campeonato.
Cquote1.png Vcs vão ver o América ano que vem!!! Cquote2.png
Americanos após mais uma eliminação desastrosa.
Cquote1.png BOA? Só se for Antártica! Cquote2.png
Cerveja ruim sobre time ruim
Cquote1.png E o time do Mecão parou em campo! Cquote2.png
Narrador de Teófilo Otoni durante o jogo em Belo Horizonte quando passava um helicóptero sob o Mineirão.
Cquote1.png Vai a merda, FDP!!! Cquote2.png
Dercy Gonçalves respondendo a um repórter se torce pelo Uberaba.
Cquote1.png Ah! Esse eu tenho. Cquote2.png
Torcedor Atleticano sobre Campeonato do Gelo
Cquote1.png Vamos em busca de nosso 37° titulo Estadual!!! Cquote2.png
Itair Machado (Único torcedor do Ipatinga Futebol Clube) antes do Campeonato começar.
Cquote1.png Quando eu era menino eu vi o Villa Nova ser campeão! Cquote2.png
Morador de Nova Lima com 120 anos de idade falando suas histórias.
Cquote1.png Queremos jogar no Paulistão!!! Cquote2.png
Torcedores da Caldense e seu eterno sonho de jogar o Campeonato Paulista.
Cquote1.png Muuuuuuuuu muuuuuuuuuuu!! Cquote2.png
Torcida organizada do Uberaba apoiando o time no Uberabão.
Cquote1.png Acho que já ouvi falar Cquote2.png
Valadarense sobre Democrata
Cquote1.png Queremos jogar no Campeonato Norte-Americano!!!! Cquote2.png
Torcedores do Democrata de Governador Valadares (Território dos EUA) e seu eterno sonho de disputar o campeonato yanque de futebol.
Cquote1.png A FMF sempre rouba pro América!!!! Cquote2.png
Torcedor do Interior sobre pênalti a favor do Coelho.
Cquote1.png A FMF sempre rouba pro América!!! Cquote2.png
O mesmo torcedor do Interior sobre pênalti contra o Coelho.
Cquote1.png Desse eu sou Deca!! Cquote2.png
Americano sobre Campeonato Mineiro.
Cquote1.png Vai Formigão, Vai Formigão Cquote2.png
Torcedor do Funorte sobre Campeonato Mineiro.
Cquote1.png O que é Série D??? Cquote2.png
Torcedor do Democrata após ganhar a sua vaga no Nacional pela 10° vez.
Cquote1.png Se existisse eu matava mil!! Cquote2.png
Jeremias sobre torcedores do Funorte.
Cquote1.png Atlético! Isso ainda vai ser grande no Brasil... Cquote2.png
Narrador da propaganda da Topper.
Cquote1.png O Cruzeiro perdeu pro Ipatinga Cquote2.png
Cruzeirense revoltado sobre sua eliminação.
Cquote1.png O Galo tem mais que o Cruzeiro Cquote2.png
Atleticano sobre Campeonato Mineiro.

Campeonato Mineiro de Futebol, também chamado de Campeonato Rural ou Mineirim, é uma competição de futebol onde já sabemos que o campeão será o Atlético ou o Cruzeiro, e o terceiro lugar será do América. Através deste campeonato, existe um título cedido pela FMF ao melhor time do interior. Assim, os times do interior podem sentir o gostinho de ganhar alguma coisa.

Índice

HistóriaEditar

O Campeonato Mineirin é disputado desde 2002 a.C. quando o Uberlândia se sagrou Campeão Mineirin e da Libertadores do Egito, derrotando o time do Faraó Tutancâmon por 3x0 em uma final espetacular.

Após isso, houve uma longa hegemonia dos times da capital, o que não significava muito tendo em vista que o Uberlandia, Uberaba e o Tijucano F.C. (Protótipo do futuro Ituiutaba) disputavam acirradamente o Campeonato Triangulino (Antes da anexação forçada daquele Estado pelos Mineirin em 1950 por JK). Alem do Tupi, que era feliz disputando o Campeonato Carioca ganhando inúmeros títulos Estaduais (Na 8° divisão de lá é claro), tornando o Estadual de Minas resumido somente a capital. Após a elevação de Nova Lima de aldeia á cidade em 1930 (Fato contestado até hoje por Nova Lima ainda ser uma aldeia) estes ganharam o direito de disputar a competição com os 3 times de Belo Horizonte e por alguns momentos de férias do presidente da FMF este terminaria por ganhar 5 títulos Estaduais.

CrescimentoEditar

A partir de 1958, o Campeonato passa a ser disputado por varias equipes do Interior o que não alterou em NADA a situação dos clubes da capital, que apenas passaram a viajar mais antes de fazerem as finais. O América sagrou-se Decacampeão nas décadas anteriores, mas depois entrou no mesmo período que o Cometa Halley, só conquistando título de 76 em 76 anos. O último alinhamento foi em 2001, agora somente em 2077!!! Atlético e Cruzeiro mantiveram sua hegemonia até...até...até...enfim, o que importa é competir não é mesmo gente? O Tupi bem que tentou se destacar na década de 60, mas logo o trio da capital exorcizou o fantasma do Mineirão com promessas de deixarem os pseudos-cariocas irem disputar o carioquinha se ficassem quietinhos e bem obedientes. Até hoje o Tupi espera ser liberado. Tolinhos...hihihihihi...

Na década de 60, com a anexação do estado do Triangulo por JK, existem relatos da participação de Uberaba e Uberlândia no Campeonato Mineiro, porem nenhuma prova foi encontrada. Muitas vezes as carroças que traziam os jogadores não chegavam a tempo na capital e a FMF dava como WO (3x0 pro time em campo). A partir da década de 70, com a melhoria nos transportes daquela roça região, Uberlândia e Uberaba passaram a vir de ônibus jogar na capital, e sempre voltavam com 5 ou 6 gols no lombo. A torcida concluiu que era melhor na época das carroças. E até hoje, Uberlândia e Uberaba almejam a saída do Campeonato Mineirin, o problema era qual campeonato escolher, o paulista, o carioca ou até mesmo goiano. Jamais chegaram a uma conclusão.

Em 1990, pela primeira vez uma equipe internacional é convidada a disputar o nosso campeonato. O Democrata de Governador Valadares (Possessão norte-americana desde 1964), sem condições financeiras de participar do Campeonato dos EUA bancando viagens e gastos em dólares aceitou disputar o Campeonato Mineirin, onde sempre fez bons papéis. Em 1991, financiados pelo Governo Bush fizeram uma campanha impressionante até a decisão contra o time do Atlético, perdendo a oportunidade de se sagrar campeão. A partir de então os norte-americanos envergonhados do fato retiraram seu apoio financeiro ao clube yanque-tupiniquim que declinou sem rumo.

Surgimento dos times idiotasEditar

Nos anos 2000, virou moda surgirem times sem torcidas. Nessa época, surge de um time amador de Ipatinga o Novo Cruzeiro (que na verdade seria um Novo Cruzeiro mesmo), o Ipatinga. Em 2005, conseguiram a façanha de serem campeões em cima da Empresa Matriz, em um final confusa, onde os 22 jogadores ficaram perdidos em campo, sem saberem por qual time estava jogando, já que todos os jogadores eram do Cruzeiro A. Essa tática permitiu que alguns jogadores do Cruzeiro A, fizessem gols contra seu time e darem ao Ipatinga o errôneo título Estadual. O Itair Machado entrou para o Livro dos Recordes (Guinnes Book) ao ser o primeiro presidente de clube se sagrar campeão e vice ao mesmo tempo em uma final de Mineirin. Depois da vergonha sofrida frente a sua filial o Cruzeiro chutou a bunda do time e esse se tornou mais um time inutil na competicao.

 
Campanha do pão de queijo, o que deixou o campeonato mineiro cada vez melhor e maior

O "Destronamento"Editar

Em 2002, pela primeira vez na historia a hegemonia da capital foi quebrada. A Caldense ergueu a taça de campeã mineira!! Depois caiu da cama e acordou...O Mineirin ganho pela Veterana não contou com a presença dos times da capital que cansados de viajar pelo Interior foram pro Sul do Brasil, abandonando todos os clubes da roça mineira a Deus dará. Revoltados América, Ipatinga e Villa Nova lançaram a “Maldição do Asterisco” sobre a equipe de Poços, onde nunca mais seu título de 2002 escaparia desse asterisco maldito lembrando a ausência dos grandes da capital nesse ano.

Outro time semi-profissional acabou surgindo no Modulo 1 no ano de 2005. O Ituiutaba, que muitos não davam nada na época (E continuam não dando nada ainda), conseguiu chegar as semifinais do Mineiro em algumas oportunidades. Para ódio mortal dos uberlandenses que na época permaneciam em um passeio turístico pelas divisões mais desconhecidas do nosso futebol estadual. (Ver artigo: Módulo 2, Segunda divisão mineira ou lenda??)

A partir de 2007, os times da capital cansados de ficarem viajando pelo Estado antes de fazerem a final reclamaram com a FMF. E em um golpe de mestre, o presidente da FMF Paulo Scrotinno conseguiu que todos os times do Interior assinassem um requerimento para proibir jogos de Semifinais fora da capital. Scrotinno alegou que o requerimento era para dividir a cota da TV por igual entre os 12 clubes, e todos trouxamente inocentemente assinaram na hora. O mais entusiasmado era o presidente do Tupi que já planejava emigrar para as fronteiras cariocas com o dinheiro da tv. Tolinhos...hihihihi...

Nesse mesmo ano, o América fez um grande planejamento para seu retorno a Série B, porem esqueceram de avisar que era para a Série B Nacional. Por isso o Coelho foi feliz visitar a Segundona Mineira que na verdade é Terceira, mas o Modulo 2 é primeira, entenderam??? Não??? Normal, nem nossa Federação entende mesmo...

Em 2009, o falecido Rio Branco (Que Deus o tenha!!!) partiu dessa para uma melhor, se licenciando do futebol e dando a vaga para o surpreso América genérico de Teófilo Otoni. A cidade só soube que estava no Módulo I 7 dias depois, pois o burrico onde estava o mensageiro da FMF se perdeu no caminho e foi parar em Montes Claros, onde os torcedores do Funorte chegaram a comemorar o acesso erroneamente....

Para variar, em 2010 tivemos mais uma final Atlético contra Cruzeiro. Mas antes tivemos alguns fatos novos. Na 1° Fase, tivemos o Democrata GV fazendo outro grande papel, boatos dizem que houve investimento de Barack Obama no time yanque-mineirin. O América de BH e Ipatinga sem estádio protagonizaram verdadeiros jogos fantasmas no Mineirão, onde nem mesmo as corujas e os quero-queros ficaram para assistir as pelejas.

A disputa entre Uberlândia e Ituiutaba é tão intensa no Triangulo, que quando a diretoria uberlandense ficou sabendo que a queda do BOA era inevitável, tratou de ir atrás para o Modulo 2. Outro fato surpreendente foi a presença da primeira equipe de fora do Estado na disputa, o América de Tocantins, vulgo América-TO. Curiosamente a equipe tocantinense preferiu mandar seus jogos fora de Palmas capital do estado. Inclusive tivemos a primeira partida de Pólo Aquático realizada em Tchô Tchó pelo Campeonato Mineiro, fato que rendeu a equipe do Mucuri 1 pontinho precioso. Logo depois a FMF proibiu modalidades esportivas novas que prejudicasse as equipes da capital. Reza a lenda que a diretoria do Uberlândia já planejava receber o Atlético em uma partida de basquete no Sabiazinho para evitar outra goleada em campo....tsc tsc tsc...

Nas Semifinais o Cruzeiro A colocou um Cruzeiro B contra o Cruzeiro B, resultado??? O Cruzeiro B de Ipatinga eliminou o Cruzeiro B de BH, fato muito comemorado pelos 7 torcedores do Tigre no Mineirão. E mais uma vez o investimento norte-americano falhou diante do Atlético que eliminou a equipe do Tio Sam. Na final, que pode ser tratada como um clássico por se tratar de Atlético x Cruzeiro B, o Atlético abateu o Tigre depois que este ameaçou não entrar em campo - e realmente não entraram... – por causa da arbitragem.

Temporada 2011Editar

Mais uma edição do Mineirin (Que bosta!!!) com a presença de três clubes novos do Módulo II. Alias, o Módulo II se tornou o ÚNICO campeonato do mundo onde o 3° colocado se torna Vice-Campeão. O Fumodonorte conseguiu sua vaga após uma excelente partida dos advogados dentro do STJD, derrotando os defensores do Sapo de Patos de Minas por 5 votos a zero. O Guarani que nada tinha haver com isso (E nem com Campinas...) foi Campeão ao derrotar o 3° colocado na grande final e com isso voltou ao Módulo I para alegria dos moradores da Terra do Divino e do jogador Agamenon que poderá voltar a disputar o Mineirin pela 836° vez pelo Bugre com seus 438 anos!!!

CampeõesEditar

Ano Campeão Vice
1915 Patético Yale ex-Cruzeirim
1915 Mequinha Patético
1916 Mequinha Patético
1917 Mequinha Patético
1918 Mequinha Patético
1919 Mequinha Sete de Onzembro
1920 Mequinha Sete de Onzembro
1921 Mequinha Patético
1922 Mequinha Palestra de Mussolini
1923 Mequinha Patético
1924 Mequinha Palestra de Mussolini
1925 Mequinha [1]
1926 Patético Coqueiros
1927 Patético Mequinha
1928 Palestra de Mussolini Patético
1929 Palestra de Mussolini Patético
1930 Palestra de Mussolini Mequinha
1931 Patético Palestra de Mussolini
1932 Patético
Villa Rosa
Asilo
Palestra de Mussolini
1933 Villa Rosa EsTupido
1934 Villa Rosa Tamanduás
1935 Villa Rosa Patético
1936 Patético Metalurgia
1937 Metalurgia Villa Rosa
1938 Patético Metalurgia
1939 Patético Mequinha
1940 Palestra de Mussolini[2] Patético
1941 Patético Metalurgia
1942 Patético Mequinha
1943 Cuzeiro Patético
1944 Cuzeiro Patético
1945 Cuzeiro Villa Rosa
1946 Patético Villa Rosa
1947 Patético Villa Rosa
1948 Mequinha Patético
1949 Patético Mequinha
1950 Patético Cuzeiro
1951 Villa Rosa Patético
1952 Patético Metalurgia
1953 Patético Villa Rosa
1954 Patético Cuzeiro
1955 Patético Republicano
1956 Patético
Cuzeiro
[3]
1957 Mequinha Republicano
1958 Patético Mequinha
1959 Cuzeiro Mequinha
1960 Cuzeiro Metalurgia
1961 Cuzeiro Mequinha
1962 Patético Cuzeiro
1963 Patético Republicano
1964 Metalurgia Mequinha
1965 Cuzeiro Mequinha
1966 Cuzeiro Patético
1967 Cuzeiro Patético
1968 Cuzeiro Patético
1969 Cuzeiro Patético
1970 Patético Cuzeiro
1971 Mequinha Cuzeiro
1972 Cuzeiro Patético
1973 Cuzeiro Mequinha
1974 Cuzeiro Patético
1975 Cuzeiro Patético
1976 Patético Cuzeiro
1977 Cuzeiro Patético
1978 Patético Cuzeiro
1979 Patético Cuzeiro
1980 Patético Cuzeiro
1981 Patético Cuzeiro
1982 Patético Cuzeiro
1983 Patético Cuzeiro
1984 Cuzeiro Patético
1985 Patético Cuzeiro
1986 Patético Cuzeiro
1987 Cuzeiro Patético
1988 Patético Cuzeiro
1989 Patético Cuzeiro
1990 Cuzeiro Patético
1991 Patético Filial do Patético
1992 Cuzeiro Mequinha
1993 Mequinha Patético
1994 Cuzeiro Patético
1995 Patético Mequinha
1996 Cuzeiro Patético
1997 Cuzeiro Villa Rosa
1998 Cuzeiro Patético
1999 Patético Mequinha
2000 Patético Cuzeiro
2001 Mequinha Patético
2002 Caldinha*[4] Filial do Cuzeiro
2003 Cuzeiro Patético
2004 Cuzeiro Patético
2005 Filial do Cuzeiro Cuzeiro
2006 Cuzeiro Filial do Cuzeiro
2007 Patético Cuzeiro
2008 Cuzeiro Patético
2009 Cuzeiro Patético
2010 Patético Filial do Cuzeiro
2011 Cuzeiro Patético
2012 Patético Mequinha
2013 Patético Cuzeiro
2014 Cuzeiro Patético
2015 Patético Caldinha
2016 Mequinha Patético
2017 Patético Cuzeiro
2018 Cuzeiro Patético
2019 Cuzeiro Patético

Notas

  1. O Campeonato Mineiro de 1925 foi inventado e ninguém quis fazer de conta que foi vice
  2. De 1921 a 1942 o Cuzeiro tinha o nome de Palestra Mussolini
  3. Tanto Cuzeiro como Patético ficaram com medo de perder a final e decidiram dividir o título
  4. O Caldinha foi amaldiçoado a por um asterisco toda vez que mencionar o título mineiro de 2002 porque o Cruzeiro, Atlético Mineiro, América Minério e EC Mamoré (what?) disputaram o Supercampeonato Mineiro, o que tornou o Campeonato Mineiro na prática uma mera Taça Minas Gerais

Títulos por clubeEditar