Abrir menu principal

Desciclopédia β

Campo Limpo (distrito)

Bandeira do Estado de São Paulo.svg.jpg Salve, mano! Este artigo é paulista: não gosta de gaúcho nem de carioca e se acha um puta trabalhador, né, meu! E não tá completo, pois o vacilão foi tomar um chôps e dois pastel, meu!
Sorriso-sem-dentes.jpg Essi artigu é faveladu!

Nem por isso tá involvida cum droga, putaria ou ladruagi!

Aqui o baguio é loko e é nóis que tá.

NewBouncywikilogo.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Campo Limpo (distrito).

Cquote1.png Experimente também: Caos Urbano Cquote2.png
Sugestão do Google para Campo Limpo (distrito)
Cquote1.png Você quis dizer: Saldão de imóveis? Cquote2.png
Google sobre Campo Limpo (Distrito)
Cquote1.png Acabaram de roubar a minha carteira! Cquote2.png
Morador em uma típica conversa com um Policial
Cquote1.png Foda-se! Cquote2.png
Policial sobre questão a cima
Cquote1.png Num vorto naqueli fim di mundo nem fudeno! Cquote2.png
Morador da zona leste em conversa sobre Campo Limpo (Distrito)

Campo Limpo (Distrito de São Paulo) é um distrito paulistano onde seus moradores sofrem de desorientação geográfica aguda, pois sequer sabem dizer precisamente sua localização, uns dizem que o Campo Limpo fica na zona oeste, outros dizem que fica na zona sul. Para quem quiser conhecer a etimologia do nome deste Distrito, é sugerida uma visita na estrada do campo limpo, um lugar muito agradável para conhecer pessoas, se sujar, encontrar lojas, ter contato com a poluição sonora do trânsito, comprar, ser roubado, chupar picolé ou comer churros e depois jogar o papel no chão, ente outras atividades que fazem do nosso campo um Campo Limpo.

É também um verdadeiro paraíso de prédios feitos à base de areia e água e favelas, o que faz do Campo Limpo mais um dos 189 distritos periféricos que não tem função alguma além de ser uma mera "cidade dormitório". Talvez por fazer divisa com o território oficial do PCC, o distrito do capão redondo, o Campo Limpo tem em seu vasto currículo como filhote de São Paulo uma enorme mancha de sangue dos maiores variáveis tipos e fatores de RH, fruto de uma taxa de homicídio de 5 mortes/10 habitantes. Os habitantes que se salvam são os próprios bandidos e aqueles que ficam mais tempo no centro da cidade trabalhando do que na sua própria casa.

Como o distrito só serve para oferecer aos seus habitantes uma arriscada noite de sono, são poucos os pontos atrativos do Campo Limpo. Para os vagabundos, desempregados, preguiçosos, fofoqueiras desocupadas e crianças que cabulam aula, o Campo Limpo oferece como único entretenimento o Shopping Campo Limpo, situado na Estrada do Campo Limpo, 666, ele conta com 1 loja que vende camisas genéricas de times, a C&A e uma lanchonete que serve o pior chope da região existe

Grupo de pessoas indo para o Campo Limpo (distrito)

.

Caso os campolipenses queiram opções alternativas, eles podem marcar um encontro na Praça da Igreja São Judas. Esta bendita praça foi construída pelos católicos para que as pessoas que estejam passando na rua se sintam obrigadas a visitar a Igreja. Contudo, os católicos não esperavam que os evangélicos inaugurassem três "santuários" bem embaixo da fuça da São Judas. Hoje o que se vê na praça é uma verdadeira Guerra Santa, falta pouco para o pastor da Igreja Universal do Reino de Deus dar uma voadora no bispo da Igreja Internacional da Graça de Deus.

Índice

Pontos ImportantesEditar

Terminal Campo Limpo: Uma aberração do transporte público que fez os trabalhadores do Campo Limpo perderem uma hora de suas vidas a mais no trânsito. Quem chegava às 20 horas em casa, chega às 21 horas. os homens se queixam de não assistir mais o Jornal Nacional, as mulheres se queixam de não poder assistir mais o início da novela. Veja abaixo mais detalhes sobre esse verdaeiro centro de reuniões de motoristas e cobradores.

Praça do Campo Limpo: Um lugar que tem uma pista de skate esburacada e algumas árvores com pichações, do tipo: "Téco e Cristiellein, é nóis"; "Os dorme sujo"; "Carlos Adão"; etc.

Céu Campo Limpo: Construído pela prefeita Marta(xa) Suplicy, é um lugar que deveria oferecer lazer e educação. Mas o que se vê pelo menos uma vez por mês é rixa entre crianças de 7 a 14 anos. Nos fins de semana o clima fica mais na paz, é quando os velhinhos se reunem para brincar no céu e nadar na piscina esverdeada.

Fapinha: Uma fábrica de carros infantis, mas os adultos representam 98% dos usuários destes carros (?!). É a única indústria relevante que teve compaixão da região e veio se instalar no Campo Limpo.

Shopping Campo Limpo: O ponto central onde a juventude e a classe E,F e G se reunem. Especialistas em psicologia não conseguem explicar o motivo daquela criançada toda ficar sentada na calçada do shopping depois do mesmo ter fechado as portas. Há quem diga que elas esperam anciosamente um Papai Noel vestido com calças do Restart.

Uniban: É a Cidade Universitária do Campo Limpo com um único curso que pode te dar sucesso, Educação Física. Não curtiu? Então seu futuro no Campo Limpo é ser algum profissional desqualificado e você vai ter que ir trabalhar no centro como 95% da população campolipense faz!

Extra Taboão: Um hipermercado que fica em cima de um rio, com metade no Campo Limpo e outra metade na cidade de Taboão da Serra. É o almoxarifado, o celeiro dos campolimpenses.

Estação Campo Limpo do Metrô: Não importa para onde você queira ir, a estação Campo Limpo NÃO vai te ajudar.

Criativa Decorações : Uma firma, onde milhares de nordestinos trabalham usam como hotel. Maior responsável pelos caminhões que usam duas faixas na Estrada do Campo Limpo, trazendo mais caos. Pode servir para salão de festas com palco e tudo, quadra de futebol e possui um bar interno, apesar da placa escrita " proibido bebida alcoólica " !!! Tem como ídolo um aluno exemplar safado conhecido como Tucano.

Catedral Sagrada Família(Catedral do Campo Limpo): Catedral e sede diocesana católica local. aparentemente a maior igreja das proximidades(se não a única). Fica escondida entre casas, carros velhos, e árvores dessas que atravessam a rede da Eletropaulo. Áté o Rambo encontrou dificuldades, antes de encontrar a igreja.

TrânsitoEditar

Caótico! O Campo Limpo te dá apenas uma única opção para ir pra casa,a Estrada do Campo Limpo. Se você vem do Centro, pegue essa estrada, que certamente vai estar congestionada. Quer uma alternativa? Então espere dar 2 horas da madrugada e pegue a mesma estrada do campo limpo com o trânsito um poquinho só mais desafogado.

Para quem vem de Santo Amaro, a estrada de itapecerica e ela (a estrada do Campo Limpo) são as principais vias para você chegar em casa. Evite o trânsito nessas avenidas utilizando-as entre as 2 e 2:45 da manhã.

Como se vê, o Campo Limpo representa para a cidade de São Paulo apenas um ambiente para dormir e uma baita dor de cabeça quando o assunto é trânsito. Outro problema que também assola as ruas dos campolimpenses são os caminhões, que ocupam duas das duas faixas da estrada do Campo Limpo, os carros de anúncio, que às 5 horas da manhã já está passando na sua rua divulgando promoções dos mercados Faixa Azul, Beira Alta ou Marçalo. Qualquer anúncio fora desses padrões é algum estelionatário querendo te passar a perna, cuidado.

  Os carros de época de eleições são do bem!  
Antônio Carlos Rodrigues sobre Trânsito no Campo Limpo

Terminal Campo LimpoEditar

Ah, o Terminal! Uma construção faraônica feita pelo prefeito Gilberto Kassab e seu amante amigo vereador Antônio Carlos Rodrigues.

Pesquisas do "Ih, BOPE" e do "Deita a Folha" confirmam que 116% dos entrevistados odeiam o Terminal Campo Limpo, até os pesquisadores odeiam esse terminal.

Cabe aqui ressaltar que é nele que fica a linha mais fodástica do Campo Limpo e arredores,a 8700 (Praça Ramos - Terminal Campo Limpo). Ela é a única que pode te levar para o centro da cidade sem passar pelo maldito cruzamento da 9 de Julho com a São Gabriel. Desta forma, você escolhe entre ir para o centro apertado no ônibus que não tem cadeiras (porque o prefeito priorizou os cadeirantes e deixou o ônibus livre para que 30 destes passageiros especiais pudessem fazer sua viagem tranquila) e simplesmente não ir ao centro, se tornando mais um vagabundo campolimpense que não trabalha.

PopulaçãoEditar

Campo Limpo é praticamente uma cidade. Tem 300 mil pobres, aliás, habitantes. O IBGE (aka. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) estima que no fundo do Campo Limpo tenha uma fonte de onde sai toda essa gente. As estatísticas mostram que a juventude do bairro tem o seu primeiro filho com 15 anos, o segundo 17, o terceiro com 21, o quarto com 29 e o quinto com 45. É o único bairro que a população formou uma Progressão Geométrica perfeita.

Mas não conformados com a situação "quase fudida" do distrito, os construtores ainda querem mais. As construtoras começaram a investir em prédios e fizeram um super-mega-ultra investimento no Jardim Umarizal, construindo cerca de 676 apartamentos no que eles chamam de "Residencial Space II" (sim, já teve o um). É tanto apartamento que eles tão fazendo promoções do tipo: "Pague 1 Leve 2" e "Na compra de 1 apartamento ganhe um cupom para concorrer a mais 4 apartamentos".

Já as favelas vão crescendo no mesmo ritmo dos prédios, já é possível encontrar barracos com 5 andares (acima ou abaxo do solo, você escolhe) e também barracos com suites. Para 2012 o pedreiro Leonel já tem um projeto pra construir barracos verticais com coberturas.

BairrosEditar

Jardim Maria Sampaio: Bairro de favela, junto com o Jarim Macedônia conseguem fazer um aglomeradão de favelas e casas da ralé.

Jardim Macedônia: Irmã do Jarim Maria Sampaio.

Jardim Mitsutani: Prima dos Maria Sampaio e Macedônia, fica tudo uma do lado da outra. A população deste bairro em particular está muito emputecida depois que o Terminal Campo Limpo foi construido, afinal, o ônibus 7651-10 que levava a ralé até a porta das suas casas não existe mais (triste).

Jardim Umarizal: O bairro menos pobre do Campo Limpo. Lá o pessoal se acha rico mas não passam de pobres que evoluiram para a Classe Média. É também o bairro com maior número de prédios por centímetro quadrado.

Jardim Catanduva: Bairro concorrente do Umarizal, oferece boa qualidade de vida mas a desorganização da Avenida Nina Stocco (parece aquela ruas típicas da Índia) queima a imagem do bairro, dando a impressão que é mais um favelão.

Parque Arariba: Morro e favela. Bairro que se inspira no Rio de Janeiro.

Parque Ypê: Irmão do Parque Arariba, em cima de um morrão e com índices de violência que vai lá nas alturas. A SWAT ficou com medo de entrar lá.

Jardim das Palmas: O bairro que fica atrás da muralha de prédios do Jardim Umarizal. O fato de seus habitantes não terem identidade própria faz com que o bairro fique sofrendo influências da "mini elitezinha" do Umarizal e da "mini facção criminosinha" do Jardim Rebouças.

Jardim Rebouças: Embaixada do crime. Lá tem uma rua escura e cheia de mato preparada especialmente para desova de pessoal.

Jardim Rosana: Favelão que a prefeitura decidiu urbanizar com a construção de uns conjuntos habitacionais.